yara__miranda yara__miranda

148 posts   523 followers   90 followings

Yara Miranda 

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 17,1-6
Naquele tempo:
1Jesus disse a seus discípulos: 'É inevitável que aconteçam escândalos.
Mas ai daquele que produz escândalos!
2Seria melhor para ele
que lhe amarrassem uma pedra de moinho no pescoço
e o jogassem no mar,
do que escandalizar um desses pequeninos.
3Prestai atenção:
se o teu irmão pecar, repreende-o.
Se ele se converter, perdoa-lhe.
4Se ele pecar contra ti sete vezes num só dia,
e sete vezes vier a ti, dizendo: 'Estou arrependido', tu deves perdoá-lo.' 5Os apóstolos disseram ao Senhor: 'Aumenta a nossa fé!' 6O Senhor respondeu: 'Se vós tivésseis fé, mesmo pequena como um grão de mostarda,
poderíeis dizer a esta amoreira: 'Arranca-te daqui e planta-te no mar', e ela vos obedeceria.
Palavra da Salvação.
REFLEXÃO
Se procuramos um dia sermos dignos de estar face a face com Deus, é primordial que nos preparemos para este encontro.
Devemos nos disponibilizar aos seus serviços, para levar outros irmãos a conhecerem o caminho e a verdade, por meio da fé e do amor.
Devemos em unidade nos organizarmos pela implantação do reino de Deus, começando com uma analise pessoal de nossas atitudes, pensamentos e sentimentos, para que sejamos irrepreensíveis, afastando a arrogância, a cobiça, a desonestidade.
Devemos ser justos, amigo do bem, ponderados e piedosos, empenhados nos ensinamentos deixados por Cristo, de mãos puras e inocente coração.
Para tanto, devemos trabalhar com o perdão em nossos corações, pois todos somos humanos e consequentemente pecadores. Somente pela fé no amor de Deus somos capazes do verdadeiro perdão , uma vez que por menor que ela seja, nos faz realizar coisas grandiosas que não podemos imaginar.

+ Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 2,13-22

13Estava próxima a Páscoa dos judeus
e Jesus subiu a Jerusalém.
14No Templo,
encontrou os vendedores de bois, ovelhas e pombas
e os cambistas que estavam aí sentados.
15Fez então um chicote de cordas
e expulsou todos do Templo,
junto com as ovelhas e os bois;
espalhou as moedas
e derrubou as mesas dos cambistas.
16E disse aos que vendiam pombas:
"Tirai isto daqui!
Não façais da casa de meu Pai uma casa de comércio!"
17Seus discípulos lembraram-se, mais tarde,
que a Escritura diz:
"O zelo por tua casa me consumirá".
18Então os judeus perguntaram a Jesus:
"Que sinal nos mostras para agir assim?"
19Ele respondeu:
"Destruí, este Templo,
e em três dias o levantarei".
20Os judeus disseram:
"Quarenta e seis anos
foram precisos para a construção
deste santuário e tu o levantarás em três dias?"
21Mas Jesus estava falando do Templo do seu corpo.
22Quando Jesus ressuscitou,
os discípulos lembraram-se do que ele tinha dito
e acreditaram na Escritura e na palavra dele.
Palavra da Salvação.

REFLEXÃO
Todos nós somos templos de Deus, construídos por Ele e alicerçados por Jesus Cristo.
E por meio das águas do batismo, recebemos seu Santo Espírito, um braço deste rio, que nos vivifica a alma.
Ele faz sua morada em nós, transformando o nosso pensar, falar, agir e sentir, em seu santuário.
Cabe a cada um de nós o zelo por este santuário sagrado, permanecendo fiel aos seus preceitos, não nos deixando corromper pelas tentações que fazem de nossa alma um comércio as vãs promessas do pecado.
Quando alguém se vende e se deixa ser usado, destrói o santuário de Deus, pois o santuário de Deus é Santo, e nós somos esse santuário.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 14,25-33
Naquele tempo:
25Grandes multidões acompanhavam Jesus.
Voltando-se, ele lhes disse:
26'Se alguém vem a mim, mas não se desapega
de seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos,
seus irmãos e suas irmãs e até da sua própria vida,
não pode ser meu discípulo.
27Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim,
não pode ser meu discípulo.
28Com efeito: qual de vós, querendo construir uma torre,
não se senta primeiro e calcula os gastos,
para ver se tem o suficiente para terminar?
Caso contrário,
29ele vai lançar o alicerce e não será capaz de acabar.
E todos os que virem isso começarão a caçoar, dizendo:
30'Este homem começou a construir
e não foi capaz de acabar!'
31Ou ainda:
Qual o rei que ao sair para guerrear com outro,
não se senta primeiro e examina bem
se com dez mil homens poderá enfrentar o outro
que marcha contra ele com vinte mil?
32Se ele vê que não pode,
enquanto o outro rei ainda está longe,
envia mensageiros para negociar as condições de paz.
33Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós,
se não renunciar a tudo o que tem,
não pode ser meu discípulo!'
Palavra da Salvação.

Reflexão
Para seguirmos Jesus devemos nos entregar por completo a sua vontade em nossas vidas, trabalhando em prol da salvação, pois ele nos capacita tanto no querer, como no fazer.
Devemos nos colocar a sua disposição, esperando no Senhor, sem lamentos ou murmurações, pois nossa decisão de segui-lo deve ser firme e consciente, cabendo a nós conservar sua palavra e nossa fé.
A prudência do preparo para a caminhada é necessária para que sejamos conscientes da missão a qual somos chamados. A sabedoria e o discernimento nos é dada à medida que buscamos as verdades do Espírito.
Portanto, o seguimento de Cristo nos pedem renuncias das coisas que podem nos afastar dos seus ensinamentos, pois devemos pregar exatamente aquilo que somos e fazemos.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 14,12-14
Naquele tempo:
12E disse também a quem o tinha convidado: 'Quando tu deres um almoço ou um jantar,
não convides teus amigos, nem teus irmãos,
nem teus parentes, nem teus vizinhos ricos.
Pois estes poderiam também convidar-te
e isto já seria a tua recompensa.
13Pelo contrário, quando deres uma festa,
convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos.
14Então tu serás feliz!
Porque eles não te podem retribuir.
Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos.' Palavra da Salvação.
REFLEXÃO
Para que possamos viver o reino de Deus, na terra ou no céu, é necessário que aprendamos que só será possível quando fizermos do mútuo amor uma realidade, numa verdadeira comunhão de espírito, buscando a unidade.
Só assim seremos consolados em Cristo e viveremos em harmonia. Para tanto devemos ser suportes, uns para com os outros. Não tem como sermos suportes, se não envergamos nossa coluna para suportar e levantar aquele que precisa.
Isso é sinal que devemos fazer pelos outros não por competição ou para nos vangloriarmos, mas sim, com humildade, e para honra e glória de Deus.
Sempre em nossa vida tem alguém acima de nós, que pode nos dar suporte com sua humildade e amor, e alguém abaixo de nós, por quem devemos fazer o mesmo.
Só assim seremos verdadeiramente felizes, porque a recompensa do Senhor é para os justos.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 13,22-30
Naquele tempo:
22Jesus atravessava cidades e povoados,
ensinando e prosseguindo o caminho para Jerusalém.
23Alguém lhe perguntou:
'Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam?'
Jesus respondeu:
24'Fazei todo esforço possível
para entrar pela porta estreita.
Porque eu vos digo que muitos tentarão entrar
e não conseguirão.
25Uma vez que o dono da casa se levantar e fechar a
porta, vós, do lado de fora,
começareis a bater, dizendo:
`Senhor, abre-nos a porta!'
Ele responderá: `Não sei de onde sois.'
26Então começareis a dizer:
`Nós comemos e bebemos diante de ti,
e tu ensinaste em nossas praças!'
27Ele, porém, responderá: `Não sei de onde sois.
Afastai-vos de mim
todos vós que praticais a injustiça!' 28Ali haverá choro e ranger de dentes,
quando virdes Abraão, Isaac e Jacó,
junto com todos os profetas no Reino de Deus,
e vós, porém, sendo lançados fora.
29Virão homens do oriente e do ocidente,
do norte e do sul,
e tomarão lugar à mesa no Reino de Deus.
30E assim há últimos que serão primeiros,
e primeiros que serão últimos.'
Palavra da Salvação.

REFLEXÃO
Perante Deus somos todos iguais, patrões e empregados, pais e filhos, homem e mulher, capacitados pelo poder do Santo Espírito para cumprir a missão que nos foi dada na terra.
Assim foi feito para que entendêssemos que ao servir, ou seja, ao dedicarmos amor e cuidado a alguém, estamos fazendo isto pela unidade em Cristo, independentemente da posição que ocupamos a cada hora.
Todos nós somos filhos, portanto, devemos honrar os nossos pais, mas também somos ou seremos pais, sendo assim receberemos o que plantamos, por isso devemos agir na disciplina e nos conselhos do Senhor, sabendo que o bem que cada um fizer, tornará a recebê-lo do Senhor.
A Salvação é individual e para os poucos que se esmeraram em proceder conforme o mandamento do AMOR. A porta estreita que devemos passar é a que julgará a intensidade e a prática com que utilizamos dele.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 13,18-21
Naquele tempo:
18Jesus dizia: 'A que é semelhante o Reino de Deus,
e com que poderei compará-lo?
19Ele é como a semente de mostarda,
que um homem pega e atira no seu jardim.
A semente cresce, torna-se uma grande árvore,
e as aves do céu fazem ninhos nos seus ramos.' 20Jesus disse ainda: 'Com que poderei ainda comparar o Reino de Deus?
21Ele é como o fermento que uma mulher pega
e mistura com três porções de farinha,
até que tudo fique fermentado.' Palavra da Salvação.
REFLEXÃO
A semente do reino de Deus nos é plantada por meio da palavra, sendo cultivada e cuidada por meio de nossas atitudes, que a fazem florescer ou não.
O crescimento desta semente é quase imperceptível aos olhos, porque não podemos apreciá-lo quando ainda está debaixo da terra, somente a vislumbramos quando rompe as barreiras do solo e desponta, se transformando em uma árvore frondosa e acolhedora.
Assim é, com nosso cotidiano e com nossas relações. Nossa primeira igreja é nossa família. Se queremos que o reino de Deus se implante nela, devemos regar a semente do amor para florescer a felicidade e a paz.
Assim como Cristo ama sua Igreja, deve ser o amor de um homem por uma mulher. Com respeito aos princípios de dignidade de vida e fidelidade aos ensinamentos divinos.
O homem que assim age andará pelo caminho da justiça, da união e do amor e com certeza, a mulher se submeterá ao seu marido com alegria, assim como a Igreja é submissa a Cristo, não sendo obediente a desmandos que fere os seus mandamentos, ou numa relação de inferioridade, mas sim, caminhando ao seu lado, para dar o suporte necessário para a construção do amor divino dentro de sua família.
Portanto, sejamos solícitos uns para com os outros, pois felizes são todos que respeitam o Senhor.
Que possamos ser o fermento na massa de nossa casa por meio do amor e do respeito, que faz com que percebamos o seu resultado não na hora que é misturado a massa, mas sim depois que o forno de nosso coração a transforma num lindo pão de fraternidade.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 12,49-53
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
49Eu vim para lançar fogo sobre a terra,
e como gostaria que já estivesse aceso!
50Devo receber um batismo,
e como estou ansioso até que isto se cumpra!
51Vós pensais que eu vim trazer a paz sobre a terra?
Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer divisão.
52Pois, daqui em diante, numa família de cinco pessoas,
três ficarão divididas contra duas e duas contra três;
53ficarão divididos:
o pai contra o filho e o filho contra o pai;
a mãe contra a filha e a filha contra a mãe;
a sogra contra a nora e a nora contra a sogra.'
Palavra da Salvação.

Para a reflexão do Evangelho de hoje, coloco o belo texto de José Salviano.
-Vim trazer a divisão-
Jesus falou abertamente sobre o teor da sua missão. Longe de pensar em um Jesus bonzinho que tudo permite, Jesus é Aquele que veio causar divisões entre as pessoas. Divisão entre a pessoas da própria família. E por que?
Por que na família um segue a Jesus e outro segue ao mundo, para não dizer o maligno.
Um vai à igreja diariamente, enquanto outro passa anos sem aparecer por lá. Isso tudo dentro da própria família.
O Papa Francisco recentemente fez uma homilia na qual ele fala que não existem famílias perfeitas. Cada membro de uma família tem seus defeitos, cada um comete muitos erros, ofende os demais, então, a grande verdade é que se uma família tenta se mostrar ao demais como uma família completamente equilibrada, harmoniosa, com certeza aí tem coisa errada. Aí tem falsidade e mentira acontecendo.
O perdão é o único ponto de equilíbrio de uma família. Pois as ofensas, as mágoas, acontecem diariamente. E se não há perdão, a convivência dentro da família fica insuportável.
As pessoas que sentem dificuldade de perdoar, não vivem em paz consigo mesmo nem com Deus.
Quando perdoamos esquecemos a maldade de alguém que nos ofendeu gravemente, e liberamos a nossa mente para estar em paz com Deus e com o irmão.
Guardar magoa em nossa mente é como guardar um escorpião dentro da nossa roupa.
A mágoa nos destruindo por dentro, nos movendo para a vingança, até que realizemos atos de violência física ou verbal.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 12,13-21
Naquele tempo:
13Alguém, do meio da multidão, disse a Jesus: 'Mestre,
dize ao meu irmão que reparta a herança comigo.'
14Jesus respondeu:
'Homem, quem me encarregou de julgar
ou de dividir vossos bens?'
15E disse-lhes:
'Atenção! Tomai cuidado contra todo tipo de ganância,
porque, mesmo que alguém tenha muitas coisas,
a vida de um homem não consiste na abundância de bens.'
16E contou-lhes uma parábola:
'A terra de um homem rico deu uma grande colheita.
17Ele pensava consigo mesmo:
'O que vou fazer?
Não tenho onde guardar minha colheita'.
18Então resolveu: 'Já sei o que fazer!
Vou derrubar meus celeiros e construir maiores;
neles vou guardar todo o meu trigo,
junto com os meus bens.
19Então poderei dizer a mim mesmo:
- Meu caro, tu tens uma boa reserva para muitos anos.
Descansa, come, bebe, aproveita!'
20Mas Deus lhe disse: 'Louco!
Ainda nesta noite, pedirão de volta a tua vida.
E para quem ficará o que tu acumulaste?'
21Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo,
mas não é rico diante de Deus.'
Palavra da Salvação.

REFLEXÃO

Pelo amor de Deus a sua obra da criação, e pela sua eterna misericórdia, quando estávamos condenado ao pecado e a morte, Ele nos deu a oportunidade da vida eterna, nos fazendo renascer pelo sacrifício de seu filho Jesus, portanto, É por graça que somos salvos!
Ele nos fez e nos criou em Jesus Cristo para as obras boas, para que as praticássemos.
Somente as obras boas que realizarmos é que levaremos para a eternidade conosco. Tudo que acumulamos materialmente fica aqui e se finda por mãos humanas.
Seremos julgados pelo peso de nosso coração e não de nossos cofres na terra.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,42-46
Naquele tempo, disse o Senhor:
42Aí de vós, fariseus, porque pagais o dízimo da hortelã,
da arruda e de todas as outras ervas,
mas deixais de lado a justiça e o amor de Deus.
Vós deveríeis praticar isso, sem deixar de lado aquilo.
43Aí de vós, fariseus,
porque gostais do lugar de honra nas sinagogas,
e de serdes cumprimentados nas praças públicas.
44Aí de vós, porque sois como túmulos que não se vêem,
sobre os quais os homens andam sem saber.' 45Um mestre da Lei tomou a palavra e disse: 'Mestre, falando assim, insultas-nos também a nós!' 46Jesus respondeu: 'Ai de vós também, mestres da Lei,
porque colocais sobre os homens cargas insuportáveis,
e vós mesmos não tocais nessas cargas,
nem com um só dedo.
Palavra da Salvação.
REFLEXÃO
Quando vivemos pela carne nos deixamos levar pelos prazeres fúteis da vida, e acabamos nos envolvendo em contendas, inimizades, e outras coisas mundanas, que nos afastam do caminho ensinado por Cristo.
Devemos buscar a luz divina para seguir os passos do Senhor, que nos faz viver por meio do fruto do Espírito agindo com caridade, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, lealdade, mansidão e continência.
Paulo nos ensina que os que pertencem a Jesus Cristo crucificaram a carne com suas paixões e seus maus desejos, e se vivemos pelo Espírito, procedamos também segundo o Espírito, corretamente. Somente assim teremos a luz da vida.
Que não sejamos como os fariseus e mestres da lei fantasiados de falsos cristãos que proclamam com a boca os mandamentos do amor para sermos reconhecidos em nossas comunidades, mas não sabemos praticá-lo no convívio com nossos irmãos.
Que o amor e a justiça sejam a luz que leve ao caminho da salvação.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,37-41
Naquele tempo:
37Enquanto Jesus falava,
um fariseu convidou-o para jantar com ele.
Jesus entrou e pôs-se à mesa.
38O fariseu ficou admirado
ao ver que Jesus não tivesse lavado as mãos
antes da refeição.
39O Senhor disse ao fariseu: 'Vós fariseus, limpais o copo e o prato por fora,
mas o vosso interior está cheio de roubos e maldades.
40Insensatos! Aquele que fez o exterior
não fez também o interior?
41Antes, dai esmola do que vós possuís
e tudo ficará puro para vós.
Palavra da Salvação.
REFLEXÃO

O que nos justifica perante Deus é o quanto amamos e somos caridosos. O antigo testamento nos trouxe as leis, enquanto que Jesus nos deu um novo mandamento, que nos amássemos uns aos outros, assim como Ele nos amou.
Somente o amor purifica a alma, e só assim podemos limpar nosso interior. Somente possuímos aquilo que temos dentro do nosso coração e podemos levar para a eternidade.
Portanto, dar esmola do que possuímos é doar o sentimento mais sublime que nos foi dado pelo Criador, o amor, e tudo ficará puro para nós.
Paulo assim nos ensina: “Vós que procurais a vossa justificação na Lei, rompestes com Cristo, decaístes da graça. Quanto a nós, que nos deixamos conduzir pelo Espírito, é da fé que aguardamos a justificação, objeto de nossa esperança. Com efeito, em Jesus Cristo, o que vale é a fé agindo pela caridade; observar ou não a circuncisão não tem valor algum.”
Assim, confiemos nos justos julgamentos de nosso Salvador, para que desça sobre nós a vossa graça.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,29-32
Naquele tempo:
29Quando as multidões se reuniram em grande quantidade,
Jesus começou a dizer:
'Esta geração é uma geração má.
Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado,
a não ser o sinal de Jonas.
30Com efeito, assim como Jonas
foi um sinal para os ninivitas,
assim também será o Filho do Homem para esta geração.
31No dia do julgamento,
a rainha do Sul se levantará
juntamente com os homens desta geração,
e os condenará.
Porque ela veio de uma terra distante
para ouvir a sabedoria de Salomão.
E aqui está quem é maior do que Salomão.
32No dia do julgamento, os ninivitas
se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão.
Porque eles se converteram
quando ouviram a pregação de Jonas.
E aqui está quem é maior do que Jonas.'
Palavra da Salvação.

REFLEXÃO

Jesus nos ensinou que é o caminho, a verdade e a vida, e que ninguém chega ao Pai a não ser por Ele. Este é o sinal que o mundo tanto busca. Ele nos indica o caminho do amor, do respeito, da tolerância e da fraternidade.
Mostrou em atos e palavras como devemos agir para sermos merecedores da misericórdia do Pai. Errar todos nós erramos, pois faz parte de nossa humanidade, mas reconhecer nossos erros é que nos santifica, e que nos faz dignos da salvação.
Não temos direito de julgar ninguém, mas devemos como verdadeiros cristãos, alertarmos um aos outros, quando estamos nos desviando do caminho de Cristo.
Neste sentido Paulo nos alerta: “irmãos, não somos filhos de uma escrava; somos filhos da mulher livre. É para a liberdade que Cristo nos libertou. Ficai pois firmes e não vos deixeis amarrar de novo ao jugo da escravidão.”

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,5-13
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
5E Jesus acrescentou: 'Se um de vós tiver um amigo
e for procurá-lo à meia-noite e lhe disser: 'Amigo, empresta-me três pães,
6porque um amigo meu chegou de viagem
e nada tenho para lhe oferecer', 7e se o outro responder lá de dentro: 'Não me incomoda! Já tranquei a porta,
e meus filhos e eu já estamos deitados;
não me posso levantar para te dar os pães'; 8eu vos declaro:
mesmo que o outro não se levante
para dá-los porque é seu amigo,
vai levantar-se ao menos por causa da impertinência dele
e lhe dará quanto for necessário.
9Portanto, eu vos digo:
pedi e recebereis; procurai e encontrareis;
batei e vos será aberto.
10Pois quem pede, recebe; quem procura, encontra;
e, para quem bate, se abrirá.
11Será que algum de vós que é pai,
se o filho pedir um peixe, lhe dará uma cobra?
12Ou ainda, se pedir um ovo, lhe dará um escorpião?
13Ora, se vós que sois maus,
sabeis dar coisas boas aos vossos filhos,
quanto mais o Pai do Céu dará o Espírito Santo
aos que o pedirem! '
Palavra da Salvação.

Most Popular Instagram Hashtags