terapeuta_vanessa_quantica terapeuta_vanessa_quantica

3,159 posts   57,884 followers   211 followings

🕉️ Terapia Quântica 🕉️  ▪️Alinhamento Quântico - Terapia vibracional - Tarot Orientativo - Radiestesia - Reiki Mente Corpo Espírito 🌎 AGENDE sua sessão ⬇

🌸É muito fácil não confiar, desse jeito a porta fica fechada. Mas o que acontece quando uma porta está fechada? A luz não entra, o amor não entra, nada pode entrar. É só uma proteção.

E temos medo de alguma coisa ruim entrar. Mas não é assim, é só uma nova experiência na qual é preciso confiar. Quando você começa a cultivar uma experiência interior de consciência - e a beleza da consciência é essa, só que as pessoas têm medo de mudar - você começa a desejar e descobrir mudanças criando mais e mais coragem, a sua fé se expande admitindo a sua divindade interior, que é o seu amor, essa é a sua conexão.
Aí o que acontece? Mais confiança, mais coragem, você vai se sentir poderoso para enfrentar seus medos e entender que eles são uma ilusão. Depois perceberá que está correndo, e depois voando! É assim, e para isso é necessário cultivar uma coisa bem sólida, bem real.

O que acontece é que estamos sempre nos comparando e pensando que devemos ser como outras pessoas. Pensamos que devemos nos comportar de uma certa maneira, ou que devemos fazer certas coisas e não nos sentimos livres para sermos nós mesmos.

Mas quando a gente começa a se amar incondicionalmente, a ser a nossa verdadeira essência e lustrar isso, podemos perceber o quanto somos perfeitos. Quando começamos a nos amar, começamos a ser o melhor de cada um. Começamos a demonstrar nossas qualidades únicas e apreciá-las, ao invés de ficar nos comparando, julgando, a querer ser diferente. Começamos a ver a nossa própria perfeição e a perfeição de todas as coisas.

É assim que, concentrando-se em expandir sua consciência, expandindo o amor interior que é incondicional, ilimitado, infinito, você aprenderá como a experiência interna não para de crescer.

Então, você pode continuar escolhendo se amar até que esse amor se torne permanente. Uma vez estabilizado, você não pode perder a conexão. Quando você chega nesse nível, a consciência que você experimenta está permanentemente instalada, ela não diminui, e está sempre se movendo para o próximo nível, o próximo passo na expansão permanente desse amor dentro de você. ⬇️⬇️⬇️

🌸Muitas vezes estamos em um relacionamento e não podemos evitar nos sentirmos extremamente sozinhos. Não entendemos bem como, nem porquê. Ainda que atualmente haja uma valorização social da independência e autonomia pessoal, e apesar de todo o movimento que fala da busca da felicidade individual em uma relação a dois, intuímos que algo não está funcionando como deveria.

Embora existam inúmeras razões para nos sentirmos sós ainda que acompanhados, hoje vamos discutir de que forma o nosso estilo de relacionamento pode contribuir (ou até mesmo causar) este sentimento. 📍O QUE SÃO ESTILOS DE RELACIONAMENTO?

Somos seres sociais desde que nascemos. O cérebro humano está programado para funcionar com outras pessoas em um contexto social, não sozinho. Cada um de nós se relaciona com familiares, amigos e pares de forma diferente. Alguns são mais seguros em suas relações, outros menos; alguns mais carinhosos e presentes, outros nem tanto; alguns mais atentos, outros não; e assim por diante. Ainda que parte deste estilo pessoal seja definido pela nossa personalidade, a maior parcela se estabelece através dos relacionamentos com nossos pais nos primeiros anos de vida, além das observações que fazemos quanto às suas formas de se relacionar com o mundo.
A dinâmica desta relação inicial imprime uma marca fisiológica em nós e faz com que nossos neurônios se organizem de formas diversas e partes do nosso cérebro se desenvolvam de maneira diferente. Consequentemente, determinará formas distintas de nos relacionarmos com o mundo na vida adulta.

Tomando como base os estilos de conexão descritos por John Bowlby (psicólogo, psiquiatra e psicanalista britânico), cientistas como Mary Ainsworth (também psicóloga), descreveram três formas principais pelas quais nos relacionamos, ou três estilos de relacionamento. Eles os nomearam ilha, onda e âncora, dando uma visão bem gráfica de seus funcionamentos.

Cada estilo se desenvolve a partir de um tipo de infância e de um tipo de relacionamento com os pais/cuidadores principais. E cada um deles tem suas vantagens e desvantagens. Mas, geralmente, são as pessoas que têm um parceiro do estilo "ilha" que se sentem mais sozinhas ⬇️⬇️⬇️

🌸Muitas mulheres se queixam de homens “bonzinhos demais”, que aceitam tudo o que elas decidem, não se impõem, não são tão viris.

Por outro lado muitos homens se queixam de mulheres mandonas, que não respeitam sua virilidade, que se tornam mais fálicas que eles mesmos na relação.

Ora, se a relação chegou ao ponto dessa queixa ter motivos para existir, faltou percepção. Uma ou ambas as partes sentiu que a relação é interessante sob outros pontos de vista funcionais e tem interesse em manter a relação por conveniência. “Ah, ele não tem pegada, não tem personalidade, mas faz tudo o que eu peço, tudo o que eu quero antes mesmo de eu pedir”. Ora, nesse caso o mais saudável seria contratar um “assistente governante” ou assumir que a relação É assim e não se queixar. “Ah ela é assim mandona, mas cuida de mim e da casa como ninguém”. Ora, nesse caso o mais saudável seria contratar uma “governanta” ou assumir que a relação É assim e não se queixar.

A queixa acontece enquanto há a expectativa de que o outro mude, de ele que seja o que não é. “Mulheres fálicas” e “homens moles” queixosos simplesmente estão com as pessoas erradas. É só isso.

Uma mulher pode ser fálica para um determinado homem, mas ser um docinho para outro tipo de homem.

Um homem pode ser mole para uma determinada mulher, mas ser um garanhão para outro tipo de mulher.

Os desencontros ocorrem quando há a auto-sabotagem na busca pelos parceiros.

Como é que sai dessa?

Ao primeiro sinal de desafinidade... tchau! Senão é rota de colisão.

Entra naquele tipo de relação em que, por exemplo:
A mulher se vinga da figura masculina na pessoa do parceiro, ou o homem se “sujeita” à mãe autoritária na pessoa da parceira. (Exemplos não faltam). Quando uma mulher fálica procura um homem sensível é para poder odiar, se sujeitar e se vingar do pai bunda-mole que tem, na pessoa deste homem.

Quando um homem sensível procura uma mulher fálica é para poder odiar, se sujeitar e enfrentar a mãe autoritária e castradora que tem, na pessoa desta mulher.
Afeto aí só depois de muito trabalho de auto-conhecimento.
Sai mais barato em todos os sentidos. Fonte: @arlycravo 🌸

🌸Bom dia

🌸Talvez a maioria de nós não se dê conta disso ou não leve tão a sério, mas o fato é que todos nós nascemos com uma espécie de "maldição familiar". E isso não tem a ver com magias ou profecias nefastas de bruxas do passado. Trata-se, na verdade, de um termo usado pela psicanálise para retratar algo que nos prende e precisamos encontrar a libertação. É um modo de atuação que os integrantes de determinada família costumam repetir ao longo de gerações.

Por exemplo, existem núcleos familiares nos quais a maioria das mulheres se divorcia ou nos quais os homens morrem de acidente de carro, porque mantêm hábitos nocivos, como o alcoolismo. Pode parecer simples coincidência. Mas eu prefiro pensar que nossos sentimentos, pensamentos e crenças geram comportamentos cujos resultados podem se repetir por muitos séculos, se ninguém nunca parar para prestar atenção nas relações de causa e efeito.

Eu mesma posso ser citada: sou uma mulher de São Paulo, casada com um homem do interior, do signo de Escorpião, cuja mãe é magrinha e morena, tal como aconteceu com minha mãe décadas antes de mim. Como ela, eu também me mudei para a cidade de meu marido em busca de qualidade de vida. Até aí, essas semelhanças não parecem uma "maldição". Porém, elas sinalizam que onde minha mãe errou e eu, consequentemente, também posso errar, posto que estamos partindo do mesmo ponto, mesmo sendo mulheres diferentes.

Assim, conheço famílias nas quais as mulheres são as responsáveis por prover financeiramente, enquanto os homens pulam de emprego em emprego, sem nunca se definirem. Outras pessoas possuem filhas que acabam sempre fugindo com seus namorados ou engravidando antes da hora. Também há aquelas nas quais os homens sempre se casam com mulheres briguentas e rancorosas. 🌸OBSERVAR HISTÓRICO FAMILIAR EVITA REPETIÇÃO DE PADRÕES

Portanto, se você observar o histórico da sua família, entenderá onde poderá recair sua sina. Sua família tem muitas doenças ou problemas financeiros? São enganados com frequência, infelizes no amor ou não conseguem trabalhar no que amam? Ter clareza disso fará com que você entenda quais ações levaram a estes desfechos negativos,

🌸Eu estava descendo as escadas de um prédio comercial após sair de uma consulta, quando observo à minha frente um menino de uns 4 anos tentando vencer os degraus que pareciam desafiar o tamanho de suas perninhas. "Devagar filho", dizia calmamente o pai, que descia logo atrás do menino. Pensei: "se o pequeno tropeçar ali, nem o mais rápido reflexo impediria um tombo". O pai continuou seguindo o menino: "filho, dá a mão para o pai", mas o garoto preferiu ir sem apoio e, quando precisou se equilibrar, recorreu ao corrimão. E o pai deixou assim, observando-o atentamente.
Inicio este artigo narrando essa breve cena para ilustrar a importância do papel do pai no desenvolvimento dos filhos é grande. Quando nasce, o bebê está em total simbiose com a mãe: ela é o seu "Deus" particular, onisciente, onipotente, onipresente, que provém o alimento e tudo mais que necessita. Ficar no âmbito da mãe nos primeiros anos de vida é fundamental para o desenvolvimento sadio de uma criança - o psicoterapeuta alemão Bert Hellinger chama essa fase de "primeiro movimento afetivo". Após completar um ano e meio, ou ao dar os primeiros passos, a criança começa a se desprender lentamente da fusão emocional com a mãe e iniciar a sua jornada rumo à própria autonomia. Nesse momento, é adequado que o pai atue como separador emocional, interrompendo essa fusão e liberando tanto a mãe quanto a criança.
🌸PAI É ELO DE LIGAÇÃO COM MUNDO ADULTO

Segundo Hellinger, esse é o segundo movimento afetivo: quando a criança passa do âmbito da mãe para o âmbito do pai. Definitivamente, o pai é o elo de ligação da criança com o mundo exterior, o mundo adulto, no qual ela começa a estabelecer contato com a realidade ao seu redor e com a vida.
A adaptação ao jardim de infância ou a qualquer situação nova se torna mais bem-sucedida quando é o pai quem acompanha o desprendimento", diz a psicoterapeuta familiar Laura Gutman, no livro "A Maternidade e o encontro com a própria sombra. (Ed. Best Seller)
Voltando naquela cena das escadas, se no lugar do pai fosse a mãe a acompanhar aquela criança, provavelmente ela teria carregado o filho no colo, ou segurado sua mão - mesmo à sua revelia.⬇️⬇️

Temos muitos medos : medo de se relacionar ; medo dos relacionamentos amorosos ; de viver em abundância; de viver uma vida harmoniosa e até mesmo medo do amor !
Nós autosabotamos.
Pedimos amor para o outro e não conseguimos nos amar.
Entramos na vibração de escassez rápido com está atitude .
Você precisa lembrar que é a centelha divina
Lembrar que você é a essência do amor !
Por muito tempo este " amor " pode ter sido mostrado para você de uma " maneira " contraria. Ou até mesmo não ter se conectado ao amor .
Mas não podemos deixar as feridas de um passado ser um escudo em seu coração .
Precisamos ser consciente que hoje adulto somos 100% responsável pela nossa vida !
E principalmente pela sua vibração!
O medo é uma das vibrações mais baixas ( 100 hertz )
Sendo impossível se conectar com a essência do amor expandido ( 500 hertz ) .
Somos energia sua mente não sabe diferenciar " isto é real" / "isto é ficção". ▪Como se conectar então com o coração ? ➖Sentindo ele.
Pare agora
Feche os olhos
Sinta ele pulsando dentro de você !
Sinta cada batida do seu coração e sinta a gratidão !
Seja grato pela vida !
Olhe com os olhos da alma.
Pratique o autoconhecimento.
Medite para escutar o universo a sua voz .
Meditação é conectar com sua querida alma.
Reflita sobre isto .... " Sua vida vai continuar vazia se você conhecer apenas
as coisas que podem ser compradas e vendidas.
Relacione-se com coisas que não podem ser compradas nem vendidas.
Aquilo que não pode ser comprado é sagrado."
Osho
.
Para mais informações sobre conexão com a sua essência
Acesso o link da minha bio

Reflita !

🌸"Toda pessoa dotada de muito amor interfere no outro, mesmo sem saber.
O amor é uma energia potencialmente impactante, que atravessa o corpo espiritual como se fossem raios de sol atravessando uma janela.
Existem janelas mais fechadas, de material mais denso, onde a luz penetra pouco. Outras que o vidro é tão fino e cristalino que a luz penetra com força total.
Há vários tipos de janelas, assim como há vários estágios de maturidade espiritual.
Não há necessidade de religião para ter ligação com Deus. Essa ligação é gerada pelos pensamentos, pelos nossos atos, se somos coerentes com o que pensamos, o que falamos e o que fazemos.
É uma ligação tão fluida e ao mesmo tempo tão forte que só pode ser sentida.
Algumas pessoas funcionam como repelentes da luz. Quanto mais amor, mais se afastam. São geralmente mentes doentes e atormentadas, marcadas por existências passadas onde foram traídas, maltratadas, e hoje temem a vulnerabilidade perante o amor. Há também um tipo em que a luz deixa um certo desconforto. Ela permite que o indivíduo se veja por completo, e isso causa medo, raiva, rejeição.
Uma ou outra categoria de pessoas invejam a luz. Queriam amar e ser amadas, mas não conseguem, então lutam para ver essa luz apagada, isolada, escondida.
Mas como deter a luz? Como impedir o nascer do sol?
Certamente que ele virá! Assim como, em breve a era do amor reinará entre os homens. É inevitável.
É a lei da vida. A lei do progresso.
Ocorre que durante o amadurecimento e despertar de cada um, faceiam muitos melindres , muita maledicência, muito orgulho e arrogância. Todas essas ferramentas criadas para impedir o amor-doação.
Se já percebes uma chama de amor em seu peito, corre para afagá-la, protegendo-a do vento frio da indiferença.
Aumenta essa chama em ti se permitindo amar. Ama muito mais, não permitindo o desânimo diante da obra do amor. Encontrarás pelo teu caminho aqueles que queiram te ferir, mudar os teus conceitos e crenças sobre o mundo, no entanto, se já conquistaste a chama do amor, nada poderá apagá-la de dentro de ti.
Não permita que os carentes de amor fragilizem as tuas conquistas morais.
Segue de cabeça erguida e confiante, ⬇️⬇️

🌸Venho  falar sobre o perdão, sobre o ato de perdoarem a si próprios e a seus irmãos.
É algo que os trago, porque, nesses tempos, muitos são confrontados com antigas experiências, com antigos pesares e, as dores de eras retornam a vocês e seus irmãos.
Eis o grande desafio, Meus Filhos: perdoarem a si próprios, pois não há perdão que não seja interno. Perdoar-se é algo que se inicia internamente e reflete em sua própria atitude com seus irmãos.
E, nesses tempos, Meus Filhos, vocês têm a oportunidade de se olharem e iniciarem uma nova caminhada de Luz, de elevação, limpos de tudo que os restringiu de seu próprio Amor.
E queria os lembrar, como sua mãe, que a Luz sempre foi Luz, hoje e sempre. E vocês são Luz e Luz não condena, não julga, Luz ilumina porque é Amor. E dentro da Luz não há condenação, só Amor.
Por eras, Meus Filhos, permitiram que as experiências os restringissem, que imergindo na fisicalidade se comprometessem com o mergulho nessa experiência. Mas, Filhos, tudo o que viveram foi experiência da alma, foi experiência que os edificaram, os elevaram e que devem ser abençoadas, pois foi vivida sob as bênçãos de Deus. Não há nada que a Luz de seus próprios corações não seja capaz de iluminar com Amor.
E, a partir dessa Luz interior, do reconhecimento de sua própria Luz e da fé em sua alma, serão capazes de se elevarem em perdão. Pois, Meus Filhos, ao não ancorarem seu próprio perdão, vocês “travam” sua própria evolução.
Mas o perdoar é muitos simples: basta que se reconheçam como Seres de Luz numa experiência da alma, que estarão a se elevar através de seu próprio Amor.

O perdão é um ato sublime de auto Amor que abençoa a experiência que o enriqueceu, sem culpa, sem mágoa, sem rancor, apenas o perdão através de sua própria Luz.
Perdoar-se é se amar, é mostrar sua fé, é mostrar sua Luz, é ser, em essência, a dignidade que cada filho da Criação merece.

Enxerguem sua Luz, seu Amor, que nada mais nesses tempos será capaz de os restringir.

É uma Nova Era de Amor, um recomeço e o passado já não tem força sobre vocês, pois, no novo mundo, só o Amor imperará.
⬇️⬇️⬇️⬇️⬇️

🌸Preciso te contar uma coisa: você está sozinho. 
Nascemos sozinho nosso caminhar é sozinho e nosso morrer é sozinho !
É uma ilusão só se sentir preenchido com o outro !
Ninguém preenche ninguém. Ninguém vai ter responsabilidade emocional com você, só você.
Você não vai ser o amor da vida de ninguém, se antes disso, não for o amor da sua vida. Ninguém é obrigado a te amar, te querer, ninguém vai se perder pra te encontrar. Mas é a seu dever se amar, se querer, e não se perder em troca do amor ( que não é amor ) de ninguém.
Lembre se
Amor é leveza
Paz e calmaria !
Mas precisamos estar nesta vibração !
Leve
E em paz conosco . .
.
.
Vamos nos preencher com a essência do nosso âmago ?? .
.
Informações
No link da minha bio ❤️
Beijos de luz
#bomdia
Vanessa Quântica ✡️🕉️

🕉️Você é o protagonista da sua Vida? Ou você vive como coadjuvante de outras vidas?
Quando somos protagonistas da nossa vida, começamos viver em paz, pois estamos conectados com nossa essência.
Se associar a sonhos, metas e projetos, quando tem relação com sua essência também te faz protagonista.
Mas, se você está sendo somente coadjuvante, provavelmente, sentirá um vazio.
Um problema é acreditar que os outros devam obrigatoriamente ser coadjuvantes da nossa vida. A visão egocêntrica da existência e das relações, muitas vezes nos faz crer que somos protagonistas e que as outras pessoas devam ser coadjuvantes.
Aquilo que faz sentido para outro não necessariamente é o melhor caminho para você.
Viver como coadjuvante da vida alheia vai te afastar cada vez mais da sua essência, o que trará muitas frustrações e um grande vazio.
Por isso a base terapêutica é o questionamento: quem é você? O que você quer? Descubra qual é o seu caminho, que é único, e comece se realizar!
Boa experiência. 🕉️.
.
.
Fonte : @fissoreandrea

Most Popular Instagram Hashtags