teatro_rj teatro_rj

24 posts   248 followers   477 followings

Teatro RJ  Você ama teatro, então, aqui é o lugar certo! Peças em cartazes no Rio de Janeiro, resumo e crítica! Seja bem vindo. #teatro #atores #cartaz #diretor

“PANÇA”

A iluminação é escura, a atuação é lenta e arrastada. Aos poucos é visivel a inquietude da platéia que começa a se mexer na cadeira a procura de conforto e, em pouco tempo de peça, a metade do público dorme. Eu olho para as minhas amigas e nos seus rostos é estampada a insatisfação. A hora não passa, a peça parece nunca terminar e, antes do término, algumas pessoas saem. Certamente, se uma pessoa que nunca foi ao teatro, ao assitir esta peça, sairá com uma visão totalmente distorcida do que é um bom teatro, pois a peça deixa a desejar.

Temporada: 03 de agosto a 02 de setembro de 2018,
Local: Teatro Glauce Rocha –
Endereço: Av. Rio Branco, 179, Centro
Tel: (021) 2220 0259
Dia\hora: quarta a domingo, 19h.
Ingressos: R$30 inteira /R$15 meia (aceita cartões)
Capacidade: 202 lugares
Faixa etária: 14 anos
Duração: 55 minutos
FICHA TÉCNICA
Gênero: tragicomédia
Atuação: Beto Magnani
Texto: Leo Lama
Direção: Robert Coelho
Assistência de Direção: Johnny Faustino
Desenho de Luz: Osvaldo Gazotti
Trilha Sonora: Fernando Vasques
Cenário: Silvia Mokreys
Figurino: F.F. Kokocht
Assistência de Figurino: Gilda Vandendrande
Fotografia e Vídeo: Gabriel Seabra
Identidade Visual: Magú
Direção de Produção: Gabriela Fiorentino
Produção Executiva: Ton Prado e Johnny Faustino
Produção: Charge Produções Artísticas:
Realização: Quadrilha de Teatro Notívagos Burlescos
Produção Rio de Janeiro: Ana Barros
Assessoria de imprensa: Lyvia Rodrigues

São ótimo atores, mas os personagens poderiam ser melhores dividos, pois o mesmo ator que interpreta o sapo no céu em seguida faz o patinho feio que é interpretado por todos, dessa forma fica muito confuso, não só para os adultos, mas principalmente para a crianças. A peça envolve música e dança, os atores contam as histórias de três fábulas clássicas infantis: A Festa no Céu, O Patinho Feio e A Cigarra e a Formiga.
Autor: Domínio Público

Adaptação: Anilia Franscisca

Direção: Anilia Franscisca

Elenco: Carol Salles, Alan Quitanilha, Mariana Bridi e Leonardo Gall

Dias, horários e valores: 
Sábado às 16:00 - R$ 20,00 (Valor inteira
@teatroserrador @drinkerita @musicasonora @anatavares26 @eraumavezquemquisercontetres

O elenco te convida a assistir esse premiadíssimo espetáculo "Matador de Santas " no Planetário da Gavea.

Útima Semana.

Sábado as 21h e domingo as 19h.

Não Percam!

@rohanbaruck @planetariodorio @teatromunicipalmaria @anatavares26 @musicasonora @drinkerita

Não percam! Duas unicas apresentações.

Venha se emocionar com esse incrivel espetáculo, últimos dias.

Peça: Urbana

Autora/Direçao/ Elenco : Glaucy Fragoso

Supervisão Geral:Julio Adrião

Co -Direção: Roberto Rodrigues

Teatro: Serrador
Rua Senador Dantas, 13, Cinelandia.

Terças e Quartas as 19:30h

Valor R$40,00 reais "Urbana" é um solo de teatro físico, baseado em fatos reais, de uma cidade que vive uma histórica e desigual disputa de território entre diversos poderes paralelos.
No espetáculo, o corpo da atriz é a cidade, em guerra, onde circulam os invisíveis e indesejados, pessoas que moram nas ruas, traficantes, loucos transeuntes, assaltantes, pessoas reais que Glaucy Fragoso encontrou pelas margens da cidade, em situações de risco, abandono e violência comuns dos grandes centros. Encontros que revelaram a humanidade desses indivíduos, para além da marginalização a que estão sujeitos. @glaucyfragoso
@urbana.o.espetaculo @musicasonora @drinkerita @anatavares26 @teatroserrador @julioadriao

Um dos melhores espetáculos dos últimos tempos "A VIDA PASSOU POR AQUI " esta em cartaz na Casa de Cultura Laura Alvim. NÃO PERCAM!!! O texto, vencedor do Prêmio APTR 2017, rendeu à atriz Claudia Mauro outras indicações, e conta a história de uma amizade entre uma mulher e um homem de mundos diferentes uma professora e artista plástica que viveu às voltas com as crises em seu casamento e um contínuo, de hábitos simples, inteligente por natureza.
Há quase dois anos em cartaz, com direção de Alice Borges e Édio Nunes em cena ao lado de Claudia, a peça foi criada a partir da experiência pessoal da atriz com sua família e lança um olhar otimista sobre o envelhecimento e as angústias da vida e da passagem do tempo.
Serviço
Teatro Laura Alvim. Avenida Vieira Souto 176, Ipanema (2332-2015). R$ 40. Sáb, às 21h. Dom, às 18h30 e 20h30. 90 min. 14 anos. Reestreia domingo. @claudiamauro45 @edio.nunes @casadeculturalauraalvim @anatavares26 @drinkerita @musicasonora

A montagem conta a história do reencontro de duas irmãs, dois anos após a morte da mãe. Janaína (Jaqueline Roversi) jamais saiu da casa da família na serra, onde elas passaram a infância. Ela mantém um ateliê de artes, segue a profissão da mãe, contadora de histórias, e estuda mitos e culturas ancestrais.
Joana (Jordana Korich), por sua vez, foi estudar na capital e se tornou engenheira. Tem uma visão mais prática da vida, valoriza e persegue a realização financeira.
Em Pandora, as referências históricas vão desde as antigas sociedades pré-patriarcais até as relações do meio social com o feminino nas tradições das mais variadas culturas.
A peça se baseia em um estudo sobre civilizações e sociedades representavam a mulher, os lugares que ela ocupou em diferentes épocas e o resultado de tudo isso na atualidade.
Pandora
Gênero: Drama
Direção: Leona Cavalli
Elenco: Jaqueline Roversi e Jordana Korich
Local: Sala Rogério Cardoso ('Porão') da Casa de Cultura Laura Alvim - Av. Vieira Souto 176, Ipanema
Horários: Sextas e sábados 19h e domingos 18h.
Duração: 50 min
Classificação 12 anos
@drinkerita @musicasonora @anatavares26 @anatavares26 @leonacavalli @jaquelineroversi @jordanakorisch #lauraalvim #Ipanema #teatro #artista #atrizes

NÃO PERCA ESSE INCRÍVEL E PREMIADO ESPETÁCULO ‘O Matador de Santas’
Texto: Jô Bilac
Direção: Daniel Ferrão
Assistente de Direção: Fernanda Arrabal
Gênero: Tragicomédia
Classificação: 12 anos
Temporada: De 03 a 26 de agosto de 2018
Sextas e sábados, às 21h; e domingos, às 19h.
Local: Teatro Municipal Maria Clara Machado – Av. Padre Leonel Franca, 240 – Gávea. No planetário d Gávea.
Bilheteria: R$40 (inteira) e R$20 (meia).
Ficha Técnica
Elenco: Agatha Duarte, Anderson Alcantara, Débora Soares, Dei Ribas, Dyogo Botelho (stand in), Fabiano Bernardelli, Léo Torres, Natalia Di Vaio e Rohan Baruck.
Produção Artística: Anderson Alcantara e Léo Torres
Produção executiva: Rohan Baruck
Preparação Corporal e Direção do Movimento: Fernanda Dias
Cenário: Cachalote Mattos
Figurino e Visagismo: André Vital
Costura: Caio Braga
Design de Luz: Luan de Almeida
Trilha Sonora: Wendel Pinheiro, Daniel Ferrão e Marcio Fuentes
– Espetáculo contemplado com o Edital Novas Cenas 2014.
– Representante da Mostra de Teatro Sesc da Zona Norte 2015.
– Vencedor de ‘Destaque de Figurino’ para André Vital, no Prêmio Paschoalino de Teatro – 2015. Indicado em 12 das 16 categorias, entre elas Melhor Espetáculo e Melhor Direção.
– Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante para Rohan Baruck e indicação de Melhor Atriz Coadjuvante para Agatha Duarte, no 12º Festival Nacional de Teatro de Duque de Caxias.

O texto é fraco, a iluminação é escura, figurino também não é nada demais, a trilha sonora é boa e alguns atores também, mas nao salva a peça.

ULTIMOS DIAS, NÃO PERCA!
Conforme a trama se desenrola, acompanhamos a vida de moradores de perfis bem diversos, como: um casal amoral que está por trás da desapropriação do edifício e que pretende lucrar com a construção do exótico aquário; uma idosa solitária que vive nas redes sociais procurando por um par; um síndico pacato e acomodado que resolve pular a cerca e viver uma tórrida paixão; um trio de namorados composto por dois homens e uma mulher que discutem juntos a questão da maternidade a três; uma senhora conservadora que acaba se consolando com o porteiro após uma decepção com o marido; um grupo apático de moradores que passam o dia deitados no sofá ouvindo Bob Dylan e questionando tudo e não fazem absolutamente nada para mudar a realidade, em uma inércia desconcertante, que reflete os tempos atuais; um militante gay que tenta reagir à desapropriação, mas acaba sofrendo uma violência por parte de outro morador; uma família de refugiados que vivem brigando dentro de uma língua desconhecida; crianças que se reúnem no play e repetem os preconceitos dos pais, e por aí vai... Essas histórias vão tendo seus fios puxados e se esbarrando aqui e ali, em uma estrutura dramatúrgica de multi-trama, onde todos são protagonistas e cujo tema maior é o comportamento humano e suas idiossincrasias e contradições.

Texto e Direção: Cristina Fagundes 
Diretor Assistente: Fernando Melvin

@anatavares26 @drinkerita @cristinafagundes100

Sábado e domingo, as 15h e 17h, na Quinta da Boa Vista. Entrada 40 reais e meia 20 reais.

Most Popular Instagram Hashtags