#vexilologia

232 posts

TOP POSTS

La colección de la Vexilologa. Gracias por su aporte. #flags #banderas #colection #vexilology #vexilologia

So many flags 😍 #DoS #vexilologia​ #vexilology

Banderas ondeando #Bolivia #Vexilologia

Bandera ayuujk #ayuujk #mixe

In 2016 I painted in Bogotá, Parque Nacional Natural Tayrona and San Andrés Isla (Colombia), Gdansk and Warsaw (Poland), Milan, Lodi and Osimo (Italy), Berlin (Germany), Paris and Vierzon (France), Neuquén, Villa El Chocón, Córdoba Capital and my beloved Buenos Aires (Argentina).
This is one of the pieces that demanded me the most effort and made me feel the most intense emotions to this day.
A toast to the passion for work, the links that are generated from painting and the experiences that are out of the ordinary.
Aguante todo.
Hello 2017.

“Schody do S​​łońca” (Stairway to Sun)
@muralegdanskzaspa
Gdansk, Poland, 2016
This work continues the series about vexillology, geometry and color studies. I selected 20 flags of different countries of the world that has the symbol of the Sun in its design. United, they build a path to the light.
Tibet, Nepal, Argentina, Moldova, Malaysia, Philippines, Kiribati, Mongolia, Australian Aboriginal Flag, Japan, Bangladesh, Uruguay, Kazakhstan, Taiwan, Niger, Antigua and Barbuda, Malawi, Macedonia, Rwanda and finally Poland.
Thanks to Piotr Szwabe, Magdalena Pela, @edyta_kowalewska and Gdansk Zaspa inhabitants, compromised people with this project.
Beautiful days spent next to @david.petroni
Detail: Lech Wałęsa used to live in this building during the eighties. He was the leader of “Solidarity” movement, 1983 Nobel Peace Price and the first president of Poland after the fall of communist regime (1990-1995).
#amorbuenosaires #buenosaires #argentina #gdansk #gdanskzaspa #polonia #poland #monumentalartfestival #muralegdanskzaspa #muralismo #muralism #mural #bandera #flag #vexilologia #vexillology #sol #sun

Que linda nuestra bandera !!! 🇦🇷 #vexilologia #vexilology #vexilologia #EE #EstebanEcheverría

Comunidad galesa de Trelew. #trelew #wales #chubut #vexilologia #vexilology

Casa rosada respetó la normativa. #SanMartin #Duelo #vexilologia #Argentina #17deagosto #Decreto

MOST RECENT

Casa rosada respetó la normativa. #SanMartin #Duelo #vexilologia #Argentina #17deagosto #Decreto

Los duelos nacionales o provinciales son establecidos mediante decreto por el nivel que corresponda.
Los mismos pueden ser hasta 9 días.

Si durante los días de duelo está el 25 de mayo o 9 de julio, el duelo se interrumpe sin posponer el día.

En el año 1988, el 15 de agosto, mediante decreto dlel PEN se estableció que los días 17 de agosto permanecerán una hora en duelo a partir de las 14.30 hs las banderas en todo territorio nacional argentino en señal de duelo por la muerte del Gral. San Martín, recordando el horario en el que falleció.

#SanMartin #Duelo #vexilologia #Argentina #17deagosto #Decretos @granaderosacaballo @fuerzasarmadas_patriasarg @banderas_casacesto @sebastian.sanmartin

Un grave error vexilológico que suele cometerse es poner los accesorios nacionales a las banderas extranjeras cuando ellas tienen legislado lo que deben llevar

#vexilologia #Vexilonomía #Pence #USA #Macri #aguila #Errores #Moharra @vexillologica @flagsotw

"Crucigram 2”
@baikaltotem International Cultural Forum
Baikalsk, Siberia, Russia, 2017
Photo: Анна Белянина

Baikalsk is a small town located on the southern shore of lake Baikal, the deepest lake in the world and one of the most important freshwater reserves. During the sixties, under the regime of the U.S.S.R., a cellulose factory called "BCBK" was installed in the area. For 50 years the toxic waste was discarded in the lake, polluting the water till the factory closing in 2013.
"Baikal Totem" is an international cultural forum born in 2014 in Irkutsk, one of the most important cities of Siberia. The focus of the project is to raise awareness through cultural exchanges about the lake and the freshwater sources in Russia.
Thanks to Andrey Sh, Anatole Boroznenko, @street_art_institute, Polina Ej, @albinamotor y @kupertpro.

Baikalsk es una pequeña ciudad ubicada en la costa sur del lago Baikal, el más profundo del mundo y una de las reservas de agua dulce más importantes. Durante la década del ’60, bajo el régimen de la U.R.S.S., una fábrica de celulosa llamada “BCBK” se instaló en la zona. Durante 50 años desechó sus residuos tóxicos en el lago, contaminando gran parte de sus aguas hasta que la fábrica cerró en el 2013.
“Baikal Totem” es un foro cultural internacional creado en el 2014 en Irkutsk, una de las ciudades más importantes de Siberia. El foco del proyecto es generar conciencia a través de intercambios culturales en relación al lago y las fuentes de agua dulce en Rusia.
Gracias a Andrey Sh, Anatole Borosnenko, Street Art Institute, Polina Ej, Albina Motor y Konstantin Kupert.
#crucigram2
#baikaltotem #baikalsk #baikal #irkutsk #siberia #russia
#buenosaires #argentina
#flag #bandera #vexillology #vexilologia
#mural #muralism #muralismo
#amorbuenosaires

"Crucigram 2”
@baikaltotem International Cultural Forum
Baikalsk, Siberia, Russia, 2017

Baikalsk is a small town located on the southern shore of lake Baikal, the deepest lake in the world and one of the most important freshwater reserves.
During the sixties, under the regime of the U.S.S.R., a cellulose factory called "BCBK" was installed in the area. For 50 years the toxic waste was discarded in the lake, polluting the water till the factory closing in 2013.
"Baikal Totem" is an international cultural forum born in 2014 in Irkutsk, one of the most important cities of Siberia. The focus of the project is to raise awareness through cultural exchanges about the lake and the freshwater sources in Russia.
Thanks to Andrey Sh, Anatole Boroznenko, @street_art_institute, Polina Ej, @albinamotor y @kupertpro.

Baikalsk es una pequeña ciudad ubicada en la costa sur del lago Baikal, el más profundo del mundo y una de las reservas de agua dulce más importantes.
Durante la década del ’60, bajo el régimen de la U.R.S.S., una fábrica de celulosa llamada “BCBK” se instaló en la zona. Durante 50 años deshechó sus residuos tóxicos en el lago, contaminando gran parte de sus aguas hasta que la fábrica cerró en el 2013.
“Baikal Totem” es un foro cultural internacional creado en el 2014 en Irkutsk, una de las ciudades más importantes de Siberia, para generar conciencia a través de intercambios culturales sobre el lago y las fuentes de agua potable en Rusia.
Gracias a Andrey Sh, Anatole Borosnenko, Street Art Institute, Polina Ej, Albina Motor y Konstantin Kupert.
#crucigram2
#baikaltotem #baikalsk #baikal #irkutsk #siberia #russia
#buenosaires #argentina
#flag #bandera #vexillology #vexilologia
#mural #muralism #muralismo
#amorbuenosaires

"Crucigram 2”
@baikaltotem International Cultural Forum
Baikalsk, Siberia, Russia, 2017

Baikalsk is a small town located on the southern shore of lake Baikal, the deepest lake in the world and one of the most important freshwater reserves.
During the sixties, under the regime of the U.S.S.R., a cellulose factory called "BCBK" was installed in the area. For 50 years the toxic waste was discarded in the lake, polluting the water till the factory closing in 2013.
"Baikal Totem" is an international cultural forum born in 2014 in Irkutsk, one of the most important cities of Siberia. The focus of the project is to raise awareness through cultural exchanges about the lake and the freshwater sources in Russia.
Thanks to Andrey Sh, Anatole Boroznenko, @street_art_institute, Polina Ej, @albinamotor y @kupertpro.

Baikalsk es una pequeña ciudad ubicada en la costa sur del lago Baikal, el más profundo del mundo y una de las reservas de agua dulce más importantes.
Durante la década del ’60, bajo el régimen de la U.R.S.S., una fábrica de celulosa llamada “BCBK” se instaló en la zona. Durante 50 años deshechó sus residuos tóxicos en el lago, contaminando gran parte de sus aguas hasta que la fábrica cerró en el 2013.
“Baikal Totem” es un foro cultural internacional creado en el 2014 en Irkutsk, una de las ciudades más importantes de Siberia, para generar conciencia a través de intercambios culturales sobre el lago y las fuentes de agua potable en Rusia.
Gracias a Andrey Sh, Anatole Borosnenko, Street Art Institute, Polina Ej, Albina Motor y Konstantin Kupert.
#crucigram2
#baikaltotem #baikalsk #baikal #irkutsk #siberia #russia
#buenosaires #argentina
#flag #bandera #vexillology #vexilologia
#mural #muralism #muralismo
#amorbuenosaires

Habiamos dicho tantas que se repetian uhh

#vexilology #vexilologia #banderas #flags #fun #diversion #cosas #Mika:v #llo #dueloepico

MARTINICA

A Martinica é uma ilha situada no Mar do Caribe, América Central. Próxima a Dominica e Santa Lúcia, foi descoberta em 1502 por Cristóvão Colombo, tendo sido ocupada pelos franceses em 1635.

Em 1946, de acordo com a manutenção da ordem colonial de França no pós-guerra, a Martinica teve seu status alterado para Departamento de Ultramar francês. Importantes pensadores e escritores defensores do fim do colonialismo pelas nações europeias nasceram na ilha, como Frantz Fanon e Aimé Cesaire.

Desde os anos 1970 e 1980, muitos são os grupos de esquerda que têm defendido, pacificamente, a independência martinicana.

A Martinica tem como capital a cidade de Fort-de-France - tida como a mais francesa das cidades fora da França -, e é famosa também pela produção de rum. Em 1902, o vulcão situado ao norte da ilha, o Monte Pelée, ainda hoje ativo, matou cerca de 30.000 pessoas na sua última erupção, destruindo por completo a antiga capital, Saint-Pierre.

#Martinica #Martinique
#Indépendance
#Bandeiras #Vexilologia
#ProjetoOMundoéumaConfusão

GUADALUPE

Descoberto em 1493 por Cristóvão Colombo, Guadalupe, pequeno arquipélago das Antilhas, no Mar do Caribe, situado a uns 600 km das costas da América do Sul e ao sudoeste da República Dominicana, foi ocupada por tropas francesas em 1635 em meio a uma guerra de extermínio contra sua população autóctone, os índios caribe.

Em 1947, o governo francês conseguiu fazer com que Guadalupe saísse da lista de territórios não autônomos (coloniais) elaborada pela Assembléia Geral das Nações Unidas, e a converteu em Departamento de Ultramar da França.

A revolta contra o domínio colonial francês eclodiu de forma mais violenta a partir de 1978, quando surge o grupo armado de esquerda Union Populaire pour la Liberation de Guadeloupe (UPLG). Durante duas décadas a UPLG promoveu ações violentas como atentados e ataques explosivos a instituições do arquipélago visando forçar a França a permitir que Guadalupe conquistasse sua sonhada independência. Hoje, a UPLG continua essa luta, todavia, pela via pacífica das disputas nas urnas.

Guadalupe, cuja capital é Basse-Terre, hoje é um importante destino turístico caribenho, e possui uma infraestrutura de primeiro mundo. Este fato se constitui como um entrave de fato para que sua população leve adiante o sonho da soberania política. O domínio colonial certamente é terrível, mas igualmente pesarosa é a incerteza quanto ao que a autodeterminação poderá acarretar em termos de manutenção ou não dos altos indicadores socioeconômicos guadalupenhos.

#Guadalupe #Guadeloupe
#Indépendance
#Bandeiras #Vexilologia
#ProjetoOMundoéumaConfusão

SÁPMI (LAPÔNIA)

Não, não me venham com o feliz clichê "Hohoho" das festividades natalinas para dizer que essa é a terra do Santa Claus (vulgo Papai Noel). Nem venham chamar essa região do planeta de Lapônia. Saibam que certamente não estarão sendo corteses nem agradáveis com os samis, como preferem ser chamados os habitantes dessa fria e remota porção da Europa.

Situada no extremo noroeste do continente e abrangendo territórios de quatro nações - Noruega, Suécia, Finlândia e Rússia -, Sápmi é rica em recursos naturais, bem como abriga o povo sami, de língua e cultura tradicionalíssimas, cuja história ainda é pouco conhecida.

A norueguesa Tromsø é a principal cidade de Sápmi, que a despeito de não possuir um sentimento nacionalista agregador dos interesses locais de seu povo, guarda um desejo manifesto de reconhecimento e respeito por parte de todos quanto ao valor de sua história social.

#Sápmi #Tromsø
#SantaClaus
#Bandeiras #Vexilologia
#ProjetoOMundoéumaConfusão

ÍSTRIA

Situado na Croácia, às margens do estonteante litoral do Mar Adriático, o Condado da Ístria trata-se de região que sofre forte influência da vizinha Itália, inclusive ao nível da língua italiana, bastante falada por lá.

Isto se deve ao processo histórico-cultural de formação da Ístria, que remonta à época do poderoso Império Romano na Antiguidade, ao Reino de Veneza na Idade Moderna e à Itália propriamente dita no século XX.

Com o fim da II Guerra Mundial, a mediação da ONU levou à repartição da Península da Ístria, nos anos 50, entre italianos (onde hoje se situa a cidade de Trieste) e iugoslavos (onde hoje temos os territórios eslovenos e croatas). Não há um movimento emancipacionista ou autonomista com grade atuação ou que conte com muitos defensores locais.
Suas principais cidades são a capital Pazin e a portuária Pula.

#Ístria #Istra
#Croácia #Bandeiras
#Vexilologia
#ProjetoOMundoéumaConfusão

ÅLAND

Situado no gélido Mar Báltico, entre a Finlândia e a Suécia, o arquipélago de Åland constitui um dos casos mais emblemáticos na Europa de que dominação política e dominação cultural nem sempre andam acompanhadas.

Åland, cuja capital é Mariehanm, é uma província autônoma e desmilitarizada pertencente à Finlândia, mas cuja vida sócio-cultural está totalmente sob influência da vizinha Suécia. Seu idioma é o sueco, sua população é de origem sueca e seus costumes e tradições vêm da Suécia, entre outros aspectos.

Isto se explica pelos históricos conflitos na região envolvendo os países escandinavos e a toda poderosa Rússia. Até o século XIX, Åland e a Finlândia eram territórios suecos; todavia, foram perdidos para os russos.

Em 1917, quando a Finlândia se torna independente, esta se recusou a devolver Åland à Suécia. Seus habitantes, insatisfeitos, logo conspiraram para que os suecos ocupassem o arquipélago, o que de fato ocorreu, ainda que tenham sido por poucos dias. À época, a questão teve de ser resolvida pela Liga das Nações - o embrião das Nações Unidas, surgido logo após a I Guerra Mundial.

A Liga das Nações optou por uma decisão que buscasse satisfazer tanto finlandeses como os "suecos" de Åland. As ilhas deveriam continuar sob o controle administrativo da Finlândia, mas esta se comprometeria a propiciar aos habitantes de Åland as condições para que eles mesmos decidissem sua vida política, econômica e cultural como bem entendessem. Por sua vez, Åland não poderia tomar decisões que estivessem desalinhadas com os princípios da Constituição finlandesa, bem como pudessem pôr em risco a segurança e soberania nacional da Finlândia - daí os termos da desmilitarização de Åland.

Essas decisões se refletem no fato do arquipélago ter um Parlamento próprio e possuir regras específicas para sua participação na União Europeia, um pouco diferentes daquelas válidas para a Finlândia. Ademais, Åland tem um assento próprio no Conselho Nórdico, instituição máxima para a defesa dos interesses das nações escandinavas.

#Åland #Finland
#Bandeiras #Vexilologia
#ProjetoOMundoéumaConfusão

CANTÁBRIA

A Cantábria é mais uma das comunidades autônomas que constituem o território da Espanha.

Situada ao norte do país, entre as Astúrias e o País Basco, possui um tradicional nacionalismo de esquerda, porém pouco enraizado em sua sociedade. Difícil, portanto, imaginar a viabilidade de um projeto independentista cantábrio nos dias atuais.

Sua maior e principal cidade é Santander.

#Cantábria #Cantabria
#Santander
#Bandeiras #Vexilologia
#ProjetoOMundoéumaConfusão

CÓRSEGA

Aqui temos o caso mais emblemático de nacionalismo e luta independentista na França. Esta ilha, a quarta maior do Mar Mediterrâneo, que se encontra separada da Sardenha por um estreito canal, há mais de dois séculos representa uma dor de cabeça para o governo central de Paris.

A história moderna da Córsega remonta a algumas décadas antes da Revolução Francesa de 1789, quando Gênova vendeu a ilha à França. O problema maior nisso tudo é que o povo corso sempre esteve ligado mais a Itália em termos culturais do que a França, inclusive ao nível linguístico com o corso, a língua que boa parte da população ainda domina, a despeito da proibição do seu ensino formal nas escolas públicas.

De lá para cá, os corsos sempre reivindicaram sua maior autonomia política, mais particularmente a independência. Pela distância da França continental, a Córsega se sente totalmente esquecida. De fato, os indicadores sociais da ilha são disparados os piores de todo o território francês.

Terra de Napoleão Bonaparte, a Córsega viu nascer, na segunda metade do século XX, a Frente de Libertação Nacional da Córsega (FLNC), movimento que usou como estratégia de luta política atentados, sequestros, roubos etc. Vale ressaltar a ligação da FLNC com a máfia italiana, o que explicaria a costumaz violência de suas ações.

Detentora de uma paisagem natural deslumbrante, a Córsega tem como principais centros urbanos Ajaccio e Bastia. A luta pró-independência continua firme na ilha. De tanto insistir, é possível que um dia os corsos conquistem a tão sonhada soberania nacional.

#Córsega #Corsica #Corse
#Ajaccio #Bastia
#Bandeiras #Vexilologia
#ProjetoOMundoéumaConfusão

ARPITÂNIA

Situada na parte ocidental dos Alpes, a Arpitânia pode ser descrita como uma região forjada em termos culturais, sobretudo ao nível linguístico. Seu nome, criado nos anos 1970, se deve ao vocábulo Arp(e)s, como os Alpes são chamados nos dialetos arpitanos (ou franco-provençais). A Arpitânia compreende territórios de países como França, Itália e Suíça. Importantes cidades, de grande influência econômica, política e cultural, fazem parte da região arpitana, como Lyon, Saint Etienne, Grenoble, Genebra, Sion, Losanne e Nechatel.
Apesar de não haver disseminado um sentimento local de reconhecimento da Arpitânia como uma entidade político-cultural de existência histórica propriamente dita, os regionalismos e nacionalismos que têm se acentuado na Europa nas últimas décadas poderão talvez revelar novos e surpreendentes capítulos para a população residente nessa porção tão fria do Velho Continente.

#Arpitânia
#Bandeiras #Vexilologia
#ProjetoOMundoéumaConfusão

Most Popular Instagram Hashtags