[PR] Gain and Get More Likes and Followers on Instagram.

#orixas

MOST RECENT

Orixá symbology. Photo credit to @big26ale my beautiful student.
#orixas #bahia #afrobrazilianculture #culturaafrobrasileira

#Obrigado Senhor #JesusCristo e aos #Orixas por mas um ano de vida e saúde e pôr estar com #Vida e #Saúde para poder viver ao lado da Minha #Família.
Que #Deus e Os #Orixas me #Abençoe e me #Proteja sempre e que os meus #Sonhos e #Desejos sejam realizados com muita #Fé, abençoe sempre minha #Família com muita #Paz #Saúde #Felicidade e #Proteção sempre e aos meus #Amigos também.
#Obrigado #Deus Por Todas As Bênçãos Dadás pelo Senhor #Obrigado.👼👐
PARABÉNS PRA ME!👏👏👏🎂🎂🎉🎉🎉🎶🎶🎶 2....🤔😁

Boa Noite!!!!!!! Yemonjá da nossa cliente Juliana ( @jully_basilio )!! #boanoite #boanoitee #sabado #sabadao #candomblé #ketu #angola #umbanda #umbandasagrada #odoya #odociaba #yemonja #yemanja #iemanja #orixas #mogidascruzes #sp #brasil #jkbonecos

Façam suas encomendas!
R$50,00 + Correio
(11)97448-2569 (whatsapp)
https://www.facebook.com/jkbonecos/

Boa noite, estimados irmãos de fé. 🙏🏻🧙🏻‍♂️

Foi demais!!!! #BigUp #ogum #orixas #axe

Sobre a história do candomblé:

Dentre as nações africanas praticantes do animismo, cada uma tinha, como base, o culto a um único orixá. A junção dos cultos é um fenômeno brasileiro em decorrência da importação de escravos onde, agrupados nas senzalas, nomeavam um zelador de santo, também conhecido como babalorixá no caso dos homens e iyalorixá no caso das mulheres.

A religião tem, por base, a anima (alma) da Natureza, sendo, portanto, chamada de anímica. Os sacerdotes africanos que vieram para o Brasil como escravos, juntamente com seus orixás/nkisis/voduns, sua cultura, e seus idiomas, entre 1549 e 1888, é que tentaram de uma forma ou de outra continuar praticando suas religiões em terras brasileiras. Foram os africanos que implantaram suas religiões no Brasil, juntando várias em uma casa só para a sobrevivência das mesmas. Portanto, não é invenção de brasileiros.

Embora confinado originalmente à população de negros escravizados, inicialmente nas senzalas, quilombos e terreiros, proibido pela igreja católica, e criminalizado mesmo por alguns governos, o candomblé prosperou nos quatro séculos, e expandiu consideravelmente desde o fim da escravatura em 1888. Estabeleceu-se com seguidores de várias classes sociais e dezenas de milhares de templos. Em levantamentos recentes, aproximadamente 3 milhões de brasileiros (1,5% da população total) declararam o candomblé como sua religião.
Na cidade de Salvador existem 2.230 terreiros registrados na Federação Baiana de Cultos Afro-brasileiros e catalogados pelo Centro de Estudos Afro-Orientais da UFBA, (Universidade Federal da Bahia) Mapeamento dos Terreiros de Candomblé de Salvador.

Fonte: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Candomblé

#candomblé #historiadocandomble #negros #orixas #religiaoafro #africa #brasil #escravos
#senzalas

Sobre os atabaques:

Nos terreiros de Umbanda e de candomblé, os três atabaques utilizados são chamados de RUM, RUMPI e LE. O RUM, o maior de todos, possui o registro grave, através dele que a as energias chegam na Casa, é o puxador; o do meio, RUMPI, em o registro médio, é o atabaque que faz a proteção, e o atabaque responsável pela maior quantidade de dobras (repique diferente, com entonação forte); o LE, o menor, possui o registro agudo, é usado por aprendizes, e é o atabaque que faz a ligação de som de atabaque com som de canto. O trio de atabaques executa, ao longo da gira, uma série de toques que devem estar de acordo com os Orixás ou Linhas chamadas que vão sendo evocados em cada momento do trabalho.

A diferença entre uma Curimba e uma Engoma é simples, a CURIMBA é a Dança do Orixá ou Entidade no meio do Terreiro. Os instrumentos que compõe a curimba são os atabaques, não fazendo menção a outros instrumentos. Já a ENGOMA é o Conjunto de instrumentos musicais usados no Terreiro: Atabaques, Agogôs, violões, tambores, etc.

Cada Terreiro quando possui seus Atabaques cruzados, um Caboclo se apresenta como Chefe da Curimba, onde é através dele que se define quem serão os Ogãns (Médiuns cruzados que já sabem curimbar). Este Caboclo também da permissão para pessoas novas aprenderes, sendo Atabaqueiros.

Com a evolução e grau de aprendizado esses Atabaqueiros também recebem suas guias de Ogãns. Mas Bater atabaque é somente meia parte do dever do Ogãn, este deve aprender a cantar com seu Coração, não precisando olhar para suas mãos, e tendo sincronia com o que está havendo no trabalho.

Fontes (editado): http://umbandareligiaobrasileira.blogspot.com.br/2011/04/musicalidade-na-umbanda-atabaques.html?m=1

#atabaque #candomble #umbanda #terreiros #festas #orixas #curimba #xires #cantigas #atabaqueiros #ogas #rum #rumpi #le

Paz ✌🏻

Agradecemos a todos que têm a Grātus no coração! 💚💚💚 www.gratusbrasil.com.br

AfroContemporaneo con Ezequiel Barrios en la Troupe💚
🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥
#afro #africandance #afrodance #jump #africandancer #axe #afrocontemporary #afrocontemporaneo #orixas #orichas

Most Popular Instagram Hashtags