#instarec

MOST RECENT

#tqmresenha ⇜ Batman, Criaturas da Noite | @marieluthewriter | @editoraarqueiro | 4🌟
.
"Batman: Criaturas da Noite" vai falar sobre a juventude do nosso querido Batman, antes dele ser o sombrio justiceiro mascarado, Bruce era apenas um jovem milionário, mas que nunca causou mal algum para ninguém. No dia que completou 18 anos e se tornar o jovem mais rico do mundo e dono das indústrias Wayne, Bruce está no famoso Baile Beneficiente que já é tradição em Gothan City.
.
Após um desentendimento, ele decide dar uma volta de carro para clarear a mente e tentar desestressar. No entanto, ele se vê no meio de uma perseguição policial e em um momento de querer fazer justiça com as próprias mãos, Bruce usa o próprio carro para para o bandido fugitivo
.
Agora, Bruce tem que cumprir cinco semanas de serviço comunitário na penitenciária de segurança máxima de Arkham. Derrotado, mas sem muitas expectativas de fugir do serviço comunitário, ele decide cair de cabeça (já que não tem muita opção). Dentro da penitenciária ele acaba conhecendo a misteriosa e garota de poucas palavras Madeleine
.
Bruce começa a ficar intrigado e curioso para saber o que ela está fazendo ali, uma garota da mesma idade dele não pode ter feito muita coisa errada. E é aí que ele se engana, Bruce se vê cada vez mais intrigado e conectado com essa pessoa que ele mal conhece e que pode trazer a sua ruína nas mais diferentes formas
.
O livro vai fazer com que você questione o conceito de vilão e mocinho, assim como apresentar algumas lições sobre amizade, família e confiança. Marie Lu conseque fazer com que o leitor mergulhe no livro sem ver a hora de parar. Eu fiz a leitura desse livro em um dia porque simplesmente não conseguia colocar o livro de lado e fazer qualquer outra coisa
.
Não há exageros na história, é tudo na medida certa. A amizade entre Harvey, Dianne e Bruce é genuína, e não baseada em interesse, assim como a lealdade de Alfred que passa por várias situações inimagináveis para proteger Bruce. Os persagens são bem construídos e todos tem um arco importante no enredo. É tudo amarradinho e o livro não deixa pontas soltas.

🏹 #tqmresenha 🏹 MARAVILHA - SEMENTES DA Guerra | @editoraarqueiro | @lbardugo | 3🌟
.
O livro é narrado em terceira pessoa e através de capítulos narrados por Alia e Diana, conseguimos entender o que está acontecendo. Leigh Bardugo conseguiu muito mais do que contar a história de duas personagens, ela conseguiu mostrar o poder feminino e o quão importante são os laços de amizade.
.
O livro é completo para os novos fãs dos super heróis mais famosos. Tem ação, mensagens sobre amizade, família, sobre ser corajoso e enfretar as mais diversas situações e achar o seu lugar no mundo, não vivendo na sombra de outras pessoas. Ao passo que Diana busca o reconhecimento de sua mãe e das amazonas, Alia tenta fazer o mesmo para conseguir o respeito de seu irmão.
.
"Mulher-Maravilha" também conta com um toque de representatividade através da Nim, melhor amiga de Lia. Além da dose de diversidade Nim também é responsável pelo alívio cômico nas cenas mais pesadas.
.
Apesar de falar vários pontos positivos do livro, acredito que também devo dizer algo que não gostei tanto. O livro é meio enrolado e lento em algumas partes, e na minha cabeça eu esperava algo mais relacionado com o filme e não foi o que aconteceu. Se você quer algo mais parecido com o filme, não leia esse livro. Se for fazê-lo, tenha em mente que "Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra" fala por si só, sem fazer qualquer conexão com mídias anteriores.E eu também queria dizer que queria mais cenas de ação. Teve bastante, mas eu queria muito maaaiiiis!

📌 TAG TUESDAY 📌 - Hoje é dia de TAG aqui no IG. Eu vi lá no @doceleituraoficial e resolvi responder também.
.
1- NUNCA LI: "Hobbit" e "Senhor dos Anéis" um dia eu vou ler, prometo!
.
2- NÃO SINTO VONTADE DE LER: "Cinquenta tons de cinza", só assistir ao filme foi suficiente para não querer ler
.
3- NINGUÉM QUE EU CONHEÇO LEU: "The trumpet of the Swan" é um livro infantil do mesmo autor de "A Teia de Charlotte" e é muito bom! É um livro bem humorado e cheio de metáforas e conselhos para a vida. Ouso dizer que o livro não foi nem traduzido para o português.
.
4- TENHO PREGUIÇA DE LER: "Trono de Vidro", só de pensar dá sono. É uma série daquelas que tem livros sem fim. Também já ouvi falar muito mal, então sei lá.
.
5- ÚLTIMO LIVRO QUE LI: "The Little Café in Copenhagem", chicklit fofo demais!
.
6- LERIA DE NOVO: Tem vários. "Saga", "O caçador de pipas", "Extraordinário", "Jogos Vorazes", "O Oceano no fim do caminho" e por aí vai.
.
7- MUITA GENTE LEU E GOSTOU, MENOS EU: "The Kiss of Deception", na época lembro de ter gostado, mas não amado. Porém, eu já não lembro de mais nada do livro e talvez precise fazer uma releitura. .
.
.
E vocês? Qual livro TODO O MUNDO já leu, menos você? E aquele que você tem certeza que NINGUÉM CONHECE? Fala aí nos comentários, vamos trocar figurinhas literárias 📚

🎙Día de grabación 🎙
Falta poquito para llegar por primera vez a sus oídos, chicos! atentos esta semanita 😉 Pd: faltó el Erick en la foto
#instagram #HDMT #instarec #instacueca #instagood #l4l #like4like #f4f #siguemeytesigo

🔑 #tqmresenha 🔑
.
O livro conta com a Emika como sendo a protagonista. Ela tem uma vida difícil e a financeira não está das melhores também. Seu apartamento caindo aos pedaços e a eventual ordem de despejo começa a influenciar em suas escolhas, assim como na vontade de achar o pote de ouro.
.
Emika Chen é uma caçadora de recompensa e hacker conhecida no seu meio por ser muito habilidosa. Em um dos jogos mais famosos ela consegue hackear o sistema e simplesmente surge no meio do jogo, assim como não quer nada. Na verdade ela queria um item que, se desse certo o esquema dela, conseguiria vender no mercado negro do jogo e então ter o bilhete premiado.
.
É claro que sua aparição do jogo não iria sair despercebida. Com sua aparição no jogo ela consegue chamar a atenção de ninguém menos que o DONO e CRIADOR do jogo. Hideo Tanaka convida Emika para mudar para Tokyo e ajudá-lo em uma missão e um caminho sem volta.
.
A protagonista é gente como a gente, tem sentimentos, emoções, mas é durona quando precisa e muito inteligente. A autora consegue fazer com que a leitura seja fluída ao mesmo tempo que seguramos a respiração ao ler algumas partes, em outras as coisas acontecem sem a gente nem perceber. Tem momentos que não dá para colocar o livro de lado e simplesmente dar um tempo. Eu precisava saber o que iria acontecer!
.
Não confie em ninguém, não acredite em ninguém. Desconfie até dos mortos. Ao longo da trama Emika vai conhecer muita gente e muitos personagens irão se aproximar da nossa protagonista, seja com intenção ou não. Esteja preparado para um final devastador e com gosto de quero mais.

📷 #tqmresenha 📷
.
"Thousand Words" foi o segundo livro que li dessa autora e que me ganhou já na primeira leitura que fiz de "Amor Amargo". Jennifer Brown tenta sempre apresentar temas polêmicos em seus livros e sempre com um choque de realidade. São poucos os autores que conseguem fazer isso com excelência e sem cair no clichê.
.
Ashleigh é a personagem principal. Ela está no ensino médio e namora o Kaleb, um dos jogadores do time de baseball da escola. Kaleb, no entanto, está prestes a ir para a faculdade em outra cidade e Ashleigh teme pelo relacionamento dos dois, que ele pode acabar por esquecê-la e passa a pensar que os dois pode terminar a qualquer momento.
.
No meio de uma festa da escola, Ashleigh começa a conversar com umas amigas e uma delas chega a comentar sobre mandar fotos sensuais para o namorado, e Ashleigh não julga e passa a pensar na ideia como uma forma de fazer Kaleb e ela se aproximarem. Eventualmente Ashleigh manda uma foto sensual para o namorado e até então, o namoro parece estar em pé conforme ela esperava. No entanto, o término do namoro acontece e a tal foto é espalhada para todos seus amigos e 'inimigos' também.
.
O plot do livro é basicamente esse. O livro começa com a Ashleigh e o cumprimento do serviço comuntário que ela foi orientada a fazer. A narração é separada por meses, assim como por dias. Misturando passado e presente, Ashleigh consegue nos contar exatamente tudo o que aconteceu. Afinal, um lado sempre tem dois lados.
.
O bom dos livros da Jennifer Brown é que ela consegue te fazer abordar temas das mais diversas situações durante o livro. No geral, não é um livro leve, mas vai fazer com que a leitura seja rápida. Conforme a leitura vai evoluindo eu queria ler mais e saber o desfecho, saber o que iria acontecer. Apesar de não me importar muito com a Ashleigh no começo da história, eu acabei me preocupando e interessada em sua vida ao final da leitura. Com certeza é um livro para pensar e mais um livro da autora para gostar e ser conhecido.

Hermosa jornada de grabación de voces en el @camaronbrujomusica con la magia del @nakuberneri para el disco del @ensamblefolkloricodigital que se viene ! 🎤⚡🎶❤🔥
📷 @juli_papi
#estudio #grabacion #record #ensamblefolkloricodigital #camaronbrujomusica #musica #argentina #instarec

In progress

⛳️🎥 tournage du week-end dans le sud 🔜 @beinsports_fr #REC #instaREC #belledécouverte

💨⛵️🎥☀️Jour de rentrée pour @sodebovoile & Thomas Coville #miseàl’eau #cestleprintemps #voile #Ultim #mer #bzh #tournage #instaREC

S T A Y R E A L
#loveforLove
#Epic #Stylo
#blinker
#MoodOn
#Instarec.
#abbasimtiyazwani D O U B L E T O U C H 🤜🤛

Most Popular Instagram Hashtags