#fisiologiadoexercício

MOST RECENT

Esta semana concluímos o treinamento da Daiane que neste sábado fará o Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso da Polícia Civil do RS.
Foram 3meses de treinos pesados, estenuantes, insanos...e tua força de vontade venceu todas as barreiras, e o resultado tu está prestes a colher!!
Obrigado pela confiança que depositou no meu trabalho. Foi muito legal poder ter participado deste momento tão importante pra ti.Sucesso!!!
#PrevineFit
#TAF
#Fisiologiadoexercício
# Ed.Físicameumundo

Até pouco tempo atrás, acreditava-se que o tecido adiposo (gorduras), apenas armazenava energia. Hoje, esse tecido gorduroso, principalmente o da região abdominal (visceral) é considerado um órgão endócrino que secreta inúmeras substâncias bioativas chamadas de adipocitocinas.
.
São essas substâncias (a maioria ruins) que levará aos problemas que acompanham a obesidade. Uma dessas substâncias é a resistina. O nome já denuncia sua função, ou seja, excesso de resistina causa resistência a ação da insulina (Steppan & Lazar, 2002).
.
A resistina além de ter afinidade pelo receptor da insulina, ela causa aumento de substâncias inflamatórias como o TNF-alfa e IL-6. Altos níveis de resistina nos obesos, sempre é acompanhado de altos níveis desses outros agentes.
.
Esses compostos não deixam a insulina trabalhar direito. Sem insulina, a glicose sanguínea aumenta e mais insulina é secretada pelo pâncreas. Se a pessoa não muda seus hábitos, continua engordando e não faz exames, ao longo do tempo ela ganhará uma hiperglicemia, hiperinsulinemia e se instalará o Diabetes. .
Esse é o elo entre Obesidade e Diabetes que acarretará em mais complicações a vida. O que podemos fazer com nossa intervenção, para que esse elo não se fortaleça e desapareça da vida das pessoas?
.
Vendrell et al. (2004) observaram que obesos não mórbidos comparados aos mórbidos, tinham menos IL-6, TNF-alfa, resistina e HOMA-IR (índice de resistência à insulina). Os obesos mórbidos após 6 meses da cirurgia bariátrica, emagreceram (~40 kg) e tiveram menores valores de IL-6, TNF-alfa, HOMA-IR, altos valores de adiponectina (que é boa) e controlaram a glicemia.
.
Marcelino-Rodrigues et al. (2017) avaliaram 6.637 pessoas (18-75 anos) e observaram que aqueles que se exercitavam 20 min/dia ou mais no tempo de lazer, tinham menores valores de resistina e mais HDL-c circulante. Em adição, ambos os sexos tinham ~25% menor chance de ter resistina alta no sangue.
.
Kadoglou et al. (2007) submeteram pessoas obesas e diabéticas (~60 anos) a 4 meses de 45-60 min de exercício aeróbio (50-85% do VO2máx). Mesmo sem emagrecimento efetivo (-1,3 kg), essas pessoas reduziram resistina (-32%), IL-6 (-34%), HOMA-IR (-23%).👇🏿

👵👴💓Os tipos de atividades cardiovasculares mais recomendados são as de baixo impacto, como caminhada, ciclismo ou bicicleta ergométrica, natação, hidroginástica, dança, ioga, remo e dança aeróbica de baixo impacto. 🔹Segundo vários estudos a caminhada é a atividade física mais realizada pelos idosos. 🔹O treinamento aeróbico é aquele realizado de maneira rítmica e contínua e que envolve grandes grupamentos musculares, tendo como objetivo principal promover a melhoria do sistema cardiovascular e a redução no percentual de gordura corpórea. 🔹De acordo com a ACSM (1998), o treinamento aeróbico deve ser realizado com uma frequência de 3 a 5 vezes/semana, na intensidadede 60 a 90% da frequência cardíaca máxima ou 50 a 85% do VO2 máx, com duração de 20 a 60 minutos de atividades aeróbica, podendo ser de uma única vez ou em duas ou mais etapas, em função da disponibilidade de tempo e nível de aptidão física do praticante. 🔹Deve-se ressaltar que a intensidade do treinamento dependerá do condicionamento físico do idoso e de suas possíveis limitações/restrições. 🔹É recomendável para os alunos com patologias preexistentes, como cardiopatias e hipertensão, a realização de um teste de esforço máximo para iniciar o treinamento aeróbico vigoroso.
🚨Procure sempre um profissional para avaliar qual o melhor planejamento para seu objetivo🚨
📚(fonte: Vaisberg 2010) #marcosdegrande #fisiologiadoexercício #educaçãofísica #idoso #fitness #terceiraidade #melhoridade

#Repost @gustavomonneratphd with @get_repost
・・・
Há algumas décadas acreditava-se que era impossível gerar novos neurônios na vida adulta. Ou seja, nascíamos com um número X de neurônios e levaríamos esse mesmo número para o caixão… Para piorar a história, o envelhecimento, doenças neurodegenerativas e acidentes vasculares pode induzir apoptose (morte celular) de milhares de neurônios.
.
Mudando totalmente os livros de fisiologia, um grupo de pesquisadores resolveu estudar o que acontece com o cérebro de camundongos corredores🔬 . Estudos experimentais mostram que o exercício físico, como corrida e natação, induz a formação de novos neurônios, processo denominado de neurogênese, através de fatores de crescimento como o #BDNF e o #IGF-I.
.
Esse processo de neurogênese parece ser fundamental para manutenção de funções como as cognitivas e motoras e prevenção de doenças como Alzheimer!! E ai, já estimulou #neurogênese hoje?? #fisiologiadoexercício #fisiologia #bioquímica #ciênciaaplicada #neurociência #medicinadoesporte

Regrann from @cienciadoexercicio_br - Primeiro post sobre exercício e neurogênese! #Repost @gustavomonneratphd with @get_repost
・・・
Há algumas décadas acreditava-se que era impossível gerar novos neurônios na vida adulta. Ou seja, nascíamos com um número X de neurônios e levaríamos esse mesmo número para o caixão… Para piorar a história, o envelhecimento, doenças neurodegenerativas e acidentes vasculares pode induzir apoptose (morte celular) de milhares de neurônios.
.
Mudando totalmente os livros de fisiologia, um grupo de pesquisadores resolveu estudar o que acontece com o cérebro de camundongos corredores🔬 . Estudos experimentais mostram que o exercício físico, como corrida e natação, induz a formação de novos neurônios, processo denominado de neurogênese, através de fatores de crescimento como o #BDNF e o #IGF-I.
.
Esse processo de neurogênese parece ser fundamental para manutenção de funções como as cognitivas e motoras e prevenção de doenças como Alzheimer!! E ai, já estimulou #neurogênese hoje?? #fisiologiadoexercício #fisiologia #bioquímica #ciênciaaplicada #neurociência #medicinadoesporte - #regrann

Primeiro post sobre exercício e neurogênese! #Repost @gustavomonneratphd with @get_repost
・・・
Há algumas décadas acreditava-se que era impossível gerar novos neurônios na vida adulta. Ou seja, nascíamos com um número X de neurônios e levaríamos esse mesmo número para o caixão… Para piorar a história, o envelhecimento, doenças neurodegenerativas e acidentes vasculares pode induzir apoptose (morte celular) de milhares de neurônios.
.
Mudando totalmente os livros de fisiologia, um grupo de pesquisadores resolveu estudar o que acontece com o cérebro de camundongos corredores🔬 . Estudos experimentais mostram que o exercício físico, como corrida e natação, induz a formação de novos neurônios, processo denominado de neurogênese, através de fatores de crescimento como o #BDNF e o #IGF-I.
.
Esse processo de neurogênese parece ser fundamental para manutenção de funções como as cognitivas e motoras e prevenção de doenças como Alzheimer!! E ai, já estimulou #neurogênese hoje?? #fisiologiadoexercício #fisiologia #bioquímica #ciênciaaplicada #neurociência #medicinadoesporte

#Repost from @viajandopelafisiologia with @regram.app ... 👵👴💓Os tipos de atividades cardiovasculares mais recomendados são as de baixo impacto, como caminhada, ciclismo ou bicicleta ergométrica, natação, hidroginástica, dança, ioga, remo e dança aeróbica de baixo impacto. Segundo vários estudos a caminhada é a atividade física mais realizada pelos idosos. O treinamento aeróbico é aquele realizado de maneira rítmica e contínua e que envolve grandes grupamentos musculares, tendo como objetivo principal promover a melhoria do sistema cardiovascular e a redução no percentual de gordura corpórea. De acordo com a ACSM (1998), o treinamento aeróbico deve ser realizado com uma frequência de 3 a 5 vezes/semana, na intensidadede 60 a 90% da frequência cardíaca máxima ou 50 a 85% do VO2 máx, com duração de 20 a 60 minutos de atividades aeróbica, podendo ser de uma única vez ou em duas ou mais etapas, em função da disponibilidade de tempo e nível de aptidão física do praticante.
Deve-se ressaltar que a intensidade do treinamento dependerá do condicionamento físico do idoso e de suas possíveis limitações/restrições. É recomendável para os alunos com patologias preexistentes, como cardiopatias e hipertensão, a realização de um teste de esforço máximo para iniciar o treinamento aeróbico vigoroso.
(fonte: Vaisberg 2010)
#fabioceschini #viajandopelafisiologia #fisiologiadoexercício #educaçãofísica #idoso #fitness #terceiraidade

A Fisiologia humana estuda como o corpo funciona(físico, orgânico, mecânico e químico), seus sistemas, órgãos e processos, detalhada e minuciosamente, cada menor reação, esta ciência pesquisa e tenta descrever processos, auxiliando assim, outras áreas do conhecimento, principalmente a biomédica. Fisiologia do exercício estuda como o corpo humano, seus sistemas, órgãos e processos, reagem e se adaptam fisiologicamente ao estresse agudo do exercício, ou seja, atividade física, bem como ao estresse crônico do treinamento físico (WILMORE & COSTILL, 2001). "Estuda o que aquela atividade física causa no corpo , quais os resultados podem ser esperados ou não"...
Quem tem esta especialidade consegue ter uma sensibilidade um pouco melhor para prescrever o treino, inclusive para pessoas com necessidades especiais desde cardíacos até atletas. Possui ainda a prerrogativa de trabalhar em equipes multidisciplinares em clínicas de reabilitação cardíaca, ou equipes de atletas de alto rendimento.
#laurolopespersonal #equipeblackandwhite #fisiologia #fisiologiadoexercício #estudos #exerciciofisico #saude #foco #fitness #musculação #treinamentofuncional #crossfit #nutrição #vidasaudavel #bemestar #corridaderua #natação #conhecimento #health #physical #assessment #study #nãotemninguémbrincandoaqui

A diminuição da massa muscular que ocorre com o processo de envelhecimento é chamado de sarcopenia e está associada à diminuição da força, potência e resistência muscular, além do risco maior de obesidade, diabetes, hipertensão arterial e infarto agudo do miocárdio.
..........
Sendo assim, é de suma importância o treinamento resistido para reverter esse processo e com isso reduzir o risco de doenças cardiometabólicas e mortalidade, além de promover aumento da autonomia funcional.
..........
É importante salientar que não é necessário uma alta frequência semanal para que o treinamento resistido promova importantes adaptações fisiológicas na vida dessas pessoas.
..........
Taaffe et al randomizaram (dividiram de forma aleatória) idosos (65 a 79 anos de idade) para o grupo do treinamento resistido progressivo de alta intensidade em 1 sessão por semana, 2 sessões por semana ou 3 sessões por semana durante 24 semanas. ..........
Os resultados mostraram aumento significativo da massa magra e força muscular, em que o aumento da força foi de 37% para o grupo de 1 sessão/sem, 41,9% para o grupo de 2 sesões/sem e 39,7% para o grupo de 3 sessões/sem. Não houve diferença significativa entre os grupos.
..........
Os resultados também mostraram que todos os grupos aumentaram significativamente a função neuromuscular avaliada pelo teste de caminhada de costas e pelo teste de levantar da cadeira sem ajuda das mãos, o que demonstra aumento da capacidade funcional e autonomia.
..........
DiFrancisco-Donoghue et al (2007) realizaram com idosos (65 a 79 anos) o treinamento resistido de 1 ou 2 sessões por semana. Em ambos os grupos foram utilizados apenas 3 exercícios de membros superiores e 3 de membros inferiores (10-15 RM). Os resultados mostraram que o treinamento resistido realizado em 1 e 2 vezes por semana promoveu aumento da força muscular. ..........
Os pesquisadores concluem que esses resultados contribuem para a programação do treinamento, visto que, muitas pessoas não gostam de treinar, contudo, se souberem que mesmo com pouco volume por semana podem ter uma vida melhor, é algo que pode impactar no aumento da aderência e assim na obtenção das adaptações fisiológicas.

CORAÇÃO - CUIDE DELE! O HEART - TAKE CARE OF HIM! Você quer melhorar a sua saúde cardiovascular e cardiorrespiratória!??? Exercícios físicos com orientação profissional especializada farão isso para a sua vida!!! Além de melhorar a questão do sangue que sairá das artérias para o corpo humano, maior fração de ejeção, ( maior volume e mais rico em oxigênio), melhora também o seu retorno pelas veias ( melhor retorno venoso); são alguns do benefícios do exercicio fisico controlado individualmente.
Professor Gueler - Especialista em Treinamento Desportivo e Medicina do Exercício Físico e do Esporte #courses #forfollowme #specilistgueler #teachergraduate l#exercises #is #better #treatment #salute #coni #italy #health #breganze #aha #vicenza #milano #forfollowme #wrong #and #hypertrophy #acsm #specialist #fisiologiadoexercício #idp #determination #instagood #glicemiasanguínea #avaliacaoclinicaindividual #sportmedicine #insegnante #professore

👵👴💓Os tipos de atividades cardiovasculares mais recomendados são as de baixo impacto, como caminhada, ciclismo ou bicicleta ergométrica, natação, hidroginástica, dança, ioga, remo e dança aeróbica de baixo impacto. Segundo vários estudos a caminhada é a atividade física mais realizada pelos idosos. O treinamento aeróbico é aquele realizado de maneira rítmica e contínua e que envolve grandes grupamentos musculares, tendo como objetivo principal promover a melhoria do sistema cardiovascular e a redução no percentual de gordura corpórea. De acordo com a ACSM (1998), o treinamento aeróbico deve ser realizado com uma frequência de 3 a 5 vezes/semana, na intensidadede 60 a 90% da frequência cardíaca máxima ou 50 a 85% do VO2 máx, com duração de 20 a 60 minutos de atividades aeróbica, podendo ser de uma única vez ou em duas ou mais etapas, em função da disponibilidade de tempo e nível de aptidão física do praticante.
Deve-se ressaltar que a intensidade do treinamento dependerá do condicionamento físico do idoso e de suas possíveis limitações/restrições. É recomendável para os alunos com patologias preexistentes, como cardiopatias e hipertensão, a realização de um teste de esforço máximo para iniciar o treinamento aeróbico vigoroso.
(fonte: Vaisberg 2010)
#fabioceschini #viajandopelafisiologia #fisiologiadoexercício #educaçãofísica #idoso #fitness #terceiraidade

Most Popular Instagram Hashtags