[PR] Gain and Get More Likes and Followers on Instagram.

#drrondó

1016 posts

TOP POSTS

...isso é verdade..
#Repost @doutorrondo with @repostapp
・・・
Hoje vou te dizer como evitar, amenizar e sim, até curar esse bendito resfriado. E você pode fazer tudo isso sem nem precisar tocar em uma droga se quer. Veja:

1 - Água oxigenada:
Comece precocemente, já na primeira fungada, ou quando você sente aquela coceira reveladora no fundo da garganta. Primeiro, deite de lado e use um conta-gotas para pingar duas ou três gotas de água oxigenada em seu ouvido. Espere por alguns momentos, e então, faça no outro ouvido. Esta limpeza matará o vírus do resfriado alojado em seus ouvidos e cavidade nasal.

2 – Zinco:
Um estudo descobriu que 75 mg de zinco subtrai três dias do resfriado. Quando você considera que um resfriado típico dura de quatro a sete dias, esta é praticamente uma cura milagrosa.

3 – Glutationa:
É um componente crítico encontrado em cada célula do corpo e importantíssimo para o sistema imune. Um estudo recente descobriu que os suplementos de glutationa dobram a atividade das suas células de defesa .

4 - Caldo de galinha:
O bom e velho caldo de galinha não é só eficaz em aliviar uma garganta em carne viva de tanto tossir, mas também está carregada de carnosina, um composto que incrementa o sistema imune que pode estancar a replicação dos vírus dentro do seu corpo.

5 - Vitamina D:
Como a gripe, o vírus do resfriado é um oportunista barato e que ataca geralmente no inverno, em parte porque o seu sistema imune está com pouca vitamina D que o seu corpo fabrica com a ajuda do sol. É por isso que os estudos mostram que as pessoas que tomam suplementos de D no inverno têm menor risco de resfriados e gripes.
6 - Cerveja:
Sim, a cerveja ajuda e muito no combate e prevenção dos resfriados. Ela contém a humulona, um composto encontrado no lúpulo que consegue combater os vírus que causam as infecções respiratórias. O hábito de beber moderadamente estimulará o seu sistema imune.

#prevenção #gripe #resfriado #vitaminaD #zinco #glutationa #águaoxigenada #cerveja #saúde #DrRondó

Repost from @doutorrondo @TopRankRepost #TopRankRepost Sejamos sinceros, não existe sequer uma droga que seja boa para diabetes. Elas variam de desagradáveis, na melhor das hipóteses, até mortais nas piores.

Você é daquelas pessoas que ainda confundem o termo “mais novo” com “melhor”? Pois saiba que isso pode até ser verdade, mas somente quando o assunto são carros ou computadores. No caso de medicamentos a realidade é outra. As drogas mais novas no mercado podem ter um potencial muito ruim para a sua saúde. Veja o caso da Victoza. Essa droga vem carregada de tantas interrogações que não deveria, nunca, ser a primeira escolha de alguém.

De acordo com a petição Cidadão Público junto ao FDA, esse medicamento pode aumentar o risco de câncer de tireóide, pancreatite, reações alérgicas e insuficiência renal.

O laboratório, é claro, diz que a droga é segura, mas o rótulo de advertências conta uma história diferente. Ele diz que a droga causou tumores de tireóide e câncer em animais de laboratório; diz também que o efeito disso em humanos não está claro. Você realmente quer esperar por esclarecimento nessa questão? Quer mesmo pagar para ver?

Ainda de acordo com a petição Cidadão Público, a Victoza está ligada a 200 relatórios de pancreatite aguda nos 17 meses desde que foi aprovada.
Já que aproximadamente 90% dos pacientes (ou seus médicos) nunca relatam os efeitos colaterais, o número real poderia estar tão alto quanto 2.000, de acordo com a reclamação.

#diabetes #doenças #Victoza #glicemia #corpo #remédios #medicações #saúde #DrRondó

@doutorrondo Não há NENHUMA ASSOCIAÇÃO entre a quantidade de gordura saturada consumida e o risco de doença cardíaca.Reforçando: NENHUMA ASSOCIAÇÃO.

E essa ideia de que a gordura saturada é ruim para o seu coração? “Esta ideia é baseada, em grande parte, em extrapolações que não são apoiadas em dados”, disse Ronald M. Krauss, diretor da pesquisa sobre aterosclerose no Children’s Hospital Oakland Research Institute e supervisor do estudo recentemente publicado no AJCN.
Finalmente, um cientista disposto a dizer que a pirâmide de alimentação inteira da USDA é baseada em nada mais do que em “extrapolações”. Sem dúvida essas afirmações são altamente influenciadas pelos dólares da Grande Indústria do Açúcar.
Outro estudo publicado no New England Journal of Medicine teve resultados semelhantes. Os pesquisadores colocaram 322 pessoas moderadamente gordas em três dietas diferentes: uma de baixa gordura e calorias restritas que seguia as diretrizes da American Heart Association; a dieta mediterrânea, rica em frutas e vegetais e carne vermelha diariamente (1 porção); e uma dieta coma-quantas-calorias-você-quiser, baixa em carboidratos.
Tenho certeza de que você sabe para onde isso está indo, mas vou te dar explicadinho mesmo assim. Depois de dois anos, o grupo de baixos carboidratos (ou seja, o grupo que comeu mais gordura saturada) tinha a mais saudável proporção de bom colesterol para mau colesterol e como bônus, seus integrantes perderam o dobro de peso dos outros grupos.
Tudo isso faz muito sentido! Afinal, os carboidratos que têm um índice glicêmico alto (aqueles que são fáceis de digerir e absorver) fazem os seus níveis glicêmicos sanguíneos flutuarem, o que pode estimular a produção de gordura e a inflamação, aumentar o número de calorias que você consome e abaixar a sensibilidade à insulina.
E vale lembrar que a gordura não te engorda!

#carboidratos #gorduras #alimentação #alimentos #testes #estudos #pessoas #obesidade #calorias #peso #coração #DoençaCardíaca #saúde #DrRondó

Sabemos que o açúcar é um causador em potencial do Alzheimer, tanto que a doença já é classificada como sendo diabetes tipo 3. Agora, os pesquisadores levantam também a hipótese de que o Alzheimer possa ser causado pelo consumo da carne de animais confinados. Essa informação já foi aventada em 2005, em uma publicação do Journal Medical Hypotheses.

O elo dessa condição está na infecção por uma proteína chamada TDP-43 que está relacionada a algumas doenças em animais e também em humanos, tais como a esclerose lateral amiotrófica, Doença da “Vaca Louca” e a doença debilitante crônica (doença neurológica transmissível em cervos e alces). Pesquisadores realizaram autopsias em 340 cérebros de indivíduos diagnosticados com Alzheimer. Destes, 200 apresentaram a TDP-43, sendo que os indivíduos que tinham a proteína em níveis anormais apresentavam dez vezes mais problemas de memória.

O denominador comum entre a Doença da “Vaca Louca” e a doença debilitante crônica é o confinamento dos animais. Nessa forma de criação, os herbívoros são forçados a se alimentar de subprodutos animais e, alimentar herbívoros com produto animal, é uma prática comum e pode ser mortal. Ao ingerir uma proteína estranha o corpo logo responde com uma inflamação, e já sabemos que a inflamação crônica é uma marca da maioria das doenças degenerativas, inclusive a Doença de Alzheimer.

Animais confinados também se alimentam com grãos transgênicos, os quais produzem proteínas que nunca existiriam se na cadeia alimentar humana os trangênicos não fossem introduzidos. Portanto, ingerindo carne de animais confinados, quer seja frango, porco ou vaca, você estará exposto a diversas proteínas estranhas e a TDP-43 pode ser uma delas. Procure consumir somente carne de animal criado com pastagem natural, afinal, essa é a forma mais saudável de se alimentar.

#carne #carnevermelha #alzheimer #doençadealzheimer #animais #alimentação #saúde #drrondó

Nós não conhecemos os processos destrutivos aos quais os óleos estão sujeitos antes mesmo de serem consumidos. Existe uma série de detalhes que não podem passar em branco. Por exemplo, ao comprarmos um óleo precisamos saber se ele é ou não refinado; caso ele seja é importante que você saiba que ele já não contém os ácidos graxos essenciais e, por isso, torna-se lesivo para o nosso organismo.

Preste bastante atenção também a estes outros pontos: - Conteúdo e Equilíbrio: O equilíbrio entre o ômega 3 e o ômega 6 deve ser de 5 para 1 ou no mínimo de 2 para 1 para longo tempo de uso. O ideal é que não contenha ácidos graxos TRANS, mas se o tiver que seja em pequena quantidade. - Exposição à luz: Os óleos em garrafas transparentes estão expostos à destruição pela luz com maior frequência.
- Temperatura de prensagem: Deve estar impresso no rótulo a maior temperatura usada no processo de prensagem. O ideal é escolher sempre o que utilizou a menor pressão, pois essa é menos agressiva e altera menos a qualidade do óleo.
- Data da prensagem: É muito importante que a data de prensagem esteja estampada no rótulo, pois é através dela que podemos determinar se o produto é fresco ou se já está envelhecido além do limite aceitável. - Forma de prensagem: O rótulo deve conter as palavras “mecânicas” ou “extração química”. O óleo prensado de forma mecânica não apresenta solventes químicos, portanto, é melhor.
- Hidrogenação: Se o óleo for hidrogenado, aumentam os ácidos graxos TRANS indesejáveis para a saúde.
- Orgânico ou não orgânico: No caso do orgânico, teremos menos pesticidas.
- Propriedades e uso de cada óleo: Os melhores óleos não são refinados e processados. Devem ser acondicionados em recipientes opacos, protegidos da luz, do oxigênio e do calor. Devem ser consumidos o mais fresco possível, observando-se a data de validade.

#óleo #alimentação #nutrição #saúde #DrRondó

Quem tem o coração maior, o corredor ou o levantador de peso?

Quem tem o coração mais sadio, o corredor ou o levantador de peso?

Quem tem menos possibilidade de desenvolver hipertensão arterial: o corredor ou o levantador de peso?

Se você respondeu que é o do corredor para as três questões, parabéns! Você acertou.

Quando comparamos pessoas de controle com os atletas competitivos, percebemos que os atletas têm de 15% a 20% de aumento de espessura e cerca de 45% no aumento da massa muscular do ventrículo esquerdo, que por sua vez aumenta a sua capacidade de concentrar sangue em aproximadamente 10%. Entretanto, não são todos os exercícios que têm efeitos cardiovasculares benéficos iguais. As mudanças na musculatura cardíaca causadas pelo exercício depende também se ele é isotônico (contração muscular acompanhada de movimento) ou isométrico (contração muscular não acompanhada de movimento). O coração dos levantadores de peso, que fazem exercícios isométricos gerando estresse pressórico no coração, torna-se mais forte e maior em proporção ao desenvolvimento e tamanho dos outros músculos.

Já o coração do corredor, que realiza exercícios isotônicos, gera um estresse volumétrico ao coração e, em contraste, se tornam muito maiores e funcionalmente mais fortes, do que os dos levantadores de peso.

A razão deste fenômeno é simples: o coração dos levantadores de peso sustentam uma intensa atividade muscular por poucos momentos de tempo, enquanto o coração do corredor sabe que ele tem que suportar os tecidos corpóreos por longos período de tempo. Nas duas condições, o coração muda em tamanho e força em resposta à demanda imposta.

Que fique claro que o levantador de peso que se limita basicamente a exercícios de levantamento de peso, ou seja, exercícios isométricos, que são quase exclusivamente queimadores de açúcares, correm risco maior de hipertensão do que uma pessoa que não faz exercício algum. Fique atento!

#corrida #coração #saúdecardiovascular #saúde #drrondó

É muito comum imaginarmos que o modo racional de perder peso é a obsessiva redução das calorias que ingerimos. Só que isso não é bem assim. A perda de peso está mais ligada à qualidade e variedade dos alimentos que consumimos. Se quisermos perder peso de forma eficiente, devemos mudar nossa alimentação, nosso estilo de vida e, então, a nossa taxa metabólica basal se elevará naturalmente, chegando a um peso menor.

Existem indivíduos com uma taxa menor e que absorvem mais calorias do que de fato eles precisam, mesmo ingerindo uma quantidade bem menor do que a de uma pessoa magra, e acabam acumulando esses excessos nas células de gordura branca. Nos indivíduos com taxa metabólica alta os músculos, cérebro, pulmão, pele e sangue requerem mais calorias e com isso promovem sua queima rapidamente e com mais eficiência.

Alguns comem bem e são muito ativos; estes mantêm suas taxas metabólicas altas. Outros comem pouco, são inativos e promovem um metabolismo lento e com isso acabam engordando. A decisão de fazer parte do primeiro ou do segundo grupo é nossa. Procure comer lentamente, mastigar bem, combinar adequadamente os alimentos e respeitar o seu tipo metabólico. Fazendo isso, você estará ajudando o seu corpo a aproveitar adequadamente o que você come, evitando excessos.

Outro detalhe que também influencia bastante no efeito metabólico é a hora em que comemos. Comer muitas calorias no fim do dia ou durante a noite, quando o nosso sistema metabólico tem a atividade diminuída para o descanso, é uma certeza de que essas calorias serão estocadas nas células gordurosas.

Sendo assim, procure uma alimentação que promova mais o estímulo metabólico. Consuma mais vegetais, carnes e gorduras boas; e evite certos alimentos e bebidas ricas em açúcar e frutose, além de refinados e processados (pizza, refrigerantes, sucos industrializados e sorvetes). A decisão é sua. Mude agora e viva com mais saúde!

#dieta #emagrecimento #alimentação #saúde #drrondó

Nós não conhecemos os processos destrutivos aos quais os óleos estão sujeitos antes mesmo de serem consumidos. Existe uma série de detalhes que não podem passar em branco. Por exemplo, ao comprarmos um óleo precisamos saber se ele é ou não refinado; caso ele seja é importante que você saiba que ele já não contém os ácidos graxos essenciais e, por isso, torna-se lesivo para o nosso organismo.

Preste bastante atenção também a estes outros pontos: - Conteúdo e Equilíbrio: O equilíbrio entre o ômega 3 e o ômega 6 deve ser de 5 para 1 ou no mínimo de 2 para 1 para longo tempo de uso. O ideal é que não contenha ácidos graxos TRANS, mas se o tiver que seja em pequena quantidade. - Exposição à luz: Os óleos em garrafas transparentes estão expostos à destruição pela luz com maior frequência.
- Temperatura de prensagem: Deve estar impresso no rótulo a maior temperatura usada no processo de prensagem. O ideal é escolher sempre o que utilizou a menor pressão, pois essa é menos agressiva e altera menos a qualidade do óleo.
- Data da prensagem: É muito importante que a data de prensagem esteja estampada no rótulo, pois é através dela que podemos determinar se o produto é fresco ou se já está envelhecido além do limite aceitável. - Forma de prensagem: O rótulo deve conter as palavras “mecânicas” ou “extração química”. O óleo prensado de forma mecânica não apresenta solventes químicos, portanto, é melhor.
- Hidrogenação: Se o óleo for hidrogenado, aumentam os ácidos graxos TRANS indesejáveis para a saúde.
- Orgânico ou não orgânico: No caso do orgânico, teremos menos pesticidas.
- Propriedades e uso de cada óleo: Os melhores óleos não são refinados e processados. Devem ser acondicionados em recipientes opacos, protegidos da luz, do oxigênio e do calor. Devem ser consumidos o mais fresco possível, observando-se a data de validade.

#óleo #alimentação #nutrição #saúde #DrRondó

Você prefere o seu com café com açúcar, leite ou inseticida? Você considera as opções um tanto quanto loucas? Talvez elas até sejam, mas saiba que a sucralose – ou Splenda – é, na verdade, o resultado de uma pesquisa sobre inseticida. E mesmo não sabendo se essa coisa funciona contra os insetos, ela certamente tem o potencial de prejudicar você.

Em um novo estudo feito com ratos, observou-se que os roedores que haviam ingerido sucralose apresentaram um considerável aumento do risco de desenvolver leucemia. Observou-se também que quanto maior a dose de sucralose, maior era o risco da doença. Diante disso, o Centro para Ciências no Interesse Público rebaixou o status da sucralose, no mais novo guia para aditivos alimentares, de “segura” para “cautela”. Penso eu que eles estão sendo muito otimistas, pois nós passamos a “cautela” DE LONGE quando se trata dessa coisa. Em minha opinião, a sucralose pode ser qualquer coisa, menos segura.
O Splenda já foi vendido como sendo “feito do açúcar,” como se isso fosse algo para se gabar. Mas, na realidade, “feito de um kit de laboratório” seria uma descrição muito mais precisa. O que você não vai gostar de saber é que a sucralose é feita de cloro, e já que o cloro em si é um carcinógeno em potencial, isso talvez ajude a explicar a ligação potencial entre uma coisa e outra.

A sucralose também está associada ao inchaço, à náusea, aos gases e a outros problemas estomacais; algumas pessoas também têm reclamado de perda de memória e tonturas.
As pessoas que fabricam dizem que o Splenda é seguro, o que é uma grande piada quando você considera os estudos.. Pense sobre isso da próxima vez em que alguém te oferecer essa porcaria. E pense também nos estudos que revelam os problemas causados pela sucralose, tal como a mais recente pesquisa que descobriu que ela causa picos de açúcar sanguíneo e saltos de 20% de insulina em pessoas obesas.

#splena #sucralose #adoçante #saúde #DrRondó

MOST RECENT

#Repost from @doutorrondo with @regram.app ... Não há como negar que o ferro é um elemento essencial para a nossa vida. Ele faz parte de muitas proteínas e enzimas, envolvidas no transporte de oxigênio, regulação celular, diferenciação, crescimento celular, entre outras funções. Seu papel mais importante é na ligação com a hemoglobina gerando a oxigenação dos tecidos, sem a qual as células acabam sucumbindo.

Por outro lado, nós não temos mecanismos de excreção do ferro; ele é como um metal pesado que uma vez absorvido, fica dentro da célula. A capacidade oxidante do ferro é altíssima e com isso ele pode lesar os tecidos do corpo contribuindo para o surgimento de graves doenças.

Estudos relatam que em câncer com excesso de ferro existe cerca de três vezes mais possibilidades do aparecimento de tumores. Além disso, o ferro em excesso pode estar relacionado com o aparecimento de: cirrose hepática, câncer de fígado, arritmia cardíaca, Doença de Alzheimer, diabetes tipo I e infecções virais e bacterianas. Se você está pensando em prevenção, checar a ferritina é um dos exames básicos para esse objetivo.

Se a sua ferritina estiver baixa, significa que o seu nível de ferro está baixo também.
Os valores de ferritina sérica deve ser entre 20 e 80 ng/ml, sendo que abaixo de 20 sugere que você está deficiente em ferro e acima de 80 que você tem excesso. A dosagem ideal é entre 40 e 60 ng/ml. Quanto mais alto, acima de 100, pior é a sobretaxa; valores acima de 300 são extremamente tóxicos, ligados a eventualmente sérios danos celulares.

#sangue #ferro #perigo #exame #ferritina #doenças #saúde #DrRondó

Não há como negar que o ferro é um elemento essencial para a nossa vida. Ele faz parte de muitas proteínas e enzimas, envolvidas no transporte de oxigênio, regulação celular, diferenciação, crescimento celular, entre outras funções. Seu papel mais importante é na ligação com a hemoglobina gerando a oxigenação dos tecidos, sem a qual as células acabam sucumbindo.

Por outro lado, nós não temos mecanismos de excreção do ferro; ele é como um metal pesado que uma vez absorvido, fica dentro da célula. A capacidade oxidante do ferro é altíssima e com isso ele pode lesar os tecidos do corpo contribuindo para o surgimento de graves doenças.

Estudos relatam que em câncer com excesso de ferro existe cerca de três vezes mais possibilidades do aparecimento de tumores. Além disso, o ferro em excesso pode estar relacionado com o aparecimento de: cirrose hepática, câncer de fígado, arritmia cardíaca, Doença de Alzheimer, diabetes tipo I e infecções virais e bacterianas. Se você está pensando em prevenção, checar a ferritina é um dos exames básicos para esse objetivo.

Se a sua ferritina estiver baixa, significa que o seu nível de ferro está baixo também.
Os valores de ferritina sérica deve ser entre 20 e 80 ng/ml, sendo que abaixo de 20 sugere que você está deficiente em ferro e acima de 80 que você tem excesso. A dosagem ideal é entre 40 e 60 ng/ml. Quanto mais alto, acima de 100, pior é a sobretaxa; valores acima de 300 são extremamente tóxicos, ligados a eventualmente sérios danos celulares.

#sangue #ferro #perigo #exame #ferritina #doenças #saúde #DrRondó

Sabemos que o açúcar é um causador em potencial do Alzheimer, tanto que a doença já é classificada como sendo diabetes tipo 3. Agora, os pesquisadores levantam também a hipótese de que o Alzheimer possa ser causado pelo consumo da carne de animais confinados. Essa informação já foi aventada em 2005, em uma publicação do Journal Medical Hypotheses.

O elo dessa condição está na infecção por uma proteína chamada TDP-43 que está relacionada a algumas doenças em animais e também em humanos, tais como a esclerose lateral amiotrófica, Doença da “Vaca Louca” e a doença debilitante crônica (doença neurológica transmissível em cervos e alces). Pesquisadores realizaram autopsias em 340 cérebros de indivíduos diagnosticados com Alzheimer. Destes, 200 apresentaram a TDP-43, sendo que os indivíduos que tinham a proteína em níveis anormais apresentavam dez vezes mais problemas de memória.

O denominador comum entre a Doença da “Vaca Louca” e a doença debilitante crônica é o confinamento dos animais. Nessa forma de criação, os herbívoros são forçados a se alimentar de subprodutos animais e, alimentar herbívoros com produto animal, é uma prática comum e pode ser mortal. Ao ingerir uma proteína estranha o corpo logo responde com uma inflamação, e já sabemos que a inflamação crônica é uma marca da maioria das doenças degenerativas, inclusive a Doença de Alzheimer.

Animais confinados também se alimentam com grãos transgênicos, os quais produzem proteínas que nunca existiriam se na cadeia alimentar humana os trangênicos não fossem introduzidos. Portanto, ingerindo carne de animais confinados, quer seja frango, porco ou vaca, você estará exposto a diversas proteínas estranhas e a TDP-43 pode ser uma delas. Procure consumir somente carne de animal criado com pastagem natural, afinal, essa é a forma mais saudável de se alimentar.

#carne #carnevermelha #alzheimer #doençadealzheimer #animais #alimentação #saúde #drrondó

#Repost @passeidos35eagora (@get_repost)
・・・
Legal saber que além de salvar vidas traz benefícios para quem doa. Sigam @doutorrondo. Credit to @doutorrondo : Você pode estar pensando que doar sangue seja algo ruim uma vez que a deficiência sanguínea leva ao cansaço, queda imunológica e anemia. Mas, na verdade, você tem inúmeros benefícios com a doação. Veja:

O primeiro você já conhece: sua doação de sangue pode ajudar a salvar muitas vidas!

Reduz o nível de ferro no sangue: Doadores de sangue têm 88% menos possibilidade de sofrer um ataque cardíaco em consequência da indicação do nível de ferro no sangue. As pessoas não entenderam ainda que o excesso de ferro é um fator negativo e que está relacionado ao risco aumentado de infarto do miocárdio. É por isso que mulheres que estão menstruando têm menor risco cardiovascular em comparação aos homens, porém quando entram na menopausa as chances se igualam. Antigamente se acreditava que isso ocorria pela alteração hormonal, porém hoje já se sabe que isso acontece graças à retenção do ferro.

Melhora o fluxo sanguíneo: Vivemos em uma condição em que há maior risco de hipercoagulação do sangue, algo silencioso, mas que apresenta altíssimo risco de morte súbita. Alimentação refinada, muito açúcar, anticoagulantes, cigarros, ondas eletromagnéticas, estresse emocional, ansiedade, colesterol elevado e ácido úrico alterado no sangue, são apenas alguns dos fatores que podem estar colocando sua vida em risco, facilitando a hipercoagulação do sangue. Essa situação de hipercoagulabilidade do sangue aumenta a inflamação, tanto das artérias como nas células pela falta de oxigênio nutrindo os tecidos. Com repetidas doações de sangue, consegue-se melhorar o fluxo sanguíneo e com isso diminuir o risco de obstruções arteriais.

Maior longevidade: Os estudos são muito claros ao retratar que pessoas que doam sangue vivem mais do que as altruístas. Acredita-se que seja por uma atitude que gera menos estresse e pela redução do nível de ferro circulante.

#sangue #doação #doarsangue #doaçãodesangue #coração #ferro #benefícios #saúde #drrondó
Regrann💪 #passeidos35eagora😊 Lembre-se de consultar um profissional da área👌👍@ passeidos35e

Legal saber que além de salvar vidas traz benefícios para quem doa. Sigam @doutorrondo. Credit to @doutorrondo : Você pode estar pensando que doar sangue seja algo ruim uma vez que a deficiência sanguínea leva ao cansaço, queda imunológica e anemia. Mas, na verdade, você tem inúmeros benefícios com a doação. Veja:

O primeiro você já conhece: sua doação de sangue pode ajudar a salvar muitas vidas!

Reduz o nível de ferro no sangue: Doadores de sangue têm 88% menos possibilidade de sofrer um ataque cardíaco em consequência da indicação do nível de ferro no sangue. As pessoas não entenderam ainda que o excesso de ferro é um fator negativo e que está relacionado ao risco aumentado de infarto do miocárdio. É por isso que mulheres que estão menstruando têm menor risco cardiovascular em comparação aos homens, porém quando entram na menopausa as chances se igualam. Antigamente se acreditava que isso ocorria pela alteração hormonal, porém hoje já se sabe que isso acontece graças à retenção do ferro.

Melhora o fluxo sanguíneo: Vivemos em uma condição em que há maior risco de hipercoagulação do sangue, algo silencioso, mas que apresenta altíssimo risco de morte súbita. Alimentação refinada, muito açúcar, anticoagulantes, cigarros, ondas eletromagnéticas, estresse emocional, ansiedade, colesterol elevado e ácido úrico alterado no sangue, são apenas alguns dos fatores que podem estar colocando sua vida em risco, facilitando a hipercoagulação do sangue. Essa situação de hipercoagulabilidade do sangue aumenta a inflamação, tanto das artérias como nas células pela falta de oxigênio nutrindo os tecidos. Com repetidas doações de sangue, consegue-se melhorar o fluxo sanguíneo e com isso diminuir o risco de obstruções arteriais.

Maior longevidade: Os estudos são muito claros ao retratar que pessoas que doam sangue vivem mais do que as altruístas. Acredita-se que seja por uma atitude que gera menos estresse e pela redução do nível de ferro circulante.

#sangue #doação #doarsangue #doaçãodesangue #coração #ferro #benefícios #saúde #drrondó
Regrann💪 #msl_acessorios😊 Lembre-se de consultar um profissional da área👌👍@msl_acessorios

Legal saber que além de salvar vidas traz benefícios para quem doa. Sigam @doutorrondo. Credit to @doutorrondo : Você pode estar pensando que doar sangue seja algo ruim uma vez que a deficiência sanguínea leva ao cansaço, queda imunológica e anemia. Mas, na verdade, você tem inúmeros benefícios com a doação. Veja:

O primeiro você já conhece: sua doação de sangue pode ajudar a salvar muitas vidas!

Reduz o nível de ferro no sangue: Doadores de sangue têm 88% menos possibilidade de sofrer um ataque cardíaco em consequência da indicação do nível de ferro no sangue. As pessoas não entenderam ainda que o excesso de ferro é um fator negativo e que está relacionado ao risco aumentado de infarto do miocárdio. É por isso que mulheres que estão menstruando têm menor risco cardiovascular em comparação aos homens, porém quando entram na menopausa as chances se igualam. Antigamente se acreditava que isso ocorria pela alteração hormonal, porém hoje já se sabe que isso acontece graças à retenção do ferro.

Melhora o fluxo sanguíneo: Vivemos em uma condição em que há maior risco de hipercoagulação do sangue, algo silencioso, mas que apresenta altíssimo risco de morte súbita. Alimentação refinada, muito açúcar, anticoagulantes, cigarros, ondas eletromagnéticas, estresse emocional, ansiedade, colesterol elevado e ácido úrico alterado no sangue, são apenas alguns dos fatores que podem estar colocando sua vida em risco, facilitando a hipercoagulação do sangue. Essa situação de hipercoagulabilidade do sangue aumenta a inflamação, tanto das artérias como nas células pela falta de oxigênio nutrindo os tecidos. Com repetidas doações de sangue, consegue-se melhorar o fluxo sanguíneo e com isso diminuir o risco de obstruções arteriais.

Maior longevidade: Os estudos são muito claros ao retratar que pessoas que doam sangue vivem mais do que as altruístas. Acredita-se que seja por uma atitude que gera menos estresse e pela redução do nível de ferro circulante.

#sangue #doação #doarsangue #doaçãodesangue #coração #ferro #benefícios #saúde #drrondó
Regrann💪 #passeidos35eagora😊 Lembre-se de consultar um profissional da área👌👍@ passeidos35eagora 👌😉

Você pode estar pensando que doar sangue seja algo ruim uma vez que a deficiência sanguínea leva ao cansaço, queda imunológica e anemia. Mas, na verdade, você tem inúmeros benefícios com a doação. Veja:

O primeiro você já conhece: sua doação de sangue pode ajudar a salvar muitas vidas!

Reduz o nível de ferro no sangue: Doadores de sangue têm 88% menos possibilidade de sofrer um ataque cardíaco em consequência da indicação do nível de ferro no sangue. As pessoas não entenderam ainda que o excesso de ferro é um fator negativo e que está relacionado ao risco aumentado de infarto do miocárdio. É por isso que mulheres que estão menstruando têm menor risco cardiovascular em comparação aos homens, porém quando entram na menopausa as chances se igualam. Antigamente se acreditava que isso ocorria pela alteração hormonal, porém hoje já se sabe que isso acontece graças à retenção do ferro.

Melhora o fluxo sanguíneo: Vivemos em uma condição em que há maior risco de hipercoagulação do sangue, algo silencioso, mas que apresenta altíssimo risco de morte súbita. Alimentação refinada, muito açúcar, anticoagulantes, cigarros, ondas eletromagnéticas, estresse emocional, ansiedade, colesterol elevado e ácido úrico alterado no sangue, são apenas alguns dos fatores que podem estar colocando sua vida em risco, facilitando a hipercoagulação do sangue. Essa situação de hipercoagulabilidade do sangue aumenta a inflamação, tanto das artérias como nas células pela falta de oxigênio nutrindo os tecidos. Com repetidas doações de sangue, consegue-se melhorar o fluxo sanguíneo e com isso diminuir o risco de obstruções arteriais.

Maior longevidade: Os estudos são muito claros ao retratar que pessoas que doam sangue vivem mais do que as altruístas. Acredita-se que seja por uma atitude que gera menos estresse e pela redução do nível de ferro circulante.

#sangue #doação #doarsangue #doaçãodesangue #coração #ferro #benefícios #saúde #drrondó

Por mais incrível que pareça, a indústria farmacêutica produz uma medicação que causa a maioria dos problemas que essa mesma medicação promete resolver. Estranho, não? Isso pode parecer irreal, fantasioso, uma mentira daquelas; mas preciso confessar para você que isso é a mais pura verdade. E um estudo, no mínimo chocante, comprova isso.

Os pesquisadores deram medicações para queimação gastrointestinal do tipo inibidor de bomba de próton (como Nexium, Omeprazol e Pantoprazol) a voluntários que não tinham nenhum sintoma de queimação e azia. Ao final do estudo, cerca da metade desses voluntários apresentaram sintomas de queimação.

Em outras palavras, a medicação causou queimação em quase metade dos pacientes saudáveis, deixando-os com necessidade de tratamento. Sabemos que o uso destas medicações por longos períodos tende a produzir uma baixa acidez gástrica. E, acredite ou não, a acidez estomacal baixa e por longos períodos, pode ser a real causa da queimação.

E as más notícias não param por aí. Tais medicações que causam alívio aos seus usuários não podem ser suspensas depois de um longo período de consumo. Isso pode causar um efeito rebote, ou seja, sem a medicação a situação dos usuários fica bem pior.

Diante desse quadro meu conselho é que estas medicações só devem ser utilizadas em baixas doses e por no máximo oito semanas. Além disso, esse consumo deve ser bem monitorado, pois com o passar do tempo os remédios de supressão da acidez gástrica causam envelhecimento acelerado da pele, osteoporose, má assimilação nutricional, infecções e até desconforto gastrointestinal.

#refluxo #tratamento #omeprazol #pantoprazol #digestão #acidez #azia #queimação #medicação #remédios #saúde #drrondó

O tratamento com o hormônio hCG para o emagrecimento é sempre associado a uma dieta restritiva, na qual o corpo usa suas gorduras como combustível. E isso realmente funciona, tendo como resultado uma significativa perda de peso sem que se precise passar fome, mesmo estando em uma dieta de apenas 500 calorias por dia.
Para os que desejam perder até 7kg: - hCG diariamente por 23 dias (exceto nos dias de menstruação);
- Após o 3º dia de tratamento com hCG começar a dieta restritiva;
- Dieta restritiva de 500 cal/dia por 26 dias (todos alimentos permitidos, exceto amido, açúcar e pouquíssima fruta);
- Depois desse período de 26 dias, ir aumentando gradualmente a alimentação por três semanas.

Para os que desejam perder mais de 7kg: - hCG diariamente por 40 dias (exceto nos dias de menstruação);
- Após o 3º dia de tratamento com hCG começar a dieta restritiva;
-Dieta restritiva 500 cal/dia por 43 dias (todos alimentos permitidos, exceto amido, açúcar e pouquíssima fruta);
- Caso perca 17kg antes do final dos 40 dias de hCG, é aconselhável parar o tratamento;
- Depois desse período de 40 dias, ir aumentando gradualmente a alimentação por três semanas.
Para os que desejam perder mais de 17kg: - É aconselhável repetir uma nova série de hCG, mas respeitando um intervalo de seis semanas para recomeçar o tratamento.
Deve-se também fazer, por três dias antes de se começar o ciclo de hCG, uma dieta com muita proteína, altamente calórica, para fornecer substratos de suporte durante o tratamento.
No final do ciclo de hCG deve-se manter mais de três dias com dieta de 500 calorias para garantir que qualquer vestígio de hCG tenha sido eliminado do corpo. A razão para o limite máximo de tratamento ser de 40 dias é porque alguns pacientes desenvolvem reações alérgicas ao hCG. Essa é uma oportunidade incrível para quem quer finalmente perder aquelas gorduras indesejáveis!

#dieta #dietadohcg #tratamentocomhcg #hcg #hormonio #emagrecimento #emagrecer #saúde #drrondó

O ferro é um dos nutrientes retirados do trigo durante o seu processamento e refinamento para a produção da farinha de trigo branca. Ainda neste processo, poucos são os nutrientes parcialmente substituídos na farinha denominada enriquecida; entre eles estão ainda o ferro e as vitaminas B1, B2 e B3.

Diz-se que o processo de moagem do trigo ficou mais sofisticado por causa da necessidade em melhorar a remoção de impurezas e elementos estranhos ao produto. Acontece que o processamento de moagem quebra a parte central mais importante do grão, reduzindo as partículas formadas. O farelo e gérmen de trigo são quase que completamente separados da parte branca central do grão. Nesse processo, o beneficiamento estará retirando: - 85% do magnésio
- 81% da vitamina B3 (niacina)
- 60% do cálcio
- 50% de ácido pantotênico (complexo de vit. B)
- 78% de zinco
- 76% do ferro
- 72% de vitamina B6
- 77% da vitamina B1
- 86% de vitamina E
- 80% da vitamina B2
- 27% de proteína

A moagem também “rouba” boa quantidade de fósforo, manganês, cromo, boro, iodo, ácido fólico, outras vitaminas e minerais, em um total de 26 substâncias essenciais para a saúde humana. Nesse aspecto, o enriquecimento consiste em devolver quantidade relativamente pequena destes nutrientes, que dificilmente são absorvidos.

#alimentos #alimentosenriquecidos #refinamento #vitaminas #minerais #trigo #farinha #farinhadetrigo #alimentação #saúde #drrondó

Alimentos como a batata, o trigo, a aveia, as ervas e condimentos, sementes e chás, são expostos a material radioativo, graças a um processo aprovado nos Estados Unidos. Esse processo de irradiação dos alimentos dura poucos minutos, dependendo do tipo de produto. A dose é medida em RADs (Roentgen Absorbed Doses), em que é mais do que a radiação emitida por uma aplicação de RX.

A dosagem aprovada é de 3 milhões de RADs para ervas e condimentos, mas o que muita gente ainda não sabe é que apenas 300 RADs são capazes de matar uma pessoa exposta a esta radiação todos os dias e esterilizar aquelas que não sofreram exposição direta. O objetivo da radiação é aumentar a duração dos produtos; não seria melhor deixar os produtos seguirem o seu ciclo e estragarem naturalmente? Será que o alimento não se torna radiativo com esse processo?
Segundo o FDA, isso só pode ocorrer caso haja um mau funcionamento do equipamento. Os experts dirão que só ocorre uma em um milhão de vezes. Mas e se o seu filho fosse um dos premiados? Como você reagiria? Olha aí o exemplo de Chernobyl. Dos estudos conduzidos nesse campo nos últimos 30 anos, pouquíssimos foram os que mostraram segurança no processo.
Estudos feitos na Rússia com a utilização de ratos mostraram o aparecimento de lesões renais e testiculares nos animais. Na Índia, crianças que se alimentaram com trigo irradiado apresentaram danos cromossômicos e anormalidades sanguíneas associadas com a leucemia. Na Alemanha, os cientistas encontraram tantas consequências que o processo foi proibido por lei. Os efeitos incluem mutação, redução de fertilidade, distúrbios metabólicos, diminuição de resistência às doenças, tumores etc.
Os alimentos irradiados, nos EUA, são aprovados pelo FDA e devem conter nos rótulos a denominação “Fique Atento”. O mesmo eu falo para você: fique atento ao que você consome!

#alimentos #radiação #radioatividade #irradiação #batata #trigo #aveia #ervas #condimentos #sementes #chá #alimentação #saúde #drrondó

#Repost from @doutorrondo with @regram.app ... Tenha muito cuidado, pois o salmão que você come pode ter sido criado em cativeiro. E isso é um problema bem grande! Saiba que entre o salmão de cativeiro e o selvagem, a escolha que trará maiores ganhos para a sua saúde é a do salmão selvagem.

Ao contrário do salmão de cativeiro, o selvagem contém um perfil nutricional muito melhor, mais equilibrado em termos de micronutrientes, gorduras, minerais, vitaminas e antioxidantes como a astaxantina, que são provenientes de algas verdes e que dão ao salmão a coloração rosada. Já no caso do salmão de cativeiro, o que garante a sua coloração é a astaxantina sintética, que, aliás, não é recomendada para o consumo humano.

Existem ainda outras significativas razões para se evitar o salmão de cativeiro; entre elas está a baixa concentração de ômega 3, estando abaixo em 50% com relação ao salmão selvagem. Para desanimar mais ainda, o salmão de cativeiro é mais rico em contaminantes ambientais.
O país com maior produção de salmão de cativeiro é a Noruega e, recentemente, o Departamento de Saúde daquele país levantou sérias preocupações sobre o alto nível de contaminação nesses salmões por contaminação ambiental.

Em 2006 a Rússia baniu o salmão de cativeiro por conter excessiva concentração de chumbo e cádmio.

Então muita atenção ao salmão que você consome!

#peixe #peixes #salmão #comidajaponesa #sushi #sashimi #alimentação #omega3 #saúde #drrondó #comidadeverdade #nutricao #nutricaoemfoco #saude #bemestar #comidasaudavel #estilodevida #paleobrasil #healthyfood #healthylifestyle #paleomovement #lchf #jejumintermitente #ketodiet

Tenha muito cuidado, pois o salmão que você come pode ter sido criado em cativeiro. E isso é um problema bem grande! Saiba que entre o salmão de cativeiro e o selvagem, a escolha que trará maiores ganhos para a sua saúde é a do salmão selvagem.

Ao contrário do salmão de cativeiro, o selvagem contém um perfil nutricional muito melhor, mais equilibrado em termos de micronutrientes, gorduras, minerais, vitaminas e antioxidantes como a astaxantina, que são provenientes de algas verdes e que dão ao salmão a coloração rosada. Já no caso do salmão de cativeiro, o que garante a sua coloração é a astaxantina sintética, que, aliás, não é recomendada para o consumo humano.

Existem ainda outras significativas razões para se evitar o salmão de cativeiro; entre elas está a baixa concentração de ômega 3, estando abaixo em 50% com relação ao salmão selvagem. Para desanimar mais ainda, o salmão de cativeiro é mais rico em contaminantes ambientais.
O país com maior produção de salmão de cativeiro é a Noruega e, recentemente, o Departamento de Saúde daquele país levantou sérias preocupações sobre o alto nível de contaminação nesses salmões por contaminação ambiental.

Em 2006 a Rússia baniu o salmão de cativeiro por conter excessiva concentração de chumbo e cádmio.

Então muita atenção ao salmão que você consome!

#peixe #peixes #salmão #comidajaponesa #sushi #sashimi #alimentação #omega3 #saúde #drrondó

#Repost @doutorrondo (@get_repost)
・・・
Você é daquele tipo de pessoa que ainda acredita que o café da manhã é a refeição mais importante do dia? Então, saiba que você pode estar bem enganado!

Tenho dito aos meus pacientes que se eles não apresentam episódios de hipoglicemia, fraqueza, aumento da fome e ansiedade que tendem a ir piorando até que se coma algo, é possível que eles não precisem realmente do café da manhã. O ideal é nos alimentarmos quando o nosso corpo pede. Talvez você não saiba, mas isso é normal para 2/3 das pessoas que não têm problemas de instabilidade de glicemia.

Se você não apresenta esse quadro de desequilíbrio da glicemia por não tomar café pela manhã, você não precisa mudar a sua rotina e nem se sentir culpado achando que está se alimentando errado, a não ser que você tenha exaustão de glândula adrenal.

Agora, se você está entre o 1/3 de pessoas que têm predisposição para diabetes tipo 2, trate de educar o seu filho a não pular o café da manhã e a comer refeições regularmente e com pequenas porções. Esse seja talvez o melhor conselho que você possa dar a ele em se tratando de saúde.

Isso fica muito claro quando entendemos o nosso tipo metabólico, que além de estar bem explicado no meu site você também encontra detalhado em meu livro “Emagreça e Apareça”. Neste livro eu descrevo a maneira correta de descobrir qual o seu tipo metabólico e como ter a certeza de que você está se alimentando da maneira correta, de acordo com a sua genética. Não deixe de consultá-lo!

#cafédamanhã #dieta #jejum #alimentação #saúde #drrondó
#uberaba #uberlandia #valeapenaler

Você é daquele tipo de pessoa que ainda acredita que o café da manhã é a refeição mais importante do dia? Então, saiba que você pode estar bem enganado!

Tenho dito aos meus pacientes que se eles não apresentam episódios de hipoglicemia, fraqueza, aumento da fome e ansiedade que tendem a ir piorando até que se coma algo, é possível que eles não precisem realmente do café da manhã. O ideal é nos alimentarmos quando o nosso corpo pede. Talvez você não saiba, mas isso é normal para 2/3 das pessoas que não têm problemas de instabilidade de glicemia.

Se você não apresenta esse quadro de desequilíbrio da glicemia por não tomar café pela manhã, você não precisa mudar a sua rotina e nem se sentir culpado achando que está se alimentando errado, a não ser que você tenha exaustão de glândula adrenal.

Agora, se você está entre o 1/3 de pessoas que têm predisposição para diabetes tipo 2, trate de educar o seu filho a não pular o café da manhã e a comer refeições regularmente e com pequenas porções. Esse seja talvez o melhor conselho que você possa dar a ele em se tratando de saúde.

Isso fica muito claro quando entendemos o nosso tipo metabólico, que além de estar bem explicado no meu site você também encontra detalhado em meu livro “Emagreça e Apareça”. Neste livro eu descrevo a maneira correta de descobrir qual o seu tipo metabólico e como ter a certeza de que você está se alimentando da maneira correta, de acordo com a sua genética. Não deixe de consultá-lo!

#cafédamanhã #dieta #jejum #alimentação #saúde #drrondó

Não teve muita escapatória. A dieta sem de glúten já atingiu, e em cheio, a maioria das pessoas. Parece que todo mundo já experimentou, está planejando experimentá-la ou, então, praticando-a neste exato momento.
Mas basta você perguntar ao seu médico sobre essa tal dieta que ele vai te dizer, com todas as letras, que ela é simplesmente uma loucura... Ele vai te dizer também que esta dieta é para pacientes com quadro de doença celíaca. E olha, ele está absolutamente certo com relação a esta parte. Isso porque, se você tem essa doença autoimune, você já sabe que até a menor quantia de glúten pode causar uma reação bastante severa ao seu organismo.
Sobre estas reações, posso adiantar que certamente você apresentaria quadros de cólicas estomacais, dores e diarreia; isso de forma imediata. Agora, a longo prazo, você poderia chegar à depressão, problemas com a memória, perda óssea e muito mais.
Então, se você não tem a doença celíaca o seu médico pode simplesmente alegar que você está a salvo. Ele vai te olhar nos olhos e dizer que não existe a sensibilidade ao glúten não celíaca.
Já te adianto que se você disser a ele que você acha que tem esta sensibilidade, e que tem problemas de saúde que perduram já faz algum tempo e que só desaparecem quando você para de ingerir o glúten, ele certamente vai te acusar de ser um hipocondríaco procurando por atenção e, certamente, necessitando de um antidepressivo.
Porém, o glúten pode, de fato, provocar reações em pessoas sem a doença celíaca. E isso foi comprovado graças a milhares de pessoas que simplesmente pararam de consumir o glúten e viram suas vidas melhorarem.
Então, se você estiver pronto para fazer uma grande mudança na sua dieta, não opte por dietas light e de baixo carboidrato. O que você deve fazer é desistir do glúten e de todos os carboidratos. Assim, você não só perderá peso, como também ficará saudável.

#glúten #doençacelíaca #nutrição #drrondó

#Repost @doutorrondo

Perfeito Dr.Rondó nas explicações.

#Repost @doutorrondo (@get_repost)
・・・
Uma coisa é certa: nem todos os queijos são iguais! Existem os queijos naturais e os queijos processados.
O queijo natural é um produto simplesmente fermentado, feito com os ingredientes básicos: leite, cultura mãe, sal e coalho. Quando produzido a partir do leite cru, esses queijos passam a ser riquíssimos em: · proteínas e aminoácidos de alta qualidade;
· ômega 3 e gordura saturada boa de alta qualidade;
· combinação de vitaminas e minerais, como fósforo, zinco, vitaminas A, B2, B12 e D, além de conter os três nutrientes que agem sinergicamente: vitamina D, vitamina K2 e cálcio. Estes nutrientes são importantes na prevenção de doença cardiovascular, cerebral e osteoporose;
Além disso, este tipo de queijo ajuda no combate da inflamação no corpo, pois apresenta melhor proporção entre ômega 3 e ômega 6 – que é de 1 para 2 – enquanto o leite pasteurizado (normalmente de gado confinado) tem a proporção ômega 3 e ômega 6 de 1 para 25.
Isso sem falar que ele também é livre de antibióticos e hormônios de crescimento.
Outra condição importante é que o queijo de leite cru tem um sabor mais pronunciado e rico do que os queijos de leite pasteurizado, que nesse processo destrói enzimas e bactérias boas que dão sabor ao alimento.
Mesmo que você seja intolerante à lactose, existem muitos queijos que serão bem tolerados, pois a lactose é removida durante o processo de produção do mesmo.
Diante de tudo isso que conversamos até aqui fica evidente a resposta para o título deste post. Concorda? Aposte no queijo cru e você estará ganhando em saúde!!! #salveoqueijoartesanal
#queijoartesanal #valorizeopequenoprodutor #queijo #rawmilkcheese #queijoleitecru #alimentação #laticínios #saúde #drrondó

Afinal, precisamos ou não comer carne? Qual a diferença entre uma dieta vegetariana e uma dieta equilibrada? Vamos lá:

Dieta Vegetariana

Os epidemiologistas sugerem que as verdadeiras comunidades vegetarianas não são capazes de se adaptarem ao estresse de forma adequada. Alguns assinalam que a maioria das proteínas vegetais têm deficiências de aminoácidos e são também insatisfatórias como fonte principal de proteína. Normalmente elas são deficientes nos aminoácidos lisina, metionina, triptofano e treonina.
As vantagens de uma dieta basicamente vegetariana são devidas ao aumento das fibras e do betacaroteno, que protegem contra o câncer do cólon. Porém, uma dieta totalmente vegetariana não é saudável. Para que haja um bom resultado é necessário não excluir a carne nem outras proteínas da alimentação. Uma dieta rica em vegetais, gorduras boas e proteínas de forma moderada parece ser uma opção muito mais sadia e com melhores resultados.
Dieta Equilibrada

Se quantidades suficientes de vegetais e de peixe forem ingeridas, as necessidades de carne serão parcialmente suprimidas. Mas é importante destacar que um pouco de carne é necessário, pois nela está a fonte de zinco. Tanto o frango, o peixe, o porco quanto a carne vermelha recebem, em sua criação (quando confinados), antibióticos e hormônios que são transferidos para nós durante a alimentação. Esta situação deveria ser reduzida ou eliminada.
Em suma, nas dietas em que a carne estiver presente, é necessário consumir grandes quantidades de vegetais e de gordura boa (gordura saturada natural). Essa combinação é a única que conduz à saúde perfeita para a maioria das pessoas. Porém, deve respeitar a capacidade de assimilação, uma vez que existem grupos alimentares que não podem ser ingeridos juntos, pois nesses casos um deles não será absorvido adequadamente.
#dieta #vegetarianismo #dietavegetariana #vegan #dietaequilibrada #alimentos #alimentação #saúde #drrondó

O outono e o inverno não são apenas duas estações dedicadas aos cobertores e edredons. Eles são também um incrível estimulante cerebral para pessoas mais velhas e isso tira destas pessoas aquele peso da consciência por tomar aquela bela caneca de chocolate quente.

E isso vale para nós também! Afinal, muito mais do que uma medida para nos aquecermos, essa caneca de chocolate quente é também uma forma de estimularmos nosso cérebro. Boa notícia, não?

Segundo uma pesquisa publicada no Journal Hypertension, pacientes idosos com discreta alteração cognitiva e que consumiram flavanóides de cacau (via chocolate quente), em quantidades de moderadas a altas, por dois meses, melhoram suas performances nos testes
cognitivos comparados com pessoas que consumiram pouca quantidade.

A melhora foi suficientemente significativa para os pesquisadores concluirem que fazer uso de flavanóides de cacau como parte normal da sua alimentação pode ajudar a manter e melhorar a saúde do seu cérebro.

Nesse estudo o consumo moderado foi de 520mg por dia, e o alto consumo foi 990mg por dia. Com essas taxas foi possível observar melhoras na pressão sanguínea e resitência à insulina.

Obviamente esta não é a primeira vez que temos ouvido falar dos benefícios do cacau. Estudos anteriores têm mostrado como ele pode ajudar a prevenir derrame e proteger o seu coração.
Sendo assim, eu sugiro um brinde! Mas com uma bela caneca de chocolate quente! Combinado?

#creditos @doutorrondo #chocolate #ChocolateQuente #bebida #inverno #cérebro #benefícios #saúde #DrRondó

@Regranned from @nutricaoemfocorj - #Repost from @doutorrondo with @regram.app ... Anteriormente, os parâmetros que mediam a necessidade da utilização de medicações para colesterol eram baseados nos níveis de colesterol no sangue. Agora, passam a ser baseados nos fatores de risco de doença cardíaca. Porém, esses parâmetros estão apoiados em avaliações controversas e sem precisão, o que faz com que haja um aumento desnecessário do consumo de medicações.

Logicamente que com os novos parâmetros de uso de uma medicação pode haver um aumento no número de prescrições, gerando muito mais retorno financeiro aos fabricantes. Os autores dessas diretrizes apresentam um conflito de interesses, pois estão fortemente vinculados aos fabricantes dessas medicações.
Pode ser que você esteja usando, ou tenha sido indicado a usar, essas medicações sem necessidade, e por isso volto a dizer que só 1% das pessoas realmente precisa das estatinas; são pessoas que possuem um histórico genético familiar de hipercolesterolemia e que são resistentes aos tratamentos com alimentação e exercício.

Ao contrário do que a indústria farmacêutica afirma, as estatinas não vão reduzir o seu risco de desenvolver uma doença cardíaca. Aliás, elas podem aumentar esse risco, especialmente se você estiver fazendo uso delas sem a associação com o Ubiquinol (CoQ10) para compensar a depleção desta enzima. Se você está usando estatina e está preocupado com todos esses excessivos efeitos colaterais, procure um profissional de saúde que possa ajuda-lo a melhorar a sua saúde naturalmente, sem o uso destas medicações.

#colesterol #estatinas #medicação #alimentação #saúde #coração #DrRondó

#Repost from @doutorrondo with @regram.app ... Anteriormente, os parâmetros que mediam a necessidade da utilização de medicações para colesterol eram baseados nos níveis de colesterol no sangue. Agora, passam a ser baseados nos fatores de risco de doença cardíaca. Porém, esses parâmetros estão apoiados em avaliações controversas e sem precisão, o que faz com que haja um aumento desnecessário do consumo de medicações.

Logicamente que com os novos parâmetros de uso de uma medicação pode haver um aumento no número de prescrições, gerando muito mais retorno financeiro aos fabricantes. Os autores dessas diretrizes apresentam um conflito de interesses, pois estão fortemente vinculados aos fabricantes dessas medicações.
Pode ser que você esteja usando, ou tenha sido indicado a usar, essas medicações sem necessidade, e por isso volto a dizer que só 1% das pessoas realmente precisa das estatinas; são pessoas que possuem um histórico genético familiar de hipercolesterolemia e que são resistentes aos tratamentos com alimentação e exercício.

Ao contrário do que a indústria farmacêutica afirma, as estatinas não vão reduzir o seu risco de desenvolver uma doença cardíaca. Aliás, elas podem aumentar esse risco, especialmente se você estiver fazendo uso delas sem a associação com o Ubiquinol (CoQ10) para compensar a depleção desta enzima. Se você está usando estatina e está preocupado com todos esses excessivos efeitos colaterais, procure um profissional de saúde que possa ajuda-lo a melhorar a sua saúde naturalmente, sem o uso destas medicações.

#colesterol #estatinas #medicação #alimentação #saúde #coração #DrRondó

A marijuana foi uma medicação botânica amplamente utilizada no século XIX e início do século XX. Ela foi regularizada no ano de 1930 como sendo uma droga de alto risco, deixando de ser aceitável para uso medicinal. Já em 1970, o órgão responsável pelas substâncias controladas, mudou sua classificação para substância controlada grau I, colocando a marijuana no mesmo nível que a heroína, LSD, ecstasy, methaqualone e peyote.

Apesar disso, a marijuana tem indicações para pacientes com dores crônicas, sendo considerada uma forma de tratamento capaz de substituir os analgésicos; nestes casos, os medicamentos à base da substância são chamados de opioides. De acordo com estudos recentes, o número de mortes por overdose de opioides tem caído de forma significativa em países onde é permitido o uso da Marijuana como medicação para fins de tratamento.

Segundo o Dr. Allan Frankel, que há sete anos trata seus pacientes usando a cannabis médica, ela não pode ser considerada milagrosa ou como algo que possa ser utilizado para tudo. As indicações mais comuns são para: - Distúrbio de humor
- Distúrbios dolorosos
- Esclerose múltipla
- Degenerações neurológicas
- Convulsões
- Doença de Parkinson

A droga age diretamente no cérebro, se ligando a receptores que dimunem a percepção da dor, porém, gera uma sensação temporária de euforia seguida de disforia, o que pode facilmente levar ao vício e à dependência física. Com isso, existe o risco de muitas pessoas chegarem a fazer uso de altas doses desta droga com o objetivo de alcançar um efeito maior de euforia ou ainda para evitar o efeito rebote de sua retirada, ou quem sabe, para simplesmente se sentirem normais. A marijuana é considerada a porta de entrada das drogas para produtos mais perigosos, como a heroína, por exemplo.
#marijuana #maconha #drogas #tratamentonatural #saúde #drrondó

Toda vez que você cozinha uma carne em altas temperaturas, formam-se substâncias que são potencialmente perigosas para a saúde, como os hidrocarbonos aromáticos policíclicos (PAHs) e as aminas heterocíclicas (HCAs). Apesar de ser um encorajador do consumo de churrascos e carnes grelhadas, eu devo adverti-lo a tomar alguns cuidados para se prevenir quanto à formação destes subprodutos tóxicos.

Segundo os cientistas, a média de risco de câncer causado por exposição a essas toxinas é da ordem de uma para 10 mil pessoas. Os indivíduos que consomem carne bem passada, cozida em alta temperatura, têm 60% mais risco de desenvolver câncer de pâncreas. Dietas com alta concentração dessas substâncias tóxicas estão correlacionadas com o risco aumentado de tumores de cólon, pele, fígado, mama, pulmão, próstata e outros órgãos.
Uma boa notícia é que a carne grelhada marinada em cerveja reduz essas substâncias tóxicas. Se descansarmos a carne por cerca de quatro horas na cerveja, podemos reduzir significativamente o índice dos hidrocarbonos aromáticos policíclicos. Outro detalhe que devemos salientar é com relação ao tipo de cerveja. Existem tipos que são bem mais eficientes do que outros, sendo as escuras as que têm melhor efeito, graças ao índice de antioxidantes que elas apresentam.
Só para se ter uma ideia, a cerveja clara reduz a formação de PAHs em 36,5%, enquanto qua a cerveja preta reduz os PAHs em 68%. Outros estudos anteriores mostravam que marinar a carne em vinho tinto ou cerveja por seis horas reduzia em 90% a formação de HCAs.

Se você não é fã de vinho ou cerveja, pode usar ervas, temperos, suco de limão, vinagre, alho, cebola, gengibre, paprika, azeite de oliva entre outros. Porém, evite o molho barbecue industrializado, que contém açúcar. Há estudos que dizem que ele chega a duplicar a concentração de HCAs na carne, depois de 15 minutos de cozimento.

#carne #carnevermelha #churrasco #marinada #carnemarinada #cerveja #saúde #drrondó

1) A ingestão de proteína animal causa a perda de cálcio dos ossos:
Os estudos que supostamente demonstraram que a proteína causava a perda de cálcio na urina foram feitos com aminoácidos isolados e com proteínas fracionadas em pó. Quando os estudos foram de fato feitos com pessoas que comiam carne com gordura, nenhuma perda de cálcio foi detectada.
2) A ingestão de proteína leva a pedras nos rins:
Embora as dietas que restringem a proteína são de ajuda para as pessoas que têm doenças renais, comer carne não causa problemas nos rins. Além disso, as vitaminas solúveis em gordura e os ácidos graxos saturados encontrados nos alimentos animais são de fundamental importância para os rins.
3) A perda de peso com dietas altas em proteínas ocorre pela perda de água:
Essa afirmação não faz sentido algum, principalmente se avaliarmos que os proponentes de dietas de poucos carboidratos como o doutor Robert Atkins, por exemplo, instruíam seus seguidores a beberem muita água enquanto praticavam a dieta.
4) A perda de peso ocorre nas dietas de muita proteína/gordura devido à pessoa comer menos:
Uma vez que você está ingerindo mais gordura e que ela tem duas vezes mais calorias do que o carboidrato, a sua ingestão calórica real é provavelmente a mesma ou até mais alta do que era antes.
5) Dieta rica em proteína eleva o colesterol:
Na verdade, o colesterol é usado pelo corpo como um antioxidante; as dietas vegetarianas não protegem contra a aterosclerose ou as doenças cardíacas.
6) As dietas de proteínas vegetais aumentam o cálcio no corpo:
Essa afirmação é sem sentido porque as “proteínas vegetais” não contêm as vitaminas solúveis em gordura A e D que são necessárias para assimilar o cálcio.
7) Dieta com pouca proteína protege do câncer:
Outro mito. Os estudos não têm comprovado as alegações de que os vegetarianos têm menores índices de câncer do que a população geral.
#proteínas #dietadasproteínas #alimentação #mitos #saúde #drrondó

#Repost @ doutorrondo

Todos os dias surgem novas evidências sobre efeitos adversos provocados pela vacina contra o HPV. Diante disso, tem havido um aumento importante de estudos mostrando que a vacina contra o HPV está correlacionada com doenças do sistema nervoso e imunológico em mulheres de várias idades.
Então, se você tem uma filha, considere verificar o que as pesquisas têm mostrado sobre o assunto antes de tomar qualquer decisão. Entre os problemas médicos causados pela vacina estão diversas reações neurodegenerativas e inflamatórias, indicando que o sistema imunológico está hiperativado, o que em alguns casos pode levar até à morte.

Dois estudos recentes mostraram a correlação entre a vacina e a Síndrome de Taquicardia Postural Ortostática e a Fadiga Crônica, alterações do sistema autônomo que controlam as funções do nosso corpo, tais como o ritmo cardíaco, equilíbrio, digestão e sono. Acredita-se que um dos componentes da vacina, no caso o alumínio, possa estar desencadeando essas reações.
Exames de rotina como o Papanicolau são mais racionais e menos perigosos como estratégia para a prevenção de câncer cervical, podendo identificar infecção crônica por HPV e ajudar na proteção contra o desenvolvimento de câncer cervical. A incidência de câncer cervical reduziu mais de 70% desde que se tornou rotina o uso de exame de Papanicolau, em 1960. Ele é capaz de determinar lesões cervicais pré-cancerosas e ser efetivo em sua remoção e tratamento.

#vacina #vacinação #HPV #prevenção #saúde #DrRondó

Entre as fontes riquíssimas em proteína de alta qualidade está o Whey Protein. Ele é rico em imunoglobulinas, lactoferrina, além de outros precursores de glutationa, a principal enzima antioxidante endógena. O Whey Protein é uma ótima fonte proteica também para os atletas, pois possui uma alta concentração de leucina, fundamental para o crescimento e reparação muscular.

Mas, atenção! Nem todo Whey é igual.
Os produtos que são fabricados com aminoácidos isolados não são a melhor fonte de proteína; muitos Wheys desse tipo contêm proteínas na forma espacial inadequada (isômeros). Além disso, a forma de processamento desse Whey, através de sistemas acidificantes, contêm adoçantes artificiais, metais pesados (chumbo, mercúrio, arsênio e cadmio) e outros produtos químicos não recomendados, o que compromete não só o resultado, mas gera graves problemas de saúde.
Procure usar um Whey que seja integral e minimamente processado e sem os componentes mencionados acima, e que também tenha como matéria prima as proteínas originadas de vacas criadas em pasto e sem hormônios e antibióticos.
#dieta #proteínas #treino #alimentação #suplementos #nutrição #saúde #DrRondó

Nós não conhecemos os processos destrutivos aos quais os óleos estão sujeitos antes mesmo de serem consumidos. Existe uma série de detalhes que não podem passar em branco. Por exemplo, ao comprarmos um óleo precisamos saber se ele é ou não refinado; caso ele seja é importante que você saiba que ele já não contém os ácidos graxos essenciais e, por isso, torna-se lesivo para o nosso organismo.

Preste bastante atenção também a estes outros pontos: - Conteúdo e Equilíbrio: O equilíbrio entre o ômega 3 e o ômega 6 deve ser de 5 para 1 ou no mínimo de 2 para 1 para longo tempo de uso. O ideal é que não contenha ácidos graxos TRANS, mas se o tiver que seja em pequena quantidade. - Exposição à luz: Os óleos em garrafas transparentes estão expostos à destruição pela luz com maior frequência.
- Temperatura de prensagem: Deve estar impresso no rótulo a maior temperatura usada no processo de prensagem. O ideal é escolher sempre o que utilizou a menor pressão, pois essa é menos agressiva e altera menos a qualidade do óleo.
- Data da prensagem: É muito importante que a data de prensagem esteja estampada no rótulo, pois é através dela que podemos determinar se o produto é fresco ou se já está envelhecido além do limite aceitável. - Forma de prensagem: O rótulo deve conter as palavras “mecânicas” ou “extração química”. O óleo prensado de forma mecânica não apresenta solventes químicos, portanto, é melhor.
- Hidrogenação: Se o óleo for hidrogenado, aumentam os ácidos graxos TRANS indesejáveis para a saúde.
- Orgânico ou não orgânico: No caso do orgânico, teremos menos pesticidas.
- Propriedades e uso de cada óleo: Os melhores óleos não são refinados e processados. Devem ser acondicionados em recipientes opacos, protegidos da luz, do oxigênio e do calor. Devem ser consumidos o mais fresco possível, observando-se a data de validade.

#óleo #alimentação #nutrição #saúde #DrRondó

#Repost from @scientia_europa with @regram.app ... #Repost from @doutorrondo with @regram.app ... Talvez você não saiba, mas a maltodextrina está presente em praticamente todos os alimentos industrializados; ela é utilizada como espessante nos alimentos processados, tais como molhos, pudins e uma série de outras sobremesas. Além disso, a maltodextrina é também ingrediente de uma cartela considerável de adoçantes artificiais.

Pesquisas recentes têm demonstrado que indivíduos com Doença de Crohn que estão apresentando piora em seus quadros clínicos, têm o consumo da maltodextrina como parte do problema.

Os pesquisadores da Cleveland Clinic’s Lerner Research Institute descobriram algo muito preocupante sobre esse aditivo alimentar tão comum. Eles observaram que ele pode piorar a inflamação gerada pela Doença de Crohn por estimular o crescimento de E. Coli no intestino delgado. Porém, isso não ocorreu quando os pesquisadores fizeram crescer o E. Colicom com o uso adoçante sem maltodextrina, no caso o Stevia. Em outras palavras, se você está consumindo muito alimento processado, você pode estar ficando mais doente.

Isso na verdade está sendo comprovado através de pesquisas feitas com animais; ainda não existem certezas sobre os resultados em humanos. Porém, por que não retirar a maltodextrina da sua alimentação e ver a situação melhorar? Além disso, você estará adicionando vantagens em comer menos alimentos processados, o que sempre é uma boa atitude!

#maltodextrina #adoçante #doces #DoençaDeCrohn #saúde #alimentação #DrRondó

#Repost from @doutorrondo with @regram.app ... Talvez você não saiba, mas a maltodextrina está presente em praticamente todos os alimentos industrializados; ela é utilizada como espessante nos alimentos processados, tais como molhos, pudins e uma série de outras sobremesas. Além disso, a maltodextrina é também ingrediente de uma cartela considerável de adoçantes artificiais.

Pesquisas recentes têm demonstrado que indivíduos com Doença de Crohn que estão apresentando piora em seus quadros clínicos, têm o consumo da maltodextrina como parte do problema.

Os pesquisadores da Cleveland Clinic’s Lerner Research Institute descobriram algo muito preocupante sobre esse aditivo alimentar tão comum. Eles observaram que ele pode piorar a inflamação gerada pela Doença de Crohn por estimular o crescimento de E. Coli no intestino delgado. Porém, isso não ocorreu quando os pesquisadores fizeram crescer o E. Colicom com o uso adoçante sem maltodextrina, no caso o Stevia. Em outras palavras, se você está consumindo muito alimento processado, você pode estar ficando mais doente.

Isso na verdade está sendo comprovado através de pesquisas feitas com animais; ainda não existem certezas sobre os resultados em humanos. Porém, por que não retirar a maltodextrina da sua alimentação e ver a situação melhorar? Além disso, você estará adicionando vantagens em comer menos alimentos processados, o que sempre é uma boa atitude!

#maltodextrina #adoçante #doces #DoençaDeCrohn #saúde #alimentação #DrRondó

Muita gente acha que roer unhas é coisa de criança, mas estima-se que jovens e adultos sejam a maioria neste jogo perigoso. Veja 6 problemas causadas por esse hábito:

1) Contaminação por bactérias: embaixo das unhas é o local ideal para o alojamento de bactérias, como Salmonela e E. Coli. Quando se roe as unhas, essas bactérias facilmente se transferem para a sua boca e em seguida para o resto do seu corpo, podendo espalhar focos infecciosos, dependendo da sua condição imunológica.
2) Infecções unguais: as pessoas que roem unhas muitas vezes acabam apresentando infecções próximas das unhas. Essas infecções causam abrasões, inflamações e coleções purulentas na região da unha.
3) Risco de verrugas por HPV: conforme se roe as unhas, aumenta-se a possibilidade de formação de verrugas causadas por papilovírus ou HPV. Essas verrugas podem facilmente se espalhar na sua boca e lábios. Esse tipo de HPV não é o mesmo tipo que o causa verruga genital.

4) Problemas odontológicos: roer as unhas pode interferir diretamente na correta oclusão dental, ou seja, pode causar sérios danos na maneira com que os dentes de cima e os de baixo se aproximam quando se fecha a boca, causando um desgaste prematuro.
5) Comprometimento de qualidade de vida: estudos mostram que as pessoas que roem as unhas têm maior comprometimento da qualidade de vida com o passar dos anos se comparadas com pessoas que não possuem esse hábito.

6) Desequilíbrio mental: em 2012 a American Psychiatric Association, classificou o ato de “roer unhas” como uma forma de distúrbio obsessivo-compulsivo. Porém, segundo artigo publicado no Journal Behavior Research and Therapy, a maioria dos casos dos jovens que roem unhas não aponta para esse tipo de transtorno, mas sim para o tédio e estresse.

#unhas #roer #roerunhas #saúde #DrRondó

@Regranned from @doutorrondo - Para quem ainda não conhece, os telômeros são as pequenas estruturas encontradas no final de cada fio do DNA.
Com o passar do tempo seus telômeros vão ficando cada vez mais curtos, chegando a um ponto em que o DNA não consegue mais fazer cópias corretas e a célula para de funcionar. Esse processo é lento e torna suas células cada vez mais fracas e envelhecidas. Diante disso, para evitar que haja esse encurtamento dos telômetros, veja as dicas a seguir:
1 - Mantenha a sua memória afiada: O famoso Nurse’s Health Study, avaliou os telômeros de 2000 mulheres e observou que as pessoas com telômeros mais longos tinham menos declínio cognitivo.
2 - Mantenha-se feliz e energizado: A depressão está associada com o envelhecimento celular. Quanto maior os seus telômeros, menos provável que você se sinta deprimido, independente da sua idade.

3 - Mantenha o coração forte: Quanto mais jovem suas células, menos provável que você sofra de doença cardiovascular.

4 - Esteja magro e saudável: Um estudo realizado com crianças obesas mostrou que elas tinham telômeros 24% menores em comparação com crianças não obesas.
5 - Mantenha a sua visão: Telômeros longos significam redução de 50% de risco de doença nos olhos. E mais, as pessoas com cataratas que tinham telômeros mais longos tinham os casos menos severos quando comparados com os indivíduos que tinham telômeros mais curtos.
6 - Mantenha a glicemia normal: As pessoas com diabetes têm uma redução significativa de telômeros em comparação com pessoas normais. Quanto maior os seus telômeros, melhores são as chances de se evitar diabetes.
7 - Mantenha dentes e gengivas saudáveis: Inflamações nas gengivas são indicadores de inflamação. Nestes casos, observou-se uma redução de 23% do comprimento dos telômeros.
8 - Durma tranquilamente: Um estudo mostrou que indivíduos com apneia do sono apresentam telômeros encurtados quando comparados com indivíduos com sono normal.
#envelhecimento #telomeros #DNA #saúde #DrRondó - #regrann

Para quem ainda não conhece, os telômeros são as pequenas estruturas encontradas no final de cada fio do DNA.
Com o passar do tempo seus telômeros vão ficando cada vez mais curtos, chegando a um ponto em que o DNA não consegue mais fazer cópias corretas e a célula para de funcionar. Esse processo é lento e torna suas células cada vez mais fracas e envelhecidas. Diante disso, para evitar que haja esse encurtamento dos telômetros, veja as dicas a seguir:
1 - Mantenha a sua memória afiada: O famoso Nurse’s Health Study, avaliou os telômeros de 2000 mulheres e observou que as pessoas com telômeros mais longos tinham menos declínio cognitivo.
2 - Mantenha-se feliz e energizado: A depressão está associada com o envelhecimento celular. Quanto maior os seus telômeros, menos provável que você se sinta deprimido, independente da sua idade.

3 - Mantenha o coração forte: Quanto mais jovem suas células, menos provável que você sofra de doença cardiovascular.

4 - Esteja magro e saudável: Um estudo realizado com crianças obesas mostrou que elas tinham telômeros 24% menores em comparação com crianças não obesas.
5 - Mantenha a sua visão: Telômeros longos significam redução de 50% de risco de doença nos olhos. E mais, as pessoas com cataratas que tinham telômeros mais longos tinham os casos menos severos quando comparados com os indivíduos que tinham telômeros mais curtos.
6 - Mantenha a glicemia normal: As pessoas com diabetes têm uma redução significativa de telômeros em comparação com pessoas normais. Quanto maior os seus telômeros, melhores são as chances de se evitar diabetes.
7 - Mantenha dentes e gengivas saudáveis: Inflamações nas gengivas são indicadores de inflamação. Nestes casos, observou-se uma redução de 23% do comprimento dos telômeros.
8 - Durma tranquilamente: Um estudo mostrou que indivíduos com apneia do sono apresentam telômeros encurtados quando comparados com indivíduos com sono normal.
#envelhecimento #telomeros #DNA #saúde #DrRondó

#GPRepost #reposter #regram_app @doutorrondo via @GPRepostApp for Android
------------------
Quanto mais estamos sob estresse, mais o nosso corpo aumenta o ritmo do nosso metabolismo. Conforme o metabolismo aumenta, os processos celulares são ativados. A demanda por energia como combustível dessas atividades está aumentada. A necessidade por vitaminas e minerais está alta porque as enzimas que promovem certas atividades corpóreas dependem desses nutrientes. Portanto, vitaminas e minerais estão sendo utilizados de forma acelerada.
Se há muito nutriente de depósito e o estresse acaba em pouco tempo, o metabolismo corpóreo dá conta do recado.Porém, se o estresse se torna crônico ou severo e o corpo está mal abastecido, como acontece com a maioria das pessoas que se alimentam de refinados ou junk food, o corpo sente como uma situação similar ao jejum e entra em metabolismo lento.

Quando os nutrientes ficam depletados, o corpo entra em estado de exaustão e o metabolismo fica lento. Isso é uma medida de autopreservação para conservar a energia e os nutrientes que são vitais para a manutenção da vida. Episódios repetidos de estresse pioram ainda mais a situação tornando-se cada vez mais difícil a recuperação.

Todo e qualquer tipo de estresse pode levar a essa situação; seja estresse físico severo ou crônico, mental ou emocional, como gravidez ou nascimento de filho, divórcio, perda de pessoa amada, demanda de trabalho, problemas familiares, cirurgia, acidente, doença ou falta de sono. Caso isso venha de encontro com o que está sentindo e passando, aconselho que você: - corte alimentos refinados e junk food;
- coma mais proteína de animais criados soltos pastoreando;
- consuma vegetais de boa qualidade;
- associe um multivitamínico e mineral de qualidade, ácidos graxos essenciais (ômega 3); e
- comece a usar óleo de coco regularmente.

Isso certamente poderá ajuda-lo a sair dessa situação em boas condições. Caso não sinta melhoras, converse com o seu médico.
#alimentação #estresse #metabolismo #emagrecimento #saúde #drrondó

De acordo com a Mitologia Grega, Poseidon e Athena estavam lutando na mais bela região da Grécia; para evitar o conflito, ficou decidido que os humanos deveriam escolher um protetor para ambos. Para vencer, Poseidon produziu um cavalo maravilhoso e Athena deu uma árvore de oliva ao povo. Ela venceu, e Athenas foi construída em sua homenagem.

A oliva tem sido usada há centenas de anos na Grécia, na França e na cozinha italiana, proporcionando o sabor da culinária do Mediterrâneo. É excelente quando usada no molho de salada ou então sobre os alimentos. A oliva é muito utilizada na forma terapêutica para a nutrição do fígado e da vesícula, sendo bastante recomentada para os diabéticos.
É um óleo rico em ácidos graxos monoinsaturados e por isso tem grande estabilidade, sendo útil na redução do colesterol. É usado topicamente em queimaduras, eczemas e psoríase.
Além disso, o óleo de oliva é fácil de ser processado, não requerendo equipamentos de alta pressão. Contém fitosterol, clorofila, magnésio, vitamina E e betacaroteno.

Devemos sempre preferir os óleos “virgens” ou “extravirgens” e, sempre que possível, os processados a frio. O ideal é não aquecer o óleo de oliva, pois esse processo gera gordura trans. Em contrapartida ele pode ser usado no alimento ainda quente, mas fora do fogo.

#óleo #azeite #azeitedeoliva #oliva #alimentação #nutrição #saúde #DrRondó

El exceso de trabajo, pocas horas de sueño, la poca actividad física y la mala alimentación, son algunos de los factores que pueden llegar a afectar de forma temprana la creatividad, la memoria, la concentración y la inteligencia. Un tratamiento integral que incluye, alimentos, suplementos y sueros, puede llegar a evitar o revertir la pérdida de memoria y el deterioro intelectual. Glutamina, zinc, lecitina, vit B, ácido lipoico,creatina, son algunos de los nutrientes usados para alcanzar esta meta. #clinicnutrition #salud #vitaminas #clinicapicrin #DrRondó#metodopicrin #longevity #detox #theelixirclinic#vitadrip#IVinfusion#miamiinstitute#antiaging#wellness#ozonoterapia#hidroterapiadecolon
#lifestyle#stressmanagement#indepth#massage#essentialnutrition

A maioria das pessoas encara a acne como sendo algo meramente estético. Na verdade, as acnes são resultado de um profundo desequilíbrio do seu organismo, em especial do sistema digestivo.
1 - Evite carboidratos de amido, açúcar / frutose e grãos: Substitua esses alimentos por gorduras boas, como abacate, óleo de oliva, olivas, óleo de coco e manteiga.

2 - Água: Beba água em quantidade adequada para hidratar seu organismo. A hidratação do seu corpo facilita o crescimento celular e a regeneração e eliminação de toxinas.

3 - Exercício: A prática de exercício é muito importante para eliminar toxinas e abrir os poros, além de ser vital para outras funções da sua saúde.
4 - Sono: Sua pele agradece uma noite de sono bem dormida, pois é nesse período que ela se repara.

5 - Equilíbrio de flora intestinal: O intestino equilibrado é o reflexo da pele, portanto procure manter um equilíbrio de ecologia intestinal. Use em sua rotina um complexo de probiótico para essa função.

6 - Vitamina D: A vitamina D é importante para manter o seu sistema imune ativo, o que é fundamental para evitar infecções na pele.

7 - Ômega 3: O ômega 3 ajuda a normalizar as gorduras da sua pele e previne a desidratação das células.
8 - Óleo de coco: Isso é básico para se recuperar a arquitetura celular. Os fosfolípides das membranas celulares estarão mais íntegros, dando um aspecto mais rejuvenescido na pele com menos rugas, menos flacidez e uma condição de mais turgor e rejuvenescimento de pele.
9 - Vinagre de maçã: Por seu efeito alcalinizante no uso tópico e oral, o vinagre de maçã promove uma redução da acidez bioquímica e de pele causadas pelo estresse e erro alimentar, gerando uma condição mais saudável para a pele.

#acne #dermatologia #pele #alimentação #nutrição #saúde #DrRondó

Las vitaminas y los minerales, que son esenciales en la formación de ADN celular, la expresión génica, la formación de neurotransmisores y la producción de energía, se incluyen para proporcionar soporte a los procesos bioquímicos, que ayudan a prevenir el cáncer.
Antioxidantes potentes como la vitamina C, el ácido alfa lipoico y el glutatión se pueden agregar para ayudar a "limpiar" el aumento de la carga oxidativa que acompaña al cáncer y su tratamiento después de la radiación y la quimioterapia.#quelation #vitamins #clinicnutrition #salud #vitaminas #clinicapicrin #DrRondó#metodopicrin #longevity #detox #theelixirclinic#vitadrip#IVinfusion#miamiinstitute#antiaging#wellness#ozonoterapia#hidroterapiadecolon
#lifestyle#stressmanagement#indepth#massage#essentialnutrition

Passar pela experiência da menopausa pode ser um momento crítico para a grande maioria das mulheres, isso porque ela vem acompanhada de uma variedade de sintomas que podem durar anos. Entre os sintomas relatados estão: irritabilidade, afrontamentos, cansaço, depressão e a perda óssea. E para dar conta de amenizar tantos desconfortos, as mulheres se encontram em um carrossel de drogas industrializadas, usando produtos potencialmente tóxicos, principalmente para os ossos.

Mas, nem tudo está perdido e as mulheres já podem começar a comemorar. Um grupo de pesquisadores alemães descobriu algo que promete revolucionar a passagem pela menopausa; eles descobriram uma associação de fitoterápicos que pode acabar com os sintomas mais irritantes em poucas semanas.

Os pesquisadores de um hospital em Hamburgo fizeram uma análise exaustiva em diversos estudos destinados a determinar o efeito terapêutico desses fitoterápicos; eles se ocuparam em examinar se esse tipo de medicamento poderia mesmo acabar com os desconfortáveis sintomas da menopausa.

Esses fitoterápicos têm sido usados por séculos para tratar de tudo, desde doença renal até depressão. Porém, o que esses pesquisadores alemães descobriram é que quando usados juntos, eles podem ter um efeito muito superior. Essa combinação melhorou uma variedade de sintomas causados pela menopausa, inclusive as ondas excessivas de calor e os problemas relacionados ao sono e à concentração.

Então mulheres, se a falta de memória esteja deixando sua vida infeliz, talvez seja hora de conversar com seu médico para, quem sabe, substituir as medicações que você está usando pelos fitoterápicos combinados, que são muito mais seguros e naturais. Em poucas semanas será possível sentir-se muito melhor com as respostas que só a mãe natureza pode trazer!

#fitoterápicos #menopausa #natureza #plantas #saúde #DrRondó

Evitar o açúcar não significa refeições entediantes. Há maneiras muito melhores para acrescentar sabor ao café da manhã, almoço e jantar, começando com três temperos que podem ajudar a garantir que você nunca desenvolva a diabetes. São eles:

1 - Cúrcuma: Este tempero “curry” pode melhorar a função das células beta ou a parte do pâncreas que desliga na medida em que a diabetes inicia. É tão eficaz que um estudo principal controlado por placebo descobriu que altas doses podem evitar a diabetes em pré-diabéticos em 100% dos casos. Você pode usá-lo em ovos e carne e acrescentá-lo a sopas, mas para obter aquela dose realmente alta o idela é usar um suplemento. Não é um tempero: é um milagre.

2 - Canela: Além de acrescentar um pouco mais de vida na comida e na bebida, a canela pode melhorar a digestão e ajudar no apoio do açúcar sanguíneo mantendo-o sadio. Um estudo de ponta descobriu que ela talvez seja capaz de ajudar você na manutenção do peso corporal. Que bônus, hein?

3 - Cravos: Têm um aroma ótimo e o sabor melhor ainda. Os compostos saudáveis trancados dentro deles podem reduzir a glicose do sangue e melhorar a função de insulina ao mesmo tempo. Os cravos são fortes, mas não é necessário consumi-los em grande quantidade para obter o benefício. Na verdade, apenas um ou dois cravos por dia serão suficientes. Coloque-os no seu presunto ou acrescente no seu café. Pode confiar em mim, fica delicioso!

#diabetes #cravo #canela #cúrcuma #tempero #alimentação #nutrição #saúde #DrRondó

As pessoas estão, cada vez mais, optando por uma alimentação rica em proteínas; elas têm apostado em dietas onde o consumo da proteína está acima do ideal, e isso vem causando danos à saúde. É evidente que precisamos de proteína em nosso organismo, afinal, ela é fundamental para que consigamos os aminoácidos necessários para a geração de músculos, ossos e diversos hormônios. Mas, como o velho ditado diz, “tudo em excesso é prejudicial”, e a proteína não foge à regra.

Entre as diversas razões para não consumirmos proteína em excesso está a condição de que este consumo exagerado, além do que o nosso corpo necessita, se transforma em açúcar e em seguida é depositada como gordura. Além disso, há também o aumento da glicemia que alimenta bactérias e fungos indesejáveis como a Candida Albicans e estimula o crescimento de células cancerosas, por estimular um importante processo enzimático chamado mTOR (alvo da rapamicina em mamíferos). Quando ingerimos uma quantidade adequada de proteína, essa enzima se mantém inibida. Outro ponto importante é o fato de que com o consumo excessivo de proteína o seu corpo vai precisar retirar os bioprodutos tóxicos de nitrogênio do seu sangue, o que sobrecarrega os rins.

O segredo é consumir quantidades adequadas de proteína, carboidratos e muita gordura saudável, e com isso melhorar o máximo a sua saúde!

#creditos @doutorrondo #dieta #proteínas #dietadasproteínas #alimentação #nutrição #saúde #DrRondó

Niacina – O bacon aumenta a sua expectativa de vida. O segredo está na Niacina, conhecida como Vitamina B3. Trata-se de um nutriente crítico para proteção do coração, estímulo imunológico e combate a infecções. Essa substância está também envolvida em mais de 50 processos biológicos no nosso corpo, incluindo suporte adrenal e produção hormonal (especialmente hormônio sexual). · Gordura – Não despreze a gordura na panela após fritar o bacon, pois a gordura do porco está entre as mais saudáveis. Ela fortalece seu corpo e garante energia, protege o coração, além de afastar a síndrome metabólica. Quando você termina o preparo do bacon, a gordura que sobra na panela pode e deve ser usada para o preparo de vegetais e outros acompanhamentos do prato principal. · Sal – As informações que o sal faz mal são um risco. Isso mesmo! Sabemos que alimentação pobre em sal pode aumentar o seu risco de morte em mais de 500%. Sal é um nutriente e não afeta a sua pressão arterial, a menos que você tenha problemas renais. Só uma pequena porcentagem de pessoas é sensível ao sal. A dieta com pouco sal pode aumentar o seu risco de ataque cardíaco e fraturas ósseas. Coma mais bacon, e você nunca terá que se preocupar em com a deficiência de sal. · Nitratos – Há centenas de preservativos bons para você, sobre os quais você quase não ouve falar. Um deles é bem conhecido, mas como sempre, tudo o que se fala é o quanto é supostamente ruim para você. Estou falando dos nitratos. Na verdade eles não são perigosos, carcinogênicos e nem fazem mal à saúde. Depois de consumidos, nitratos formam óxido nítrico, que pode proteger o coração – especialmente durante um ataque cardíaco! · Colesterol – Gosta da sua memória? Quer evitar o câncer? Espera ter sexo quando ficar mais velho? Então você precisa de colesterol. Sei que não é isso que você tem ouvido por aí, mas garanto que é a verdade e o bacon pode ajudar!
#bacon #alimentação #gorduras #saúde #drrondó

#Repost @doutorrondo

Quanto mais estamos sob estresse, mais o nosso corpo aumenta o ritmo do nosso metabolismo. Conforme o metabolismo aumenta, os processos celulares são ativados. A demanda por energia como combustível dessas atividades está aumentada. A necessidade por vitaminas e minerais está alta porque as enzimas que promovem certas atividades corpóreas dependem desses nutrientes. Portanto, vitaminas e minerais estão sendo utilizados de forma acelerada.
Se há muito nutriente de depósito e o estresse acaba em pouco tempo, o metabolismo corpóreo dá conta do recado.Porém, se o estresse se torna crônico ou severo e o corpo está mal abastecido, como acontece com a maioria das pessoas que se alimentam de refinados ou junk food, o corpo sente como uma situação similar ao jejum e entra em metabolismo lento.

Quando os nutrientes ficam depletados, o corpo entra em estado de exaustão e o metabolismo fica lento. Isso é uma medida de autopreservação para conservar a energia e os nutrientes que são vitais para a manutenção da vida. Episódios repetidos de estresse pioram ainda mais a situação tornando-se cada vez mais difícil a recuperação.

Todo e qualquer tipo de estresse pode levar a essa situação; seja estresse físico severo ou crônico, mental ou emocional, como gravidez ou nascimento de filho, divórcio, perda de pessoa amada, demanda de trabalho, problemas familiares, cirurgia, acidente, doença ou falta de sono. Caso isso venha de encontro com o que está sentindo e passando, aconselho que você: - corte alimentos refinados e junk food;
- coma mais proteína de animais criados soltos pastoreando;
- consuma vegetais de boa qualidade;
- associe um multivitamínico e mineral de qualidade, ácidos graxos essenciais (ômega 3); e
- comece a usar óleo de coco regularmente.

Isso certamente poderá ajuda-lo a sair dessa situação em boas condições. Caso não sinta melhoras, converse com o seu médico.
#alimentação #estresse #metabolismo #emagrecimento #saúde #drrondó

As pessoas estão, cada vez mais, optando por uma alimentação rica em proteínas; elas têm apostado em dietas onde o consumo da proteína está acima do ideal, e isso vem causando danos à saúde. É evidente que precisamos de proteína em nosso organismo, afinal, ela é fundamental para que consigamos os aminoácidos necessários para a geração de músculos, ossos e diversos hormônios. Mas, como o velho ditado diz, “tudo em excesso é prejudicial”, e a proteína não foge à regra.

Entre as diversas razões para não consumirmos proteína em excesso está a condição de que este consumo exagerado, além do que o nosso corpo necessita, se transforma em açúcar e em seguida é depositada como gordura. Além disso, há também o aumento da glicemia que alimenta bactérias e fungos indesejáveis como a Candida Albicans e estimula o crescimento de células cancerosas, por estimular um importante processo enzimático chamado mTOR (alvo da rapamicina em mamíferos). Quando ingerimos uma quantidade adequada de proteína, essa enzima se mantém inibida. Outro ponto importante é o fato de que com o consumo excessivo de proteína o seu corpo vai precisar retirar os bioprodutos tóxicos de nitrogênio do seu sangue, o que sobrecarrega os rins.

O segredo é consumir quantidades adequadas de proteína, carboidratos e muita gordura saudável, e com isso melhorar o máximo a sua saúde!

#creditos @doutorrondo #dieta #proteínas #dietadasproteínas #alimentação #nutrição #saúde #DrRondó

Quando você abre uma geladinha, aparece um monte de gente para te passar um sermão sobre os supostos males da cerveja, não é mesmo? Mas a ciência mostra que você não tem nada para se culpar! Veja estes 5 benefícios:

1 - Saúde cardíaca
Uma única cerveja por dia pode cortar o seu risco de doença cardíaca em quase um terço, de acordo com as pesquisas. Dentro de duas horas após o primeiro gole, as artérias relaxam. Isso, por sua vez, reduz a dureza no seu “encanamento” e ajuda a assegurar que o sangue flua do seu coração.

2 - Emagrecimento

Um estudo realizado na Espanha descobriu que os bebedores de cerveja têm níveis mais baixos de gordura corporal e são menos propensos a ganhar peso do que as pessoas que não bebem. A chave aqui é você combinar a sua cerveja com linguiça e queijo e não com bolachas e salgadinhos - são os carboidratos vazios desses lanchinhos que levam você a ganhar peso, e não as calorias da cerveja.

3 - Proteção óssea
A cerveja é rica em silício dietético, e é do silício que o seu corpo precisa para construir novos ossos. Um estudo da Universidade Tufts descobriu que os bebedores de cerveja têm densidade mineral ósseo mais forte no quadril do que os não bebedores.

4 - Saúde dos rins
A cerveja não só é levemente diurética para ajudar a manter as coisas fluindo, como também auxilia na diminuição da liberação de cálcio dos seus ossos. Isso, por sua vez, faz parar o acúmulo de cálcio em excesso nos rins e evita a formação de pedras.
5 - Hidratação

A cerveja é composta de 93% a 95% de água. A cerveja é tão eficaz na hidratação que um estudo da Espanha descobriu que a cerveja é na verdade MAIS HIDRATANTE do que a própria água. É isso aí! A cerveja é a “água vitaminada” original.

Mas atenção! Aqui NÃO vale a afirmação “se um pouco é bom, mais pode ser melhor”. Beba sempre com moderação, senão todos os benefícios podem ser anulados.
#alimentação #cerveja #saúde #emagrecimento #coração #rins #hidratação #artrite #saúde #drrondó

Most Popular Instagram Hashtags