[PR] Gain and Get More Likes and Followers on Instagram.

#carolinagama

134 posts

TOP POSTS

MOST RECENT

Hoje, dia 31/10, termina o meu primeiro projeto de escrita. O #writertoberbr foi uma chance incrível de escrever mais, entender mais e desenvolver personagens que até então eram simples rascunhos. Portanto, muito obrigada a todos que curtiram e/ou comentaram as postagens que fiz ao longo do mês. Escrever é uma realização para mim, ainda mais quando a escrita se torna minha válvula de escape. Aliás, como se torna! @igorfeijo, parabéns pela iniciativa e muito obrigada! Saio do projeto com um livro quase pronto e com a certeza de que posso, sim, escrever todos os dias. Força, foco e fé! ❤
https://goo.gl/Pev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Outubro #Participação #CarolinaGama #Euescritora

Naquela tarde, tudo se resumiu ao que tinham conversado, ao que tinham escutado um do outro. Nicole sabia o que ele sentia por Cora, sabia o que havia resultado daqueles encontros. Mesmo depois de ter reagido, mesmo depois de ter ido embora. Conversar não havia sido eficaz.
Assim que saiu, ele desabou. Tomou um comprimido para dor de cabeça e se jogou na cama, muito embora a dor fosse outra.
Era difícil não pensar nela e em tudo que haviam construído até ali. Era difícil apagar a vontade que sentiu de abraçá-la quando contou a verdade. Tudo bem, consolar alguém era bem diferente de abraçar por querer, mas, ainda assim, era difícil. Por tudo que ela representava e por tudo que sabia que ela não merecia sentir.
Agora, pensava, sua vida era nada mais que um quebra-cabeça interminável sem a peça principal. Bom, a menos que estivesse disposto a começar outro.

Participem também:
https://goo.gl/Pev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia31 #CarolinaGama #Euescritora #Giphy #writertoberbr

Na primeira vez, apenas se olharam. Na segunda, ao voltar do trabalho, a reação incluiu alguns sorrisos. Ainda assim, Cora seguiu. Tinha muito o que escrever, tinha muito o que organizar. Ao apertar seu andar e entrar, no entanto, a porta não fechou. Até ameaçou, mas o elevador travou e estalou, fazendo com que saísse em seguida.
"Victor, oi", disse, caminhando até o balcão. "Tudo bem? Algo aconteceu com esse elevador, ele travou comigo. Pode chamar alguém da manutenção?"
"Claro, dona Cora, vou providenciar", respondeu. "Ainda hoje virão consertar".
"Ah, que bom. Vou usar o de serviço, então", comentou.
Antes que desse as costas para ele, foi interrompida.
"Quer que eu a acompanhe ao subir, dona Cora?", perguntou, levando-a até o outro.
"Não, não precisa", sorriu, tímida. "Acho que vou ficar bem. Os dois não podem parar ao mesmo tempo, não é?", brincou.
Agora a timidez era dele.
"Tomara que não, dona Cora", respondeu, chamando o elevador por ela.
Nos segundos em que esperaram, reparou em como ele a fitava. Havia algo novo no olhar dele, havia desejo. Escondido, claro, disfarçado pelo óbvio, mas ainda o bom e velho desejo. O desejou também, mas no íntimo. Afinal, não deixaria que acontecesse qualquer coisa depois do que havia sentido.
"Tem certeza de que quer arriscar, dona Cora?", insistiu.
Ele tentava esconder, mas o olhar era inegável.
"Tenho, Victor", respondeu, encostando-se ao fundo. "Mas... obrigada".
A última coisa que vira ao se afastar dele fora o aceno feito com a cabeça. Aceno esse em que não desviou o olhar e que teve um retorno maior do que o esperado. Aliás, queria mesmo é que o aceno tivesse acontecido ali, ao seu lado. Com os mesmos olhos, com as mesmas falas. Com a mesma respiração que sentiu de perto quando foi levada até o elevador. E sabia que ele queria o mesmo.
Ao girar sua chave, mordeu o próprio lábio. Sabia exatamente como fazê-lo subir. 💭

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia29 #CarolinaGama #Euescritora #Blogspot #writertoberbr

"Uma parte de mim quer parar, sabe? Quer viver um amor guardado, um amor construído com o tempo. Já a outra, não tem muito conserto. E é isso que dói.
Saber que tenho alguém como o Klaus nas mãos, mas não comigo. Saber que trago vários comigo, mas nenhum é realmente meu. Isso dói e eu não me sinto mais a mesma. Aliás, não sei explicar, mas eu mudei. Eu venho mudando e não sei dizer se é por eles ou se é por mim. Bom, talvez nunca tenha sido por mim; fato. Mas isso me mata, me destrói. E eu não consigo não pensar mais, não consigo dividir meus pensamentos, eu...
É... eu preciso beber." ✔

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia28 #CarolinaGama #Euescritora #WeHeartIt #writertoberbr

Ele sabia. Continuava, mas sabia. E esse era um ponto importante para Cora: deixar claro o que deveria ser. Victor não era sua primeira opção, não sabendo a quem pertencia, mas não conseguia mais ficar longe. Não evitava mais ficarem próximos, não resistia mais às tentativas, embora discretas. E ele sabia disso.
Ao se despedirem, o beijo se estendeu. As mãos dele a seguravam com tanta firmeza que a sensação era de perda. No entanto, não a perderia ali. Não, não, Cora não suportaria. Não quando ainda precisava daquele cheiro e daquela voz. Não quando ainda sentia falta daqueles braços, quando sabia que haviam se tornado a única forma eficaz de esquecer.
Mais uma vez, respirou fundo. Deixou que o ar saísse até que a pressão na cintura fosse insuportável. Então, desprendeu as mãos dos bolsos dele e deslizou-as até a maçaneta, apoiada em suas costas. Essa noite, só essa, deixaria a saudade tomar conta dos dois. "Talvez funcione", pensou. "Talvez possa tê-lo um pouco mais". 💋

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia27 #CarolinaGama #Euescritora #Giphy #writertoberbr

"Então, como você está?", puxou, tomando um gole da cerveja.
"Bem, eu acho", disse Cora. "Depois do que aconteceu, eu..."
"Esquece isso", interrompeu.
"Não, Klaus, não esqueço", prosseguiu. "Eu não fui justa com você. Marquei de te encontrar, mas fui ver outra pessoa".
"Cora, tá tudo bem".
"Não, não está", insistiu, colocando as mãos sobre as dele. "Eu te deixei na mão de novo, quero pedir desculpas".
"Está desculpada", respondeu, retirando as mãos de leve. Seu tom seco fez com que Cora apertasse os olhos.
"Klaus..."
"Cora, eu não quero saber. Passou, caso encerrado. Vamos falar de outra coisa".
"Ontem aconteceu de novo", soltou. "Eu não queria que fosse assim, Klaus, mas aproveitei a carona e..."
"Chega, Cora", cortou, interrompendo um novo gole. "Já deu. Eu não quero saber com quem você fica, eu não preciso saber. Eu esperei você por duas horas, deixei um artigo importante me esperando e tudo que eu quero agora é tomar minha cerveja em paz. Você entende isso?"
"Claro, me desculpe. Desculpa, forcei a barra", disse. "Podemos mudar de assunto. Os treinos, por exemplo..."
"Não, Cora, outro assunto. Eu não quero falar dos treinos".
"Klaus, o que está havendo? Não estou entendendo você", respondeu, chamando sua atenção.
"Eu já sei, Cora", disse.
"Ã?", reagiu.
"De você e do Augusto. De você, dele e de coisas que eu não queria saber. Eu sei", revelou, chamando a atendente.
"Como?", disse, surpresa.
"Não importa, Cora, o que importa é que eu sei".
Se algo ali estava gelado, era o rosto dela.
"Klaus, de verdade, eu não sei o que dizer..."
"Não precisa. Só vá embora". 🚕

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia26 #CarolinaGama #Euescritora #WeHeartIt #writertoberbr

"A verdade é que eu tremi. Estremeci só de pensar na possibilidade. A verdade é que por mais que eu tente, é difícil deixar de lado. Mas também é difícil, cada dia mais difícil, não pensar nele. E, sim, a culpa é minha. Eu poderia mudar tudo isso, mas não enquanto aquele olhar me desconcerta. Não enquanto aquele toque me desperta, não enquanto isso não acaba. Tudo bem, eu sei, é tudo questão de limite. Mas não consigo manter o meu perto daqueles olhos castanhos. Não mesmo. Klaus, você vai ter que esperar." 😉

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia25 #CarolinaGama #Euescritora #Pinterest #writertoberbr

ROMANCE ERÓTICO. Sim, erótico. Desde o começo, desde os rascunhos dos personagens, pensei que escrevia algo do gênero. Não tive motivo específico, tampouco pensei em algo explícito, mas logo ficou clara a intenção de transformar um romance intenso em algo adulto. E tem sido interessante por isso, porque existe diferença entre erotismo e obscenidade, muito embora um dependa do outro para se caracterizar. No caso do que escrevo, da história que ainda não tem nome, tem sido uma mão na roda. Afinal, não consigo mais enxergar Cora sem tais traços e não consigo mais desenvolver Klaus sem o peso desse conflito. Como leitora, é um prazer, pois é um gênero que leio bastante e que critico também. Como escritora, no entanto, é um desafio, pela novidade e pela ideia. Sendo assim, só posso arriscar. ⏮

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia24 #CarolinaGama #Euescritora #Boomerang #writertoberbr

"All along it was a fever
A cold sweat hot-headed believer
I threw my hands in the air and said show me something
He said, if you dare come a little closer

Round and around and around and around we go
Ohhh, now tell me now tell me now tell me now you know

Not really sure how to feel about it
Something in the way you move
Makes me feel like I can't live without you
It takes me all the way
I want you to stay

It's not much of a life you're living
It's not just something you take, it's given
Round and around and around and around we go
Ohhh, now tell me now tell me now tell me now you know

Not really sure how to feel about it
Something in the way you move
Makes me feel like I can't live without you
It takes me all the way
I want you to stay

Ohhh, the reason I hold on
Ohhh, ‘cause I need this hole gone
Funny you're the broken one but I'm the only one who needed saving
‘Cause when you never see the light, it's hard to know which one of us is caving

Not really sure how to feel about it
Something in the way you move
Makes me feel like I can't live without you
It takes me all the way
I want you to stay, stay
I want you to stay, ohhh"
(Stay - Rihanna feat. Mikky Ekko)

De tantas músicas, acho que encontrei a que melhor define Cora. São várias fases, várias cenas, mas tudo se resume ao começo. Começo dela, começo dele, começo da mudança. E pelo que tem vindo, pelas últimas semanas, é exatamente assim que o vento sopra. Gostar é pouco. 💕

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia23 #CarolinaGama #Euescritora #Tumblr #writertoberbr

Queria aquilo, queria lembranças. Não sabia, em meio ao choro, o que mais fazia falta, mas sabia que queria lembranças e que até ali só havia construído rabiscos. Rabiscos curtos, longos, prazerosos. Rabiscos e nada mais.
Pensando e removendo o que encontrou pelo caminho, abriu a caixa. Girou a tranca com força e a abriu, tirando todos os papéis, agora caídos no tapete. Por um instante, passou os olhos no mais recente. Era sobre Klaus.
Era sobre Klaus e a mania irritante que ele tinha de morder a tampa da caneta. Mania essa que se igualava ao que ele mais gostava de fazer quando a beijava. Era sobre a tampa da caneta, sobre a tampa da panela, era sobre tampas. Era irritante, mas ela gostava. E sabia disso. E escrevera sobre isso.
Involuntariamente, largou as mãos sobre o corpo. Não mexeria mais naquela caixa, não lembraria mais daquilo como o que a lembrava. Não agora que seus pensamentos seriam regidos por ações. E a primeira seria dela. Só dela. 👁

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia22 #CarolinaGama #Euescritora #Tumblr #writertoberbr

Ela lembraria, ele também. Se haviam aprendido alguma coisa, era sobre amor próprio. Mas nada apagaria da memória aquele momento, por mais que tentassem. Nem a certeza, nem o receio. Nem o cuidado com que ele disse o que precisava. Nada apagaria aquela praia, aquela brisa e o que sentiram quando ainda estavam a sós. Nem para ele, nem para ela. A sensação era de que em algum lugar as coisas realmente fizeram sentido.
Tentando manter o arrepio, Cora parou sob o portal e deixou que o vento frio a cortasse. Dormiria mais cedo aquela noite, leria um livro. Não deixaria de pensar nisso, é claro, mas tentaria. Por ele e por ela. Especialmente por ela. Por tudo que ficou claro enquanto o sol se despedia.
Parece que não foi só. 🌥

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia21 #CarolinaGama #Euescritora #Tumblr #writertoberbr

Cora acordou num sobressalto. Não sabia se havia sonhado de novo ou se havia mesmo deixado o bar sozinha. Desde a noite anterior, quando dormira com o irmão de Ângela, sua melhor amiga desde o colégio, decidira não pensar mais nisso. Não quando tinha um dia cheio pela frente.
Jornalismo sempre fora sua segunda opção. Nunca havia pensado que mudaria de ideia no último minuto e que se identificaria tanto, mesmo tendo crescido sob a vontade de seguir os passos de sua mãe, médica veterinária. Após seu falecimento, no entanto, achou crucial se afastar daquele local de trabalho e buscar por algo que não a fizesse lembrar daquele consultório.
Não foi fácil. Durante toda a faculdade teve dúvidas quanto a isso e a certeza de uma decisão bem tomada só veio no quinto período, diante de um estágio massante e de uma função que reparou executar com perfeição.
Sua mãe teria orgulho, ela sabia. Sabia que estaria lá, se pudesse. Mas sabia também que precisaria fazer muito mais para sentir orgulho de si mesma, ainda mais agora. Isso, mais do que qualquer coisa, levaria algum tempo. 🍀

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia20 #CarolinaGama #Euescritora #Favim #writertoberbr

Cora tinha dessas coisas. Era uma situação complicada, para não dizer perdida. Muitas vezes, era ela quem forçava outro encontro, era ela quem se esquivava da verdade, mas por entender que tanto ela quanto seu corpo precisavam de companhia. Na verdade, era a forma que ela tinha de saciar a falta que sentia. Um pouco torta, é verdade, um pouco sem pé nem cabeça, mas tudo fazia sentido quando o encontrava, quando seus corpos se encontravam.
Depois de algum tempo, passou a demonstrar. E passou a entender o instigava. Mas, como sempre, havia alguém no caminho. Alguém de quem ela gostava, porque gostava dele como merecia, mas que odiava por ter para si o homem que agora fazia parte dela, que agora também era dela.
Sem pensar muito, começou a escrever. Começou a relatar o que havia acontecido entre eles em detalhes, como se ele também fosse ler. Contou como começou, como aconteceu e tudo que ele havia dito ao pé do ouvido aquela noite. Afinal, depois da terceira, tinha alguma certeza de que Nicole nunca ouvira o mesmo. ✍

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia19 #CarolinaGama #Euescritora #Giphy #writertoberbr

Tinha mudado as coisas de lugar. Tinha entendido tudo aquilo. Até ali, fora apenas conivente. Apenas alguém decidida a continuar agindo como sempre por não saber o que buscar. Não sozinha, não sem ajuda. E depois de muita dúvida, pegou o celular. Pegou, respirou fundo e engoliu em seco o mesmo orgulho que a tomava após cada tentativa. Cada beijo, cada abraço, cada noite dedicada a ela mesma, mas sob corpos diferentes. O mesmo orgulho que há alguns minutos a teria impedido de ligar, não fosse a vontade que sentia.
Klaus. Só ele poderia ajudá-la. Só ele a tiraria desse estágio, desse medo. Sabia que estava mal com ele, sabia que era sua última opção, mas tinha que ligar, então desbloqueou a tela.
"Você estava certa, ela é pra mim".
Demorou um pouco para absorver a mensagem, respirou fundo outra vez, mas não hesitou em continuar. Não poderia.
"Eu só não sei se sou pra ela, Cora. Nem pra você".
O impacto foi óbvio.
Tudo o que conseguiu fazer foi apertar um botão e pressionar o aparelho contra o peito. Absorver era impossível, ligar era impossível. Naquele momento, a única saída era aceitar. E era mil vezes pior que a espera. 💔

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia18 #CarolinaGama #Euescritora #Giphy #writertoberbr

"Mas, se você não sabe o que quer, como eu vou saber se vai dar certo?", colocou Nicole, em tom ríspido.
"Eu não sei, Nick, tudo está confuso".
"É você quem confunde tudo, Klaus. É você quem me procura com saudades, mas só pensa no futuro quando o assunto é o jornal. Agora tudo é o jornal. Ou o jornal, ou sua amiga".
"Ah, Nick, não de novo! Ciúmes? Sério?", indagou.
"Me poupa, Klaus. Está na cara. No começo, eu entendi. Afinal, somos crescidos o suficiente pra separar as coisas. Mas tudo tem girado em torno dela. De umas semanas pra cá, é Cora te ligando, é Cora te procurando, é Cora até mesmo pra jogar conversa fora", disparou.
"Nick, isso não faz sentido, você está entendendo errado!", interrompeu ele.
"Acha mesmo? Acredita nisso? Porque, Klaus, eu não acredito mais", respondeu, pegando o casaco jogado na cadeira.
"Nick... Nick!", chamou, alcançando-a pela mão e puxando-a para si. "Não vá embora. Vamos conversar, eu ainda tenho tempo antes do ensaio, eu...", pediu.
"Ainda tem tempo? Você ainda tem tempo?", riu, visivelmente nervosa. "Que bom, Klaus, eu realmente fico feliz. É muito bom saber que você ainda tem tempo, porque o meu espaço já era faz algum. E você nem percebeu".
A porta bateu tão forte que o som ecoou pela sala.
Nicole. Era Nicole que agora fazia doer. ☂

Participem também:
https://goo.glPev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia17 #CarolinaGama #Euescritora #Favim #writertoberbr

"What were all those dreams we shared
Those many years ago?
What were all those plans we made
Now left beside the road?
Behind us in the road

More than friends I always pledged
Cause friends they come and go
People change as does everything
I wanted to grow old
Just want to grow old

Slide on next to me
I'm just a human being
I will take the blame
Bust just the same
This is not me
You see
Believe
I'm better than this

Don't leave me so cold
Or buried beneath the stones
I just want to hold on
And know I'm worth your love
Enough
I don't think
There's such a thing

It's my fault, now I been caught
A sickness in my bones
How it pains to leave you here
With the kids on your own
Just don't let me go

Help me see myself
Cause I can no longer tell
Looking out from the inside of
The bottom of a well
I yell
It's hell
But no one hears

Before I disappear
Whisper in my ear
Give me something to echo
In my unknown futures ear

My dear
The end
Comes near
I'm here
But not much longer"
(The End - Pearl Jam)

O que uma das minhas canções favoritas tem a ver com Klaus? Bom, chega um momento em que os personagens guiam você e acho que é isso que vem acontecendo comigo. Desconheço coisa melhor. ❤

Participem também:
https://goo.gl/Pev3Wb

#Blog #Ensaiando #Escrevendo #Projeto #Participação #Outubro #Dia16 #CarolinaGama #Euescritora #Tumblr #writertoberbr

Most Popular Instagram Hashtags