[PR] Gain and Get More Likes and Followers on Instagram.

rwmendes rwmendes

81 posts   1268 followers   899 followings

rubens mendes  Administrador e Estudante de educacao fisica....

Casamento Stela e Gustavo, parabéns ao casal, felicidades.

Treino hj foi com brother @diiimoura, vlw irmão e todo sucesso pra nós, tmj.
#estilodevida
#amorpeloquefaço
#vempraraider

#Repost @raideracademia (@get_repost)
・・・
O que é carga de treino ?

Quando falamos sobre carga de treino estamos nos referindo sobre todas as variáveis que compõem o treinamento resistido com pesos, como por exemplo: peso utilizado, intervalo entre as séries, número de séries, velocidade de execução, ordem dos exercícios, amplitude de movimento.
Todas essas variáveis se manipuladas de maneira correta poderão aumentar ou diminuir a intensidade dos treinos, diferente da ideia que muitas pessoas tem sobre a “carga” de treino que na maioria das vezes é confundida com a quilagem ou o peso utilizado em um movimento apenas.

Aqui na Raider estamos preparados para auxilia-los na evolução do seu treinamento de acordo com seus objetivos!

Vem pra Raider!

#Repost @raideracademia (@get_repost)
・・・
Musculação para Indivíduos Destreinados Sedentários
O sedentarismo é caracterizado pela falta de atividade física no ser
humano, em toda sua amplitude, fazendo com que assim a saúde da pessoa entre em declínio e esteja mais suscetível ao surgimento de patologias. Devido ao grande comprometimento que o sedentarismo pode ocasionar, considera-se
atualmente como um problema de saúde pública e por muitos profissionais da saúde, também é considerado o mal do século.
Nos dias atuais a musculação com uma periodização bem elaborada e adequada se enquadra como uma ótima opção para o combate ao sedentarismo.
Então como deve ser elaborado?
Idivíduos sem qualquer experiência em musculação devem começar seguindo um programa de preparação geral em que a sobrecarga é leve e o
foco se volta na aprendizagem das técnicas corretas dos exercícios. Devendo
dar ao seu corpo o período de adaptação gradual ao estresse físico do treinamento enquanto adquire os ganhos no condicionamento, aumentando assim, aos poucos a capacidade de tolerar esses estresses minimizando as
dores musculares. Tendo inclusive, a ideia do desenvolvimento de hábitos saudáveis desde o início, de modo que o treinamento se torne uma experiência de condicionamento agradável, significativa e duradoura.

Para que esse processo seja realizado com sucesso, deverão ser
utilizadas de maneira adequada as variáveis metodológicas de treinamento. Ou seja, tudo aquilo que pode manipular uma sessão de treino. As principais variáveis de treinamento são os tipos de exercício, a carga, as
repetições, as séries, a velocidade de execução, o intervalo de descanso entre as séries e os exercícios, a ordem dos exercícios, a amplitude do movimento (ADM) e a frequência semanal. Com base nessas variáveis, o profissional em educação física irá aplicar o método mais adequado de treinamento e determinar o volume e a intensidade, respeitando sempre a individualidade biológica e possíveis restrições.

Autor: Joel Vasconcellos, Professor da Raider Academiae Personal Trainer

Referência:
Brown, Lee E. Treinamento de Força. Barueri, SP: Manole, 2008.

Fleck, Steven J.; Kraemer, William J. Fundamentos do tr

Parabéns aos profissionais de educação física!!!!!
#Repost @raideracademia (@get_repost)
・・・
👉🏻01 de setembro é dia de caprichar no alongamento do sorriso 😃 e na força do abraço 🤗! Parabéns a todos os profissionais de Educação Física que promovem a saúde das pessoas através da prática do exercício físico, planejando e orientando o treinamento!!
#diadoeducadorfísico
#raideracademia

#Repost @raideracademia (@get_repost)
・・・
PONTOS DE DESCANSO NA MUSCULAÇÃO

Pode ser descrito como ângulos de amplitude do movimento onde não  tem uma contração eficiente, onde o torque muscular é muito baixo por conta da diminuição da resistência do movimento, ou por um alongamento excessivo ou uma contração completa, no caso do alongamento a justificativa seria a dificuldade dos filamentos de actina se ligarem na miosina para a produção de movimento, pois o músculo se encontra em total alongamento e na “contração completa” todos os filamentos já se encontram interligados demonstrando que a contração está próximo de 100%. Ou seja, o torque resistivo gerado contra musculatura em ação é pequeno demais ou já chegou ao fim, em comparação com o ângulo de maior trabalho, consequentemente diminuindo o trabalho muscular nessa amplitude. Diante disso, o exercício realizado nessas condições, considerando os pontos de descanso ou contração completa, gerará pouca eficiência tensional sobre a musculatura.

O conceito está diretamente ligado com a biomecânica, mais precisamente com os braços de alavancas da resistência e no torque resistivo. Ou seja, quando o braço de alavanca é pequeno a resistência ou o troque também será pequeno, desta forma, a exigência muscular é diminuída.

A base de todo esse conceito do ponto de descanso citado acima está intimamente relacionado aos braços de alavancas da resistência no torque resistivo. Ou seja, quando em determinados exercícios os indivíduos produzem braços de alavancas pequenos consequentemente os torques resistidos também serão pequenos. Diante disso, os torques musculares gerados serão pequenos, ou seja, não terá uma exigência muscular eficiente.

Logo, podemos dizer existem ângulos ou posições em que a musculatura em ação será mais favorável. Contudo, esses ângulos de trabalho são chamados de pontos de descanso.

#Repost @raideracademia (@get_repost)
・・・
Musculação emagrece?

Essa é uma das perguntas mais frequentes em academias, consultórios e até nas redes sociais. Por muito tempo, foi decretado que se você quisesse emagrecer, deveria fazer exercícios aeróbicos, como corrida, spinning, jump, natação. E se no caso, seu objetivo fosse ganhar músculos, aí sim você deveria fazer musculação. No entanto, muitos estudos e a própria prática têm demonstrado que nosso corpo não é tão simples assim. Só que antes de continuar explicando, preciso fazer uma pergunta: “Você quer emagrecer ou quer ver seu peso diminuir na balança?” Acredite, uma coisa não necessariamente tem a ver com a outra. Emagrecer significa perder gordura corporal e, no mínimo, manter sua massa magra. Perder peso na balança nem sempre significa que você está mais magro. Os quilos a menos podem ser devido à eliminação de água e perda de massa muscular, por exemplo.

Para você que quer emagrecer, o mais importante é saber que quanto maior sua musculatura, mais acelerado será seu metabolismo. Então, por mais que você possa gastar mais calorias durante uma atividade aeróbica, com músculos desenvolvidos, você irá eliminar mais calorias durante determinados horários do dia, principalmente em repouso.
A Taxa de Metabolismo Basal (TMB) é a quantidade mínima de energia necessária para manter as funções vitais do organismo em repouso. Essa energia geralmente é medida em calorias. A TMB pode variar de acordo com o sexo, altura, idade, genética, prática de atividades físicas, peso e composição corporal, isto é, quantidade de massa magra e massa gorda que você possui. Isso significa que quanto mais músculos você obtiver, maior será seu gasto calórico diário, mesmo quando estiver dormindo, por isso a musculação emagrece!

Entretanto, vale ressaltar que um bom acompanhamento nutricional unido a um planejamento adequado por um profissional da área, são de suma importância para que tais fatores tenham êxito, caso contrário, os efeitos podem ser adversos.
Autor: Vitor Guimarães, Professor da Raider Academia e Personal Trainer
Referência: Kirk EP et al. Minimal resistance training improves daily energy expenditure and fat oxidat

#Repost @raideracademia (@get_repost)
・・・
Treinamento de força em crianças: conceitos, riscos e benefícios

O termo treinamento de força – também denominado treinamento com
pesos – refere-se a um método especializado de condicionamento físico,
envolvendo o uso progressivo de cargas resistivas com o objetivo de manter ou
aumentar a aptidão muscular.
Nos últimos anos, as crianças têm adotado uma postura hipocinética, ou
seja, têm apresentado atividade funcional significativamente diminuída,
apresentando um alto risco de contrair doenças coronarianas, obesidade,
problemas lombares, etc. Doenças que antes só eram imaginadas em adultos e
idosos.
Levando esses fatores de risco em consideração, foi determinado
significativamente importante que as crianças tivessem uma atividade física
voltada para a prevenção de tais riscos.
O treinamento de força para crianças já foi sentenciado por alguns como
uma prática perigosa, especialmente quando envolvia o uso de peso, pelo risco
de limitar o crescimento. Contudo, o Colégio Americano de Medicina Esportiva
destaca que não existem evidências científicas de que o treinamento de força
em crianças com levantamento de peso possa restringir o crescimento das
crianças.
Além de aumentar a força muscular dos jovens, a participação regular
em um TF tem o potencial de influenciar outras medidas de saúde e
condicionamento físico. Até o presente momento, alguns dados sugerem que o
TF pode alterar favoravelmente parâmetros de saúde e aumentar o
desempenho no esporte e nas habilidades motoras.
Como qualquer outro tipo de prática desportiva, existem alguns riscos
que são consideravelmente reduzidos, quando supervisionados
adequadamente por um profissional capacitado.

Autor: Antonio Augusto Diniz, Professor da Raider Academia e Personal Trainer.

Referência:

BARBIERI, D ZACCAGNI, LStrength training for children and adolescents benefits ans risks. Coll. Antropol, v37, n.2, p. 219-225, 2013.

BENSON, AC,; TORODE, M.E.; FIATARONE, M. A. Effects os resistance training on metabolic fitness in children and adolescents: a systematic rewiew. Obesity reviews, v.9,n1,p 43-66, 2008.

Treino com o vovô, ambiente agradável em excelentes companhias.
#vemcomvovô
#raideracademia

#Repost @raideracademia (@get_repost)
・・・
Sair do sedentárismo praticando corrida de rua, seria uma boa estratégia para emagrecimento?

Pensando nos dias atuais percebemos que a população esta cada vez mais sedentária e com sobrepeso, e ao iniciar uma atividade esportiva, acabam escolhendo a corrida como principal atividade física, por ser de baixo custo e fácil acesso. No entanto, devemos tomar alguns cuidados e para desvendarmos isso vamos apontamos algumas questões.
Primeira coisa que precisa ser avaliada é qual o nível de preparo físico dessa pessoa.

Como exemplo temos um indivíduo sedentário e com sobrepeso; devemos pensar não somente no acumulo de tecido adiposo, gordura corporal. Bem provável que esse indivíduo encontra-se com uma massa muscular defasada “de forma geral” colaborando para uma fraqueza muito grande de seu sistema tendíneo, ligamentar e todas as estruturas que compõem as articulações, entre outras partes do sistema locomotor, como por exemplo, o tecido ósseo.
Após esses parâmetros, podemos dizer que esse indivíduo encontra-se com uma sobre carga grande pelo acúmulo de gordura corporal, fazendo com que perca boa parte de sua funcionalidade fisiológica, ou seja, aptidão física extremamente baixa. Além de ficar suscetível a lesões, dores musculares entre outros contratempos indesejados.

Por último e não menos importante seria o cenário nutricional, a partir do momento que se inicia uma atividade física a necessidade nutricional é aumentada, forçando com que você se alimente de forma adequada para suprir as necessidades energéticas e nutricionais apropriadas para tal carga de treino, para que com isso você possa desfrutar de resultados mais satisfatórios . Indicamos a esse individuo uma atividade que fortaleça o seu parelho locomotor, colaborando para que todos os sistemas corporais já descritos anteriormente sejam otimizados e lógico, juntamente com uma nutrição adequada. Fazendo isso estará preparando seu corpo para esse estímulo, “ a corrida de rua ” entre tantos outros.

Ao iniciar atividades físicas comece moderadamente e aumente o ritmo aos poucos respeitando os limites do seu corpo!

Excelente artigo @gabriel_xisto, parabéns.
#Repost @raideracademia (@get_repost)
・・・
RAIDER EM FOCO

Sabe aquelas dores no pescoço ?! Você que passa longos períodos do seu dia operando seu aparelho celular, pode vir a ter problemas posturais com dores musculares.

Exatamente, muitas das dores na área do pescoço e ombros, pode ser a postura que você utiliza no dia dia quando usa o seu celular.
Conforme a angulação criada entre a sua coluna cervical e seu tronco ( vértebras torácicas ) aumenta, a carga que antes era dissipada para todo o corpo, passa a ser direcionada para o ponto de maior flexão entre as vértebras, visto que a pressão imposta pela gravidade gerada pela postura errada de olhar o visor do celular, pode aumentar a compreensão dos discos intervertebrais, e o uso prolongado dessa postura pode ocasionar até mesmo um extravasamento do núcleo pulposo do disco vertebral, ocasionando uma hérnia discal.

Também podemos destacar o alongamento da musculatura póstero superior do tronco, principalmente o trapézio nas suas fibras superiores, pois para mantermos essa postura, terá de ocorrer um esforço enorme da musculatura em destaque, contudo justificando o desconforto que você sente
durante o dia.
Para prevenção de dores e problemas posturais, é indicado a prática regular de exercício físico , pois, o treinamento de força pode ser uma ferramenta interessante (algumas das vezes, essencial), para contribuir com a saúde e bem estar do seu corpo e nesse caso em específico a saúde de sua coluna vertebral.

Recomendamos antes da atividade física um aquecimento bem executado com intuito de preparar o seu corpo para a atividade que irá fazer, durante a musculação manter a postura apropriada em todos os exercícios (PERGUNTE AO PROFESSOR SE ESTÁ CERTO!), neste caso, evite movimentos pequenos ou bruscos com a região da cabeça, mantenha a cervical neutra durante toda a execução, logo após aconselhamos um relaxamento da cintura escapular e cervical, ou de acordo com a indicação do professor ou médico especialista que identificou esse desconforto no pescoço .

Autor: Gabriel Xisto, Professor da Raider e Personal Trainer | Julho 2017.
Referência:
Paula T. Hakala, Arja H. Rim

Por mais fds como esse, amo vc ❤

Most Popular Instagram Hashtags