revistatpm revistatpm

1,738 posts   142,777 followers   185 followings

Tpm  Há mais de 16 anos, a Tpm investiga a fundo as mulheres e seu universo e insiste que lugar de mulher é todo e qualquer lugar. Tpm é outra conversa!

Quando lançou sua grife, em 2015, Isaac Silva (@isaacsilva_br) tinha um objetivo: falar sobre a diversidade em sua marca. “Há muitas negras no Brasil, e elas não se sentem representadas na moda. Quero ser o primeiro a vestir essas mulheres." Dito e feito. Hoje, o baiano tem entre suas clientes Elza Soares (@elzasoaresoficial), Djamila Ribeiro (@djamilaribeiro1), Stephanie Ribeiro (@ste_rib), Magá Moura (@magavilhas), Taís Araújo (@taisdeverdade) e Camila Pitanga (@caiapitanga), mulheres negras e importantes formadoras de opinião em diversas áreas da sociedade. -
Prestes a completar 30 anos e abrir sua primeira loja física, Isaac deu mais um passo de inclusão ao homenagear as mulheres trans em seu último desfile no evento de moda Casa de Criadores (@casadecriadores). O casting foi composto por mulheres trans com diferentes biotipos e estilos, representando a diversidade também dentro dessa categoria de identidade de gênero.
-
Foto: João Bertholini
-

#RevistaTpm #IsaacSilva #MulheresTrans

Somos hexa! Marta (@martavsilva10) foi eleita a melhor jogadora do mundo pela sexta vez e alcança feito histórico no futebol mundial: é a maior vencedora do prêmio entre homens e mulheres.⠀
-⠀
-⠀
Foto: divulgação ⠀
-⠀
#RevistaTpm #martamelhordomundo #marta #FutebolFeminino

Em 1998, Otto (@Ottomatopeia) lançou seu primeiro disco ‘Samba pra Burro’, que ficou marcado por misturar música eletrônica brasileira a pandeiro e outras batidas. Ele celebra nesse final de semana o aniversário do seu álbum primogênito, que será relançado em vinil. O LP traz uma releitura da capa original, com uma foto do pernambucano clicado por sua esposa, a francesa Kenza Said (@kenzasaidsaid).⠀
-⠀
Passadas duas décadas, o compositor acumula outros cincos discos, prepara o lançamento de mais um para 2019 e, aos 50 anos, se enxerga como um artista que deixou uma marca. “Hoje sou uma pessoa da música brasileira. Esses discos construíram minha carreira, estou integrado”.⠀
-⠀
Vai lá: o show rola hoje (22), às 21h, e amanhã, às 18h no @SescPinheiros
-⠀
Foto: Divulgação⠀
-⠀
#RevistaTpm #Otto #Sambapraburro

As instalações da arquiteta Joana Salle (@jcsalle) fazem refletir sobre aquilo que descartamos dia após dia. No projeto “O lixo é massa”, ela traz outro olhar para objetos inutilizados e alerta: “O lixo é um vilão invisível. Nós, da arquitetura e do design, precisamos nos atentar pra isso”.⠀
-⠀
No próximo domingo, ela participa do evento O Happening (@ohappening) onde vai monstar instalações como Primavera, um jardim feito pelas mãos de detentas de um presídio da Zona Norte de São Paulo, em que todas as flores foram confeccionadas a partir de retalhos de tecidos. Quem for ao evento também vai poder participar da intervenção artística em que um painel branco será pintado com maquiagens vencidas que seriam queimadas.⠀
-⠀
O Happening é um evento cultural feito somente por mulheres que rola neste domingo, dia 23, na Rua Dr. Virgilio de Carvalho Pinto, em Pinheiros (SP).⠀
-⠀
Foto: @dariomatos -
#RevistaTpm #JoanaSalle #OHappening

Hoje, pessoas LGBTIs não contam com uma lei específica que lhes ofereça amparo frente às agressões, discriminações e violências que sofrem por sua orientação sexual ou identidade de gênero. Quando ocorrem crimes desse tipo, são tratados de acordo com o que já é previsto no código penal, sem que exista nenhum agravante pela sua motivação de ódio.⠀
-⠀
No país onde há uma vítima fatal da LGBTfobia por dia, existe um debate sobre até onde e como a punição pode solucionar um problema enraizado na sociedade brasileira. Num oferecimento da @benandjerrysbr, o #TripTV mergulhou na discussão com ativistas e especialistas para entender o que está em jogo.⠀
.⠀
Assista o vídeo completo e inscreva-se no canal do #TripTV no YouTube: youtube.com/trip⠀
.⠀
#RevistaTpm #LGBTFobia #LGBT #benandjerrys

As coisas lindas que acontecem quando mulheres se juntam e partem para uma viagem pra fora e pra dentro!
.
Confira a invasão de @mlacombe com participação de @caiapitanga, @djamilaribeiro1, @carolroch4 e @natalynery nos Stories em destaque!

Hoje vai ter invasão no Insta da Tpm. Vem acompanhar nosso dia direto de Cape Town, na África do Sul: @caiapitanga, @djamilaribeiro1, @natalyneri, @carolroch4 e @mlacombe. Vai ter emoção, diversão e resistência. E um dia que começa com Camila Pitanga a seus pés vai ser um grande dia. Acompanhe tudo no Stories
#descubraaafricadosul #100anosdemandela

A artista visual Bia Ferrer (@biaferreroficial) espalha minicontos fotográficos da série “Histórias perdidas” pelas paredes de São Paulo. As fotos e textos refletem sobre sentimentos comuns, como amor, rejeição, felicidade e melancolia. “Depois que eu tomei um pé na bunda, resolvi expressar o que estava sentindo e vi que muitas pessoas se identificavam, tinham insights ao verem os lambes pelas ruas”, explica ela. ⠀
-⠀
No próximo domingo (23), ela vai montar uma exposição de lambe-lambes e dar uma oficina sobre fotografia no Happening (@ohappening), um evento gratuito feito inteiramente por mulheres que vai ocupar a rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, no bairro Pinheiros, em São Pauo. A iniciativa marca os 456 anos do bairro e rola a partir das 10h com arte, música e oficinas.⠀
-⠀
Fotos: @biaferreroficial
-⠀
#RevistaTpm #OHappening #BiaFerrer

Em 2016, Pitty (@pitty) falou com a Tpm sobre sua gravidez e o repouso que se fez necessário naquela época: "Foi um processo de aceitação de sair do meu curso. Quem é autônomo só ganha quando trabalha, não tem essa de licença-maternidade.” Agora, depois de dois anos longe da estrada, a cantora começa sua nova turnê, Matriz, no dia 21 de setembro, no palco da @Audio. Ela revelou que seu novo ciclo pessoal está influenciando a maneira de trabalhar suas músicas, que serão lançadas simultaneamente com a turnê e incorporadas em um disco ainda este ano: "Quero experimentar uma coisa mais intimista, mais humana".⠀
-⠀
Vai lá: 21 de setembro, a partir das 22h na @Audio.⠀
-⠀
Foto: Mauricio Nahas

É meme pra o seu signo que você quer? Então confira a seleção dos seis últimos signos que a astróloga Papisa (@Papisa_) escolheu especialmente para a Tpm. -⠀
-⠀
A internet mudou a relação de Papisa com os astros e ela encontrou nos memes uma ótima forma de dividir seus conhecimentos esotéricos o mundo: "Desmistificar a astrologia usando a linguagem dos memes é um exercício diário pra mim. Não adianta nada saber um monte de coisas que sempre agregaram muito no meu desenvolvimento pessoal, se eu não tiver como compartilhar essa sabedoria”.⠀
-⠀
Imagens: @Papisa_
-⠀
#RevistaTpm #Astrologia #Papisa #Signos

A astrologia acompanha a humanidade há milhares de anos e isso não é novidade pra ninguém. Papisa (@papisa_) estuda astrologia desde os 12. "Há mais de dez anos, leio tarô, faço mapa astral e cálculos de numerologia para os migas&migos mais chegados. Em 2016, decidi dividir meus conhecimentos esotéricos com esse mundão”.⠀
-⠀
Desmistificar a astrologia usando a linguagem dos memes é um exercício diário para ela: "Memes ativam o nosso lado empático de um jeito único. Quando batemos o olho em uma dessas fotos e aquilo prende nossa atenção, gera uma identificação, existe ali um potencial enorme de trabalharmos nosso autoconhecimento”.⠀
-⠀
Papisa escolheu um meme para cada signo. Confira os primeiros!⠀
-⠀
Imagens: @Papisa_
-⠀
#RevistaTpm

Mulheres fúteis, sexualizadas e que têm a história representada pela busca de um marido ou um amor. Esse costuma ser o padrão da representação de gênero nas produções audiovisuais, segundo a pesquisadora Fernanda Friedrich. Em levantamento sobre as séries brasileiras de comédia exibidas na TV paga entre 2005 e 2015, das protagonizadas por homens, 50% tinham como temática o ambiente de trabalho e apenas 4% focavam em aspectos de relacionamento amoroso. Já entre as protagonizadas por mulheres, 44% eram focadas em relacionamentos e apenas 17% no ambiente de trabalho.⠀
-⠀
As mulheres retratadas na televisão influenciam as que habitam a realidade. Quem assiste mulheres submissas a vida toda tem grande chance de acreditar que esse é o papel que deve ter. “Há diversas pesquisas que apontam como a construção do papel social da mulher sofre influência direta da mídia. Trazer para as telas mulheres que fogem dos estereótipos é uma forma de abrir um novo horizonte”, diz Fernanda.⠀

Foto: Divulgação⠀

#revistatpm #televisao #feminismo

Most Popular Instagram Hashtags