reginaguerreiro1 reginaguerreiro1

228 posts   8,527 followers   2,034 followings

Regina Guerreiro Oficial  Rainha!!!

Euzinha, a long time ago. Anos 90 exatamente, na redação da Elle. Tempo bom, em que eu vivia agitando com minha equipe, em verdade minha única família. Morro de saudade mesmo. Dos meus meninos, das minhas meninas, meus bem amados para todo o sempre.

Quer saber? Dói muito ver que as revistas estão morrendo. Dói muito ver toda essa papelada querida ir para o espaço. As pessoas dizem que “tudo bem, vai ficar tudo guardado na tal cloud”. Mas acho que as tais nuvens são frágeis. Elas chovem (ou choram?) à toa. A imagem que usei é do maravilhoso rene magritte.

Notícia super triste: a Revista Elle Brasil vai fechar. O que eu acho disso? Sergio Amaral, jornalista do Estadão me perguntou e euzinha, claro, não posso furar a matéria deles. Anyway, estou de luto. E acho que vocês sabem por que.

Sabe lá o que é isso? Um mural com matérias que publiquei no Estadão e no Jornal da Tarde (anos 60/70/80/90). Uma loucura!
A autora desse patch alucinante ( 10 M de comprimento) foi minha super darling Dushka Tanaka, especialmente para
a noite do lançamento do meu livro UI! no Mube (2012). Faz tempo. E não é que anteontem, lembrei dele de repente. Não, eu não podia deixar aquilo tudo - esquecido - dentro de um container abafado. Fui a luta. Semana que vem, “ele”já vai estar - ao vivo e em cores - cobrindo completamente uma das paredes do meu escritório. Em verdade - aiaiai - só um pedaço dele, porque minha parede não é tão comprida assim... Anyway vai ficar show. Quem sabe um dia você vem ver??

Vou para Mali amanhã!! Brincadeirinha, darling. Mas é que cada vez que vejo uma dessas tapeçarias africanas, fico louquinha para partir. Vamos??

Nunca, mas nunquinha mesmo, encontrei uma coleção de velas mais “pululante” do que essa. Sapinhos, já pensou? Vi em Paris e gamei no ato. Eram tão lindinhos que - nem consegui escolher - comprei todos!! Dizem que eles dão sorte, sabia? Toda noite acendo um no escurinho da minha sala. Sei lá! Para mim o impossível é uma palavra que não existe. Vai que - de repente - um deles vira príncipe...

Sunday, bloody Sunday. Fazer o que? Ouvir Maria Callas. Desesperadamente.

Querinhos & Queridinhas. Olhem só que “tudo” o look “Yes, nós temos bananas” que meu amado Yohji Yamamoto criou, num momento faísca Brasiiiil. Mas isso não é de agora, não. Pincei essa foto num catálogo dele dos anos 90.

Euzinha, super happy, com os comentários dos meus seguidores. Adoro! Vocês me “empurram” pra frente, sabem como? #reginaguerreiro #moda #fashion

Iris Van Herpen: ela é a única estilista do mundo now, que consegue arregalar meus olhos. Vejo a alta costura de Dior, Givenchy, Chanel,e tudo me parece antigo, repetitivo, uma ginástica melancólica de, ainda e ainda - tentar seduzir um mundo
que está mudando/acabando/acabou! Agora é o futuro e ela é a única criadora now, que “comete” uma real mudança na história da moda . Gente, a grande virada, a única possibilidade de futuro para “elazinha” (a moda), está na matéria prima, e não nos mil shapes cansados, que já tentaram tudo: longos, curtos, largos, estreitos, plissados/pregueados/bordados e... por aí afora. Iris viu, anteviu. Seu ateliê não é bem um ateliê, é uma oficina. Lá, modelos/esculturas são impressos em 3D, sendo realizados em materiais, que ainda nem tem nome. Uma tecno pluma, por exemplo, depois de reproduzida mil vezes, é montada uma a uma, artesanalmente, na construção final do modelo. Sim, trata-se de uma incrível revolução! Os tecidos sumiram. Vestidos - esculturas são impressos em 3D e realizados com materiais que ainda nem tem nome. Um sonho: o
dia em que vai ser possível, imprimir em 3D, o ouro, o cobre, a seda, a lã, o vidro...O trabalho solo de Iris, começou fazem aproximadamente 10 anos. E vai que vai. Sim, suas obras já até fazem parte do acervo do Metropolitan. Ponto de Vista: a função da Alta Costura sempre foi a de Laboratório do futuro. E - hélas! - esse tal laboratório, faz tempo não estava funcionando. A revolução de Iris me emociona. Estou até acreditando outra vez, que a moda tem futuro, sabia??

Euzinha, partindo para curtir o sabadão, com meu amigo querido Alberto Hiar. Me siga, me persiga...

Ainda e ainda, tentando organizar meus livros, que não cabem mesmo nessa minha casinha nova. E não é que encontro essa edição (incrível!) do Jornal das Moças, que mamãe curtia nos anos 40?? Resumo da Ópera: não “desapego”. E acabo tentando espremer nas gavetas, meus quinhentos quilos de memórias e mais memórias.

Most Popular Instagram Hashtags