publicop3 publicop3

2137 posts   64932 followers   19 followings

P3 Público  Administrators @kitato @amandaribeiro . Tag #p3top and get a chance to be featured ✨

http://p3.publico.pt/

A holandesa Anne Barlinckhoff tem um grande amor: a diversidade. "Trabalho com base na intuição e sou apaixonada por mulheres e pelas relações que crio com elas." Considera "enferma" a existência humana — cruel e violenta — e que de positivo dela se retira apenas a beleza feminina, que é o alicerce sobre o qual constrói o seu próprio paraíso — o mesmo que vemos reflectido no seu trabalho fotográfico e que reside entre as folhas das bananeira sul africanas, onde reinam liberdade e a libertinagem. O seu trabalho não é um "trabalho", é mais do que isso. "Considero-o mais como uma troca de amor", refere em entrevista à Vogue Itália. Anne viveu na África do Sul durante o período de seis meses e acredita que regressou com uma nova perspectiva sobre a condição humana. A sua fotografia explora os limites da sensualidade, desafia os estereótipos de género e toca, involuntariamente, na ferida do apartheid sul africano - involuntariamente porque Anne "não perde tempo com política". "Não escolhi, conscientemente, expressar uma mensagem de teor racial, embora as imagens possam ser um reflexo inconsciente do ambiente em que estava inserida", explicou à Lens Culture.

@willy_fogs_journey
.
Congrats 😀 your photo is #p3top ✨

Rhea não é um pássaro comum; padece de uma doença denominada de Doença do Bico e Penas dos Psitacídeos, que conduz à perda irreversível das penas e a deformações no bico. Aquilo que poderia revelar-se uma desvantagem no processo de adopção teve o efeito inverso: Isabella Eisenmann acolheu-o em sua casa e fez dele uma estrela do instagram. Acompanha Rhea uma sensação de frio constante que é combatida com ajuda de alguns dos seus 250 mil seguidores, que lhe enviam peças de roupa tricotadas à medida. Em estágios avançados da doença, Rhea poderá sofrer de baixa imunidade, rápida perda de peso e depressão. Por enquanto Rhea é um "lovebird" feliz e sociável. "Aceitação é a chave. Não importa quão diferente és, fisicamente, serás sempre bonito; é isto que pretendo que se aprenda com Rhea. Sorri sempre, sê feliz e tem uma atitude positiva", disse a criadora.

@sofiabastoss .
Congrats 😀 your photo is #p3top ✨

Hiroaki Fukuda é um dos sete instagramers convidados pelo Fujifilm FIF Viseu a expor num espaço integralmente dedicado a fotografias que ganharam vida nesta rede social. Sediado no Japão, o fotógrafo conta actualmente com mais de meio milhão de seguidores — isto apesar de ter tirado a sua primeira fotografia há apenas meia dúzia de anos. Hoje, Hiroaki, 35 anos, confessa ter um "trabalho de sonho", tendo oportunidade de explorar o mundo (entre os muitos países que conhece, destaca a fotogenia da Índia, da Islândia e do Canadá). Depois de ganhar enorme popularidade no Instagram, @hirozzzz tornou-se fotógrafo profissional e o seu sucesso chamou a atenção de marcas como Nike, Dom Pérignon, Christian Dior, etc. Para ver em grande formato no Fujifilm FIF Viseu a partir de 5 de Maio juntamente com instagramers portugueses (@_diogooliveira_, @joao.bernardino e @kitato) e estrangeiro (@gregorywoodman e @sarakhanov). A organização aguarda uma última confirmação.

A paisagem é do mais minhota que há: pedra, verde e água. Em Meixedo — distrito de Viana do Castelo — duas casas de apoio agrícola da Quinta do Fortunato foram transformadas em dois alojamentos de turismo rural. “Era uma corte para o gado e um sequeiro para o milho”, explica o arquitecto responsável pelo projecto, José Luís Veloso. “Estavam em muito mau estado.” Aproveitaram-se as estruturas de granito já existentes, “tão características das casas antigas do Alto Minho”, e introduziram-se novos elementos para uma reabilitação de fundo. As duas casas, ainda que independentes, são da mesma família arquitectónica. Estão em posições diferentes no terreno de mais de dois hectares e têm capacidades diferentes (uma aloja quatro pessoas; outra, seis), ambas com “um grande tratamento ao nível da pedra”. Uma das casas foi, também, adaptada a pessoas com mobilidade reduzida. Além do granito pré-existente, José Luís Veloso destaca o pinho o aglomerado dos tectos que se vê nas fotografias de Paulo Carvalho. Relativamente isolada, a Quinta do Fortunato dedica-se à agricultura e à criação de cavalos, em moldes familiares. .
Fotografias no P3

@ricardoportilheiro
.
Congrats 😀 your photo is #p3top ✨

Nas ruas da cidade Manuel Roberto (@r_manessa fotojornalista do Público) começou a ver "mais manifestações de amor do que via antes". Mais casais, heterossexuais ou homossexuais, novos ou velhos. Assumidos. Mais beijos apaixonados (alguns com direito a pé levantado, como nos filmes), mãos discretamente enlaçadas ou sorrisos cúmplices. Mais olhares vibrantes, mimos tímidos ou expressões de alegria a olhar um ecrã móvel. E assim, sem planos, iniciou uma série de imagens que acabou por baptizar "Love in Porto".

@gloriarleao
.
Congrats 😀 your photo is #p3top ✨

@andreguedesphoto
.
Congrats 😀 your photo is #p3top ✨

@thathappymess .
Congrats 😀 your photo is #p3top ✨