publicop3 publicop3

2,715 posts   83,910 followers   21 followings

P3 Público  Tag #p3top and get a chance to be featured ⚡️ Fight plastic with #P3_antiplastico Email: p3@publico.pt

Rui Ramos é de Vila do Conde e tem 36 anos. Aos 30, deixou o futebol onde fez carreira nos escalões secundários. Desde aí descobriu o stand up paddle e está a contaminar a cidade para a prática da modalidade.

Vê a reportagem completa no P3 (link na bio)

@xibiluis
Parabéns! A tua foto é #p3top 💫

Este mês, fotografa o teu Outono e publica no Instagram com a etiqueta #p3top. Vamos destacar regularmente as melhores imagens. Vê a galeria completa no P3.

As paredes do pavilhão desportivo que o artista indonésio Hardibudi fotografou, em Jacarta, são originalmente brancas. A cor do projecto “Water Polo“ surgiu em pós-produção, assim como a presença humana. “O processo dividiu-se em dois estágios“, explicou ao P3, em entrevista por email. “Primeiro fotografei o local sem ninguém; a seguir, no meu estúdio, fotografei a modelo que aparece repetidamente nas imagens. Compus e colori, com recurso a Photoshop, cada um dos enquadramentos.“

Os Jogos Asiáticos, que decorreram este ano em Jacarta, serviram de mote para a realização da série de imagens. “Escolhi o pólo aquático porque achei mais interessante explorar um desporto de equipa do que um individual“, explicou, confirmando que a modalidade foi efectivamente disputada no evento referido evento desportivo.

O artista indonésio gosta de “brincar com o conceito de arte fotográfica“ e explorar os seus limites. “Gosto de ultrapassar fronteiras e obter resultados incomuns, únicos, diferentes“. Apesar da extensa lista de prémios obtidos em concursos fotográficos, nomeadamente nos Sony Awards, IPA ou PX3, @hardibudi não se considera um fotógrafo, mas sim um artista da imagem digital. “Os meus trabalhos mostram aquilo que sou por dentro, o que sinto e o que imagino“, conclui. ⠀

Vê a galeria completa no P3 (link na bio)

Madu leva uma música ensaiada, procura mostrar o timbre afinado. O casting, entra e sai de talento mais ou menos evidente, é um palco de ansiedades e medos, de oportunidade e sonhos. Vítor, o encenador, interrompe a melodia: “Já pagas IVA?”. E perante o desentendimento da actriz, troca por miúdos: “Se já atingiste os dez mil euros?”. “Eu já tenho actividade há cinco anos, mas acho que ainda não”, responde hesitante. “Eu dizia dez mil por ano, não é acumulado”, aponta o encenador. “Dez mil num ano? É possível? Uau!”. A plateia manifesta-se em gargalhada. A seriedade do assunto fica latente. Parece invenção de teatro, a ficção a dar asas ao exagero. Mas em “Antes de Borla Que Mal Pago“, produção da @palmilhadentada, qualquer semelhança com a realidade não é pura coincidência. Mesmo quando, por vezes, pareça demasiado absurdo para ser verdade. “É tudo real”, sublinha o encenador Ricardo Alves. E tudo pode ser visto até este sábado, 17 de Novembro, no Armazém 22, em Vila Nova de Gaia.

Fotografias de @jpaulopimenta. Vê o texto e a galeria no P3 (Link na bio)

@dora_beja
Parabéns! A tua foto é #p3top 💫

Este mês, fotografa o teu Outono e publica no Instagram com a etiqueta #p3top. Vamos destacar regularmente as melhores imagens. Vê a galeria completa no P3.

Na Casa da Esquina (@esquinacasada), em Coimbra, há 40 imagens de um Diário Rasgado que conta histórias através de desenhos. São registos autobiográficos, crónicas de costumes e comentários políticos, sob a forma de banda desenhada, assinados por Marco Mendes — ilustrador, artista plástico e professor. “Todas as coisas que me afectam a nível pessoal ou chegam por outras pessoas ou notícias e que eu acho que são importantes, tento incluí-las no meu trabalho”, explica o autor de banda desenhada ao P3, em conversa telefónica. Por isso, os seus trabalhos podem incluir momentos do quotidiano do autor ou fazer alusão a “acontecimentos maiores e coisas que estão a acontecer a uma escala mais alargada, como a crise dos refugiados”.

Vê o texto e a galeria no P3 (link na bio)

Serão os super-heróis mais humanos do que aquilo que imaginamos? Pela lente de Edy Hardjo, fotógrafo indonésio, as figuras do mundo animado não têm uma vida assim tão diferente da nossa. @hrjoe_photography capta os heróis em situações, no mínimo, comprometedoras, que resultam de uma combinação errada de factores. Afinal, o Incrível Hulk também pode ter a delicadeza necessária para coser os calções quando eles se rasgam e o Batman pode ser sensível o suficiente para comprar souvenirs quando vai a convenções de brinquedos.

Vê o texto e a galeria no P3 (link na bio)

Foram 32 os retratos de soldados da I Guerra Mundial que apareceram (e desapareceram) este domingo, 11 de Novembro, nas praias britânicas, para celebrar os 100 anos do Dia de Armistício da I Guerra Mundial. “Pages of the Sea“, o projecto organizado pelo cineasta inglês Danny Boyle em conjunto com o 14-18 NOW — um programa artístico que tem como foco a I Guerra Mundial —, levou artistas da Sand In Your Eye e cidadãos às praias da Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Apesar de praias diferentes, o objectivo era comum: homenagear aqueles que dedicaram a sua vida à guerra, gravando os seus retratos no areal com recurso a stencil e ancinhos.

Vê a galeria e o texto no P3 (link na bio)

@sarahdiamondvale
Parabéns! A tua foto é #p3top 💫

Este mês, fotografa o teu Outono e publica no Instagram com a etiqueta #p3top. Vamos destacar regularmente as melhores imagens. Vê a galeria completa no P3.

A Islândia é um país conhecido pela beleza das suas paisagens, pela diversidade e excentricidade da expressão vulcânica e pela austeridade do clima. Cansado das imagens clássicas da região, que retratam repetidamente casas pitorescas, auroras boreais, cavalos e lagos, @tomhegen.de, especializado em fotografia feita com recurso a drone, optou por traduzir o país em imagens de uma forma inesperada. Abstracta. “À medida que os glaciares da Islândia vão derretendo, as águas azuis vão descendo sobre a areia vulcânica negra, criando os mais peculiares padrões ao longo da paisagem”, explica o fotógrafo e designer alemão no seu site. “Esses cenários têm um elemento de dualidade — é difícil perceber se a imagem foi feita em macro ou se foi feita a três mil pés de altitude.” ⠀
Os trabalhos de Tom têm como base a captura de paisagens que sofreram intervenção humana – apesar de a série “The River Veins“ representar uma excepção. O método de trabalho, no entanto, é impreterivelmente o mesmo. “Faço muita pesquisa sobre cada tema antes de dar início ao processo fotográfico”, disse à Seamless, em entrevista. “A preparação é fundamental quando se trata de fotografia aérea. Divido o processo em quatro procedimentos: investigação, conceptualização, execução e avaliação.”

Vê a galeria completa no P3 (link na bio)

@paulacorterealfd
Parabéns! A tua foto é #p3top 💫

Este mês, fotografa o teu Outono e publica no Instagram com a etiqueta #p3top. Vamos destacar regularmente as melhores imagens. Vê a galeria completa no P3.

Foi com o intuito de “inspirar pessoas de todo o mundo a cuidar do meio ambiente“ que a Chartered Institution of Water and Environmental Management (CIWEM) criou o concurso Environmental Photographer of the Year, em 2007. ⠀
O fotógrafo iraniano Saeed Mohammadzadeh, autor da imagem End Floating, é o vencedor da edição de 2018 do concurso, anualmente proposto pela CIWEM, uma organização britânica não-governamental de cariz ambientalista que intervém em 89 países de todo o mundo. A imagem que conquistou o júri descreve um barco atolado no parco leito do lago Urmia, no Irão. “As alterações climáticas intensificaram as secas e aceleraram o processo de evaporação das águas“, pode ler-se na legenda da fotografia. “Os furos ilegais e a proliferação de represas e sistemas de irrigação também são apontados como causa para a diminuição do volume de águas. As tempestades de areia tóxica, carregada de sal, inflamam o olhos e os pulmões dos residentes das áreas circundantes. A seca está também a destruir o habitat de várias espécies. A salinidade é extrema; chega mesmo aos 340 gramas por litro, um valor oito vezes superior ao da média da água do mar.“

Galeria completa no P3

Most Popular Instagram Hashtags