pollianareal pollianareal

901 posts   699986 followers   623 followings

Polliana Aleixo  Contato: contatopollianaaleixo@gmail.com

http://www.pollianaaleixo.com.br/

O dia que o palco disse pra mim "vai ficar tudo bem", porque a 1ª audição a gente nunca esquece @moellerbotelho

Música pra mim sempre foi catarse, onde nada pode dar errado, um safe place, sabe? Tornar um show, onde a gente transcende, em um momento marcado por dor, horror e morte, é um ato desumano e muito assustador. Toda luz e amor que cabem no meu coração pra essas família e pra Ariana #PrayForManchester

Outros Jeitos de Usar a Boca

Agora que eu te conheço,
posso te amar.
Caso contrário,
só é possível o desejo de amar.

Fiquei devendo fotinha da juba nova pra vcs né? Dei uma leve mudada no corte e na cor e eu sei que vocês vão perguntar sobre, mas eu nunca sei responder pq o que acontece é exatamente isso:
- Otavio, faz o que você acha que vai ficar bom!
E aí ele faz e eu sempre gosto! Então, qualquer dúvida corre pro @otaviolameiro que sabe de tudo! Ele já cuida de mim há anos e por isso que não troco por nada ❤️ Obrigada mais uma vez migo!

Eu cresci em estúdios, com vários maquiadores, figurinistas, cabeleireiros e, entre eles, muitos homossexuais. Lembro das histórias que ouvia, sobre shows, brilho, porque alguns eram drag queens também e sempre achei fascinante, lindo, artístico. Cresci assim.
Dia desses, falei com um amigo que eu não entendia como alguém poderia ser homofóbico, se incomodar com a orientação sexual de alguém, porque é algo que não interfere em absolutamente nada na vida do outro. Amor é amor, sabe? E eu sempre achei o amor uma coisa muito linda. Acredito que muita gente também ache. Olha que contraditório torcer o nariz pra uma forma de amar só porque é diferente da nossa?
Hoje é o dia internacional contra a LGBTFobia e, não sei se vocês sabem, mas o Brasil tem o título de país que mais mata transexuais no mundo. Olha que vergonha! Logo a gente, que escancara a boca cheia de dente pra dizer que é o país do carnaval, da festa, do samba, do povo quente.
Eu sempre disse brincando que amava ter amigos LGBT porque gosto de gente bem resolvida e que anda de cabeça erguida, porque tem que ser muito fodão pra se assumir num país tão retrógrado como o nosso, tão cheio de "e a família tradicional brasileira?". Hoje eu vejo o peso, dor e seriedade dessa frase.
Que a gente reflita, repense nossos conceitos, nossas verdades, o que nos incomoda, o que realmente importa, porque no fim todo mundo só quer a mesma coisa: ser feliz sendo você mesmo 🌈❤️

Ação

Quando eu era criança, queria crescer. Aquela mania de achar que a gente vai ser dono de si, da nossa vida, que vai mudar o mundo. Eu como uma boa ariana com ascendente em Sagitário, queria isso com fervor.
Por uma ironia da vida, que é cheia das lições, entendi que crescer não tem nada a ver com isso. Tem a ver com entender a falta de controle. Isso mesmo, estar em paz controlando muito pouco.
Então fica aqui o meu conselho: a gente controle pouquíssimo nessa vida, quase nada. Esteja atento pra não perder sua energia com o que está além de nós, de nossas mãos, da nossa vontade. É um adianto de vida, vai por mim! Aí sim, vai poder mudar o mundo ✨

"Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.
A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor. E, porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora. E, porque não olha para fora, logo se acostuma a não abrir de todo as cortinas. E, porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E, à medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão. (...)
A gente se acostuma a abrir o jornal e a ler sobre a guerra. E, aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos. E, aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz. E, não acreditando nas negociações de paz, aceita ler todo dia da guerra, dos números, da longa duração.
A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: hoje não posso ir. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisava tanto ser visto. (...)
A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá. (...)
A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele. Se acostuma para evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se de faca e baioneta, para poupar o peito. A gente se acostuma para poupar a vida. Que aos poucos se gasta, e que, gasta de tanto acostumar, se perde de si mesma."
(Livro "Eu sei, mas não devia") ✨Desejo pra gente que se desacostume todos os dias, mesmo que pouco.✨

Ontem fui visitar uma amiga de infância, daquelas que "se conhecem" desde a barriga, porque nossos pais estudaram juntos. Então o pai dela disse, "você tá igualzinha sua mãe, Popo" e percebi que esse é um dos melhores elogios que eu poderia receber.
Mãe, você me deu a vida e ainda me ensinou a amar cada detalhe dela. Você me deu esse nome e me contou incansavelmente sobre o livro com meu nome e o jogo do contente. Você me deu liberdade pra ser o que e quem eu quisesse e apoiou com amor minhas escolhas. Você me ensinou a questionar e, sempre que da tempo, a gente para pra assistir algum filme, ouvir alguma música, e falar sobre a profundidade disso. Você acreditou na arte e me fez acreditar também, e até apoiou o fato de eu querer viver disso. Você chorou comigo cada vez que algo não deu certo pra mim, mas me ensinou que em seguida a gente tem que se mexer, sacudir a poeira e reagir. A gente está no mundo pra reagir a ele. E como você reage, diariamente. Você é a pessoa mais forte que conheço, que mais respeita os outros, mais aceita as diferenças. Você é fodona, mulher! E que sorte a minha se teu amigo tá certo sobre eu me parecer com você. Existem mil formas de amar, confesso que gosto muito mais da sua!
Por tudo,
Por nada.

Teve rock, teve paetê, teve sorrisão com bochechão ✨

Eu tenho pensando bastante sobre um assunto que, querendo ou não, sempre me rodeia. Vejo tantas meninas comentando em fotos minhas falando sobre meu corpo, coisas como "queria ser ela" ou "como você emagreceu, está linda" e isso me dá uma dor no coração, porque não quero que me achem linda porque estou magra, nem que vocês queiram ser qualquer outra pessoa que não vocês mesmas. Como algumas pessoas sabem, engordei 10kgs para uma personagem, então eu senti na pele o quanto as pessoas (e até nós mesmos) podemos ser intolerantes a tudo aquilo que é considerado "fora do padrão". A gente vive numa geração cruel, onde as pessoas são felizes o tempo todo e tem corpos perfeitos nas mídias sociais, onde meninas ganham mais e mais seguidores todos os dias por venderem perfeição, é tanto facetune, filtro e luz perfeita, que a gente, as vezes, esquece, que isso não é real. A internet e as mídias estabelecem padrões altíssimos de beleza todos os dias, mas só você mesmo pode escolher o que é beleza pra você. Não há nada de errado em se cuidar, mas nós somos muito mais que uma imagem. Eu me alimento bem, faço exercícios, tenho celulite, estria e coisas que me incomodam no meu corpo. Eu fico inchada e chorona na TPM, tenho olheiras e tantas outras coisas que não fazem parte desse padrão, mas fazem parte de mim e eu me amo, então amo todas essas imperfeições também. Não se deixem levar por essa cobrança externa e entendam também que nós, mulheres, somos muito mais incríveis e fortes juntas. Não deixe a beleza de uma mulher fazer com que se sintam mal, menos bonitas, nunca. Admirem. E olhem pra si mesmas e admirem-se também. Entendam que a forma como vocês cuidam da sua vida , das pessoas que fazem parte dela e de você mesma, é tão importante (ou até mais, na minha opinião) como cuidam do seu corpo. Não existe padrão quando nos amamos e nos tornamos pessoas conscientes. Gostaria, de coração, poder abraçar cada uma de vocês que já se sentiu mal consigo e mesma e dizer "você é única e nada vai te parar quando entender isso". You go girl! ✨🤘🏽💖

Most Popular Instagram Hashtags