[PR] Gain and Get More Likes and Followers on Instagram.

mbottan mbottan

671 posts   459938 followers   288 followings

Mirian Bottan  Uma mina dando um pau na bulimia 👊🏻💥 👥Grupo de apoio Facebook: "PRECISAMOS FALAR" ⚠️Preencha o formulário de entrada! (link na descrição do grupo)

https://youtu.be/d-ko_hIr6VY

E se a gente começasse a se fotografar vestindo o nosso corpo com a autoestima de uma musa fitness, mesmo sem o fitness?
.
Corpos definidos começaram a chamar a atenção porque são difíceis de alcançar pra quem vive uma vida com outras prioridades. Mas de tanto admirar tanquinhos começamos a acreditar que corpos normais não mereciam nem sair em fotos, muito menos acompanhados de sorrisos, MESMO SENDO A ESMAGADORA MAIORIA.
.
Se só ver tanquinho na timeline fez a gente esquecer que tá tudo bem ser normal, talvez vendo mais corpos normais a gente lembre que tá tudo bem querer ter um tanquinho, mas que isso é só uma escolha como tantas outras e não um certificado de superioridade ou felicidade (porque, sério, já passou da hora da gente descobrir que não é)✌🏻💜✨

Nos últimos dias, desliguei o telefone e tirei as férias que não ia tirar. Eu estava exausta há meses mas insistia em viver à base de café e de “metas que não podiam esperar”. Até que uma crise de pânico veio me mostrar de novo que eu tava bem locona.
Nossa sociedade não respeita quem não é feliz e produtivo o tempo inteiro e pra se encaixar nesse outro “padrão” a gente muitas vezes se obriga a continuar até despedaçar e ainda chama isso de “sucesso”. Isso é loucura, bicho.
Sucesso mesmo é saber reconhecer os nossos limites, conseguir pedir/aceitar ajuda, respeitar a vontade de chorar e descansar. É FICAR INTEIRO.
Mesmo que eu não faça metade do que minha cabeça doida planejou, minha nova meta esse ano é ficar em paz 💜🌞✌🏻(e muito muito obrigada a todo mundo que mandou mensagem e se preocupou! Nem tenho roupa pra vocês de tão dahora que cês são!🍀✨)

😂 eu tô rindo mas tem uma mensagem muito legal aí: quando a gente perde o medo da tristeza e da escuridão e entende que isso faz parte da vida de todo mundo, fica muito mais fácil lidar!
.
Ficar triste é normal, mas a gente costuma dobrar o peso da tristeza se desesperando por achar que não devia/podia ficar triste. Pode sim! Aproveita e fala com a tristeza, compartilha ela com alguém de confiança, investiga, que com certeza ela vai dizer alguma coisa muito importante sobre você!
.
“O que você nega, te subordina. O que aceita, te transforma.” 💭🌹
.

Todo dia recebo mensagens como essas (deslize para o lado) ou até piores: mães que chamam suas filhas de “elefantas” (😣 me dói só de escrever) avôs que dizem que “com essa barriga você vai morrer sozinha” ou maridos/namorados que humilham e chantageiam suas mulheres para que emagreçam, fiquem “saradas” ou coloquem silicone.
.
É uma situação triste e difícil, mas para começar a resolver, eis o que podemos fazer JÁ: entender de uma vez que isso NÃO É NORMAL. Que amor não humilha, não ofende, nem chantageia. Que você não é um troféu e ser bonita não é uma condição que precisamos cumprir para sermos amadas. Que a errada nessa história NÃO É VOCÊ!
.
Não se cale diante desse tipo de violência, explique como se sente! A última foto/mensagem mostra que quando realmente há amor, mudar não é um problema, porque a prioridade é não causar sofrimento em quem amamos. Talvez essa pessoa nunca tenha pensado no que as palavras dela te fazem sentir.
.
Mas se não adiantar, se a sua dor não significar nada, talvez seja a hora de repensar essa relação. Não precisa ser de um dia pro outro, nem sozinha: procure apoio psicológico para decidir com calma como agir. Mas não permita que o egoísmo alheio te destrua, muito menos se vier de uma pessoa próxima.
.
Porque se já é difícil enfrentar tanta falta de amor e respeito lá fora, permitir que tudo isso entre em nosso lar pode tornar a felicidade um sonho distante e a vida um caminho sombrio e difícil de trilhar 💔💭
.

Quando você olhar no espelho e se sentir triste com o reflexo, faça essa pergunta: o que exatamente eu acho que esse corpo vai me fazer perder? Pense de verdade sobre isso. Na maioria das vezes, a resposta vai ser NADA.
.
Gordura, celulite, estrias, nada disso diminui sua inteligência, sua capacidade, suas habilidades, e muito menos o amor das pessoas que se importam com você de verdade, com você inteira, corpo e alma. Porque elas sabem que você é muito mais que um corpo. E está na hora de você descobrir isso também. 🌹✨❤️
.
#anorexia #bulimia #corpoperfeito

Quando foi a última vez que você se achou FODA, independente da sua aparência? Quando foi a última vez que vc se achou competente, batalhadora, que se orgulhou de você, de estar dando conta do recado mesmo sem estar “linda”?
.
Eu ia escrever “linda” na primeira foto, mas percebi que não queria fazer uma comparação. A gente pode ser foda estando linda também, o problema é esse sentimento sumir quando a luz boa e a maquiagem se vão.
.
Se você tem olheiras porque está dormindo pouco e ralando/estudando muito pra conquistar seu lugar ou cuidar da sua família, você é FODA. Se tá cutucando a cara inteira porque luta todo dia contra a depressão e a ansiedade, você é FODA. Se você sofreu abusos, bullying, não consegue se amar mas mesmo assim continua VIVA, VOCÊ É FODA DEMAIS.
.
Nós não precisamos “aceitar os nossos defeitos”. Precisamos entender como nos fizeram acreditar que coisas tão pequenas eram defeitos! Comenta aqui uma coisa em que você é FODA! 👊🏻⚡️🤨
.

Qual foi a última vez que vc ficou dois dias “offline”?
.
Depois do Réveillon, passei uma semana nesse lugar incrível, mas sem internet. No primeiro dia fiquei nervosa, achando que estava “perdendo” muita coisa e peguei o telefone mil vezes mesmo sabendo que não ia rolar. No segundo dia desliguei o aparelho e fui viver o que estava acontecendo ali, com as pessoas que estavam ali. Foi a melhor coisa que eu poderia ter feito.
.
A ansiedade acalmou, consegui ler um livro (de papel!!) depois de muito tempo, parei de sentir que estava perdendo coisas no mundo, porque entendi que o MEU mundo estava exatamente ali, onde EU tinha escolhido estar!
.
Eu amo a internet, mas pra 2018 fica o aprendizado: rede social tem que ser usada com moderação. Comparar a nossa vida com a dos outros, esperar aprovação em forma de likes, não conseguir se concentrar em nada por sentir vontade de olhar o telefone a cada minuto, tudo isso pode atrasar a vida e bagunçar a cabeça...
.
Não precisa abandonar tudo, mas faz o teste: tenta ficar um dia longe. Só unzinho. Talvez você descubra (como eu descobri) que poderia ter muito mais vida rolando enquanto vivemos paralisados rolando timelines. ⏰✨
.

Com esse “conselho” termina a propaganda de uma empresa bilionária de cosméticos e eu sinto um frio na espinha. Comecei a acreditar na beleza aos 5 anos. Nem sabia direito quem eu era e já estava em cima de um palco aprendendo que se me achassem bonita eu seria uma vencedora, amada e admirada.
.
Meus diários me lembram que aos 11 anos meu maior medo era que o Vinicius não me achasse bonita. E depois o Daniel, o Bruno, o Gustavo, o Thiago, o Marcelo...
.
Eu acreditei tanto na beleza que traria amor e atenção que durante metade da vida gastei muito tempo e dinheiro, parei de comer, de viver e quase morri em nome dela.
.
Só que aí não sobrou tempo para acreditar na Mirian arqueóloga, na Mirian astronauta, na Mirian escritora, na Mirian que podia ser feliz sozinha também. 26 anos depois da primeira foto, me dói pensar em quantas coisas eu queria e poderia ter sido, se tivesse aprendido a acreditar nelas também.
.
Mas enquanto a gente estiver respirando, dá tempo. De começar a cuidar da cabeça, de viver e morrer por algo que faça a nossa história ter mais sentido. De acreditar na gente e na beleza do mar de sonhos, qualidades e possibilidades que não aparecem no espelho 💜✨
.

Termino 2017 com 1 ano e 3 meses sem um episódio de compulsão alimentar seguido de vômito. 15 meses sem nem flertar com a bulimia, depois de mais de 16 anos de casamento com ela.
.
E também 4 anos e 2 meses de terapia. 3 anos de reeducação alimentar. 2 de ortorexia. 1 e meio sem restrições. O peso não sei dizer pois não subo numa balança há 14 meses, mas recuperei gordura. Quantidade de vezes que sofro por isso hoje: 0.
.
Porque eu não recuperei só gordura, recuperei minha vida inteira. A liberdade de fazer uma refeição em paz. A liberdade de não precisar perseguir a perfeição a qualquer custo. A liberdade de deixar de contar calorias, micro ou macro nutrientes e voltar a contar momentos felizes, que antes eram nublados pela angústia causada pela comida.
.
Aos 17 anos, eu li o relato de uma garota que havia ficado 100 dias sem vomitar e aquilo pareceu impossível pra mim. Aos 31, aprendi que alguns impossíveis são só falta de começar a fazer o possível.
.
Em 2018, se quiser vencer uma relação conturbadas com a comida, esqueça a força e o foco, porque você só precisa da fé. Em você mesmo e na sua capacidade de levantar outra vez, não importa depois de quantos tombos. 💜👊🏻
.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a depressão afeta mais de 300 MILHÕES de pessoas no mundo e por causa dela cerca de 800 mil se suicidam a cada ano.
.
E mesmo assim toda semana recebo mensagens de pessoas deprimidas que têm medo de buscar ajuda psicológica por causa da humilhação ou pouco caso da família ou amigos próximos. Vivemos numa sociedade onde o respeito e a solidariedade andam soterrados sob montanhas de violência, egoísmo e indiferença.
.
A depressão é incômoda sim, mas principalmente pra quem deixa de enxergar cor e amor na vida, pode ter certeza. Não conheço ninguém que curta acordar todo dia sentindo vontade de não acordar nunca mais.
.
Dessas 300 milhões de pessoas, com certeza algumas estão próximas a você. Fique atento. Salvar uma vida pode ser mais simples do que parece: pode começar com uma carona ao psiquiatra, um incentivo ao tratamento, um ouvido amigo que não julga.
.
Mas se não puder/quiser ajudar, por favor, não deboche, não duvide, não diminua uma dor que não é sua. Acabar com outra vida também pode começar com algo tão simples quanto insistir em dar a nossa “opinião” sobre algo que não entendemos.🎗

Meu Natal foi estranho. Não teve compulsão mas teve problemas familiares e uma intoxicação alimentar bem no dia da ceia. Isso me fez pensar em quanta gente passa o Natal com a solidão, a dor, a tristeza, com a sensação de que está tudo errado e nada vale a pena.
.
Mas a verdade é que um Natal (ou Ano Novo) triste, dolorido ou estranho também passa. Pode não ser fácil, mas se a gente continua andando, amanhã vem outro dia, outra chance de acordar e tentar de novo, mesmo com o coração meio quebrado.
.
A recaída passa. Aquele momento com a família que não te entende ou não te apoia, passa. A dor da falta de alguém que foi embora passa. A crise de ansiedade passa. Não importa o que estiver apertando o seu peito agora, vai passar.
.
Você não precisa fingir que está feliz, não precisa fingir que não dói, não precisa tentar mostrar pro mundo que está tudo bem quando não está.
.
Você só precisa lembrar de todas as outras vezes que já passou, lembrar que se está lendo isso é porque sobreviveu a todos os dias ruins que teve até hoje e que a tristeza e a dor também fazem parte da vida de todos nós.
.
Tanto tristeza quanto felicidade têm fim, porque só assim pode haver um novo começo. Porque a vida não para. Continue andando, que qualquer coisa passa. 💜
.

Perto da maioria dos animais, nós nascemos super prematuros e vulneráveis. Demoramos cerca de um ano só pra ficar em pé e pelo menos mais uns 15 pra começar a cuidar da nossa vida.
.
Até a adolescência, se não tivermos o cuidado de alguém, provavelmente nem sobreviveremos. E por que alguém ficaria ao nosso lado cuidando da gente? Por amor. Não existe outro motivo. Então aprendemos muito cedo que a falta de amor pode significar a morte pra nós.
.
Com essa verdade enraizada na alma, seguimos pela vida tentando despertar o amor em outras pessoas, em busca de conforto e proteção.
.
E num mundo que conecta a beleza diretamente à capacidade de despertar o amor, é óbvio que ficaremos obcecados com ela. A beleza virou nosso ingresso para a felicidade, nossa garantia de despertar o desejo de alguém que fique ao nosso lado e nos traga um pouco de paz num mundo cada vez mais duro.
.
Um tempo atrás um marido me escreveu dizendo que estava mudando a forma como via a própria esposa, pois nunca tinha pensado que sua cobrança por um “corpo bonito” podia gerar tanta tristeza.
.
Eu achei a mensagem bonita, mas ao mesmo tempo foi bem triste pensar que todos os dias alguém ouve (mesmo que em outras palavras): "para te dar o conforto e a proteção do meu amor, eu preciso que você perca gordura / tenha um peito maior / pareça mais jovem / etc".
.
É importante lembrar que o amor que nós oferecemos também representa e vale algo. No mínimo, precisa valer o direito de sermos amadas como somos, sem cobranças ou chantagens de amores egoístas. 💜
.

Most Popular Instagram Hashtags