[PR] Gain and Get More Likes and Followers on Instagram.

eternosanjos_ca eternosanjos_ca

5886 posts   9725 followers   185 followings

Fanfic📝 TE ENCONTREI 2° TEMP  FANFIC's - Crisllana ✍ Se a Saudade não vai embora é porque o Amor decidiu Ficar. Cristiano Araújo e Allana Moraes ❤️ Eternos

Boa tarde meu Amores! 😍 Deve tá todo mundo aqui querendo me matar né? Aliás não muitas, pois a maioria das minhas leitoras antigas já imaginavam que eu não sou doida para terminar uma fanfic dessa tão linda assim... " nada haver". ( quer dizer eu até sou doida, mas não ao ponto de terminar a história daquela forma).
Então eu venho aqui avisar a vocês que ficaram desesperada que a nossa fic, ela vai ter SEGUNDA TEMPORADA SIM! 🙌🏼 Já está até no forno. Prontinha para sair. So que vou me dar uma folguinha de alguns dias! Então como hoje é quinta-feira, eu talvez apareça aqui, no sábado e, se isso não acontecer, somente na segunda mesmo. " Também sou filha de Deus e preciso descansar antes que vocês reclamem" brincadeira!!! 😁 Mais é sério preciso preparar o espírito para coisa, até porque a segunda temporada vai ser um pouco diferente dessa que foi apenas calmaria. Já deu pra sentir pelo penúltimo capítulo postado né? Pois bem. Se eu preciso me preparar imaginem vocês. Só uma dica: Não vou sair do estiloso romântico até porque ficaria fora dos padrões, vamos continuar tendo amorzinho. E muito. Mas também vai ter chuva forte caindo sobre o telhado do nosso casal. Então é isso, estamos combinadas né? Se eu não aparecer no sábado, segunda estarei firme e forte aqui para vocês. Diante mão, quero deixar aqui o meu muito obrigada, como sempre vocês foram sensacionais em cada capítulos postado por mim. Senti que conseguir brincar com a emoção de todas, sentiram raiva, desespero, sofrimento e Amor ❤️
A cada dia consigo amar mais o que faço, escrevendo história fictícias sobre o nosso casal, pensando que cada uma delas poderia facilmente ter sido a história de amor deles. Esse cantinho aqui de certa forma me faz matar um pouco da saudade que sinto do nosso cheiro. Que hoje brilha lá no céu, junto com a sua princesa.✨Bom, eu espero que na segunda temporada eu consiga passar essas mesmas emoções para vocês.
Então, até amadas e mais uma vez meninas muito obrigada pelo carinho de todas vocês.😘 Geu 📝

#cap 320

GOIÂNIA

Cris: E aí gostou minha princesa? - ele pergunta cheirando o pescoço dela. Tinha Allana presa em seus braços - A decoradora deixou do jeitinho que você queria? - pergunta olhando a casa que os dois haviam comprado a três meses atras.
Allana: Pra mim esta perfeito Cris, não tem nem como ficar melhor, ela deixou exatamente como eu disse. Simples e aconchegante.
Cris: E elegante! - ele completa - Olha eu sei que o tempo pra resolver tudo foi bastante corrido, mas com o tempo as coisas se ajeitam tá? - ele beija a bochecha dela.
Allana: Príncipe não se preocupe, está tudo perfeito. Melhor impossível. - os seus olhos varriam o lugar, pois tamanha era a perfeição.
Cris: Eu quero o melhor pra você meu amor, e quero também ver logo essa casa cheia de menino hein.
Allana: Filhos? Você que filhos? - ela se vira segurando no pescoço dele.
Cris: Quero sim, quero vários. Eu acho que vou adorar vê você grávida.
Allana: Mais isso vai demorar mais um pouquinho não é?
Cris: Não, vamos começar a pensar nisso logo.

Allana: Mais Cris...
Cris: Que foi?
Allana: Você prometeu que eu iria trabalhar, disse que me deixaria fazer isso, você prometeu lembra? - ela faz beicinho e ele morde sorrindo de lado.
Cris: Eu lembro sim meu amor, mas tenho outros planos para você. - ele loja o cabelo dela para trás.
Allana: Ain amor, que planos, tínhamos conversado você disse que... Cris: Ei.. Confia em mim ta! Semana que vem assim que a sua tia desembarcar aqui e você resolver tudo de burocrático com a nova clinica dela eu te dou o meu presente. - ele a apertar mais para si. - Mas antes vamos conhecer a nossa casinha nova vamos? Porque daqui a pouco eu tenho que ir trabalhar! Não é fácil, abri uma filial, tem se muita coisa para fazer e essa semana não conto com a ajuda do Vítor - Ele fala rindo, e de imediato já sai arrastando o corpo de Allana pela gigantesca casa.
Os dois tinha decidido recomeçar, viver bem, aquela tinha sido uma decisão tomada pelo Cris, mas aceita de muito bom grado por Allana. Eles tentariam ali em Goiânia viver em paz com aquele amor que eles a cada dia só aprendiam a mais cultivar.

#FIM.

#cap 319

Eduardo: Eu adoro esse país. Essa cidade - ele fala entrando no carro. Tinha acabado de desembarcar no aeroporto de Curitiba.
Almir: Também amo o meu Brasil seu Edu, não troco isso aqui por nada nesse mundo. Fico feliz demais quando posso lhe servir aqui, ainda mais agora que vai ser por muito tempo. - ele tinha animação na voz. - Agora me diga é verdade que o senhor veio para casar? - o motorista dele pergunta sorrindo diante da expressão relaxada do seu patrão.

Eduardo: Exatamente, isso Almir, vim para ficar, pegar a minha menina, casar e levar comigo. - ele fala todo descontraído - Nunca vi na vida uma mulher mais bela que ela, ela é tão doce, meiga, inteligente, parceira, companheira, entende bem os problemas das pessoas, tem a mente super aberta, e o melhor é solteira, e sozinha, uma menina que precisa de alguém para cuidar, alguém como eu sabe. - ele pisca o olho e o motorista sorri olhando pelo retrovisor.

Almir: Mais será que essa moça depois de um ano quase, ainda vai estar sozinha? - ele dirigia e conversava com ele.
Eduardo: Se não estiver, faço a ficar! Você já viu dizer que não existe nada impossível para mim? As pedras que ficam no meu caminho eu chuto ou piso.
Almir: Mais se ela tiver tido filhos?
Eduardo: Não fale besteira, homen eu sai daqui e a minha menina ainda era virgem. - o motorista faz cara de espanto.

Almir: Eita Minha nossa senhora como o senhor sabe?
Eduardo: Contatos! Sou um homem muito influente.
Almir: O Seu Eduardo o senhor não tá querendo casar com uma neném não né? Porque tô vendo só falar, menina menina, e agora dizendo que a moça é até Virgem, que eu ....
Editado: Chega de conversa, agora quero que dirija, vá para aquele lugar que eu lhe dei o endereço, quero saber como anda as coisas por aqui, e somente lá para eu me enformar. - ele fala e o motorista apenas assente com a cabeça. Seguindo para o local desejado. Eduardo tinha mas mãos umas fotos e ainda sorrindo pegou uma delas e a beijo - Cheguei meu amor, chegue pra casar com você. - ele alisava e cheirava a foto.

#cap 318

Allana: Não! Eu amo demais você para te ver sofrer, te amo demais para ver você se definhar por causa de mim, eu vou... - a voz dela engasgou- ...Eu vou embora. Vou embora daqui.
Cris: Não Allana você não vai! Não vai sair daqui.
Allana: Eu vou Cris, eu vou não quero ver você sofrer... eu sei que tudo isso é culpa minha, tudo minha culpa. - ela a puxa bruscamente para os seus braços.
Cris: Não é culpa sua pequena, isso é culpa dessa sociedade pobre, preconceituosa, que não sabe diferenciar as coisas e acham que podem sair por aí julgando tudo e todos - ele fala confessando que de fato estava passando por alguma coisa relacionado a ela.
Allana: A gente nunca vai ser feliz Cris, nunca vamos conseguir ser feliz vivendo aqui,vai sempre ser a mesma coisa, sempre vamos encontrar alguém que me conheça e você vai ficar assim, triste, nervoso, desacreditando de mim. Eu juro amor juro que foi só você, sempre foi - ela fala chorando nos braços dele que também chorava de volta.

Cris: Eu sei pequena, seu disso, sempre soube. Você é minha.. e eu sou seu. - ele se afasta dela - Vamos embora! Vamos embora daqui! Vamos deixar para trás esse povo que não sabe nada que fala. Podemos mudar de estado, país, é só você me dizer sim! Vamos! - ele insistia eufórico. Cristiano estava tão desesperado quanto ela.Estava abalado, com a cabeça e coração a mil.

Allana: Cris... não é assim, não é assim amor, você sabe.
Cris: Não Allana eu não sei, não sei de nada, a única coisa que sei é que eu não quero, não posso e não vou perder você. Não vou! - ele falou quase gritando.
Allana: Também não quero perder você meu Cris não quero - o seu rosto estava puro lágrimas. - Não quero.
Cris: E não vai... não vai. Amor

CINCO MESES DEPOIS.

#cap 317

Allana entrou em seu quarto desolada, ela estava mal com aquela briga toda. Sabia que não tinha culpa de nada, mas ver Cristiano daquela forma, agindo assim era de cortar o coração. Ela tentou assimilar algumas coisas que ele havia lhe dito e agora tudo passava a se encaixar em sua cabeça.
" eu não aguento mais" Eles" até quando eu vou ter que passar por isso" essas palavras de Cristiano estavam martelando em sua cabeça e ela a cada momento tinha certeza que ele se referia ao seus ex clientes, e ao seu trabalho, claro que ele estava enfrentando problemas na empresa por conta dela, por conta disso, ele havia casado com ela e provavelmente aquilo estava o impedindo de agir em seus negócios. E foi pensando em tudo aquilo, em que estava vivendo, passou a agir em um ato desespero, imperando. Allana começou a arrumar as suas coisas, pegou uma mala e colocou dentro dela o que era apenas necessário. Allana estava mesmo disposta a ir. Porque desde que se apaixonou por ele, em seus planos jamais estava a intensão de prejudicá-lo.

Ela arrumava suas coisas em meio do seu choro e pensamento e quando percebeu as mãos fortes dele estavam em seu corpo.
Cris: O que você está fazendo? - ele a virou e segurou pelos braços.
Allana: Eu vou embora Cris, vou embora da sua vida, vou embora porque não quero prejudicar você. Te amo demais para isso. - ela começou a chorar e se soltou dele pegando algumas roupas e jogando dente da mala em total desespero.
Cris: Allana pare! - ele falou alto pegando ela pelos braços de novo.
Allana: Não! Eu amo demais você para te ver sofrer, te amo demais para ver você se definhar por causa de mim, eu vou... - a voz dela engasgou- ...Eu vou embora. Vou embora daqui.

Cris: Não Allana você não vai! Não vai sair daqui.

#cap 316

Cris: NÃO MINTA. - foi até ela - NÃO MINTA POIS ELE ME DISSE QUE VOCÊS VIAJARAM. - ele gritou bem próximo ao rosto dela.
Allana: Meu Deus, você não confia e nunca vai confirmar em mim né? - sua voz já era de choro.
Cris: O problema não é confiança Allana. Você me deixou ficar diante dele sem me dizer nada, sem me contar quem ele era. Porque, porque você não me disse? - ele passou as mãos bagunçando os cabelos em total desespero.

Allana: Porque eu não achei que precisasse, achei que não tinha o porque eu dizer, que ele era o meu ex cliente - ela se aproxima - Cristiano eu nunca viajei para nenhum lugar com ninguém a não ser você. Todas as vezes que me encontrei com clientes foi em apenas almoços ou jantares! E isso eu sei que você sabe - ele fala enfatizando. Até porque Ester havia uma vez lhe dito que explicou a ele que suas agenciadas nunca viajava. Falou também que ele insistiu muito por isso deixou que Allana fosse com ele para o ceara.

Cris: Até quando, até quando eu vou ficar vivendo esse inferno, até quando vou encontrar com pessoas que já saíram com você, me diz. - ele a encara sério. - Eu tô cheio, tô com a cabeça cheia Allana, não aguento mais. - ele a deixou confusa.

Allana: O que você não aguenta mais.... Eu? - ela segurou o choro, não estava acreditando que o homem da sua vida estava lhe dizendo aquilo.

Cris: Não, eles.! -
Allana: Eles? Eles quem? E por isso que você está assim? E por isso que está ultimamente tão estressado? - ela estava parada no mesmo lugar o olhando.
Cris: Allana por favor saia - ele fala com uma voz cansada e se senta em sua cadeira atras da mesa do escritório, abaixa a cabeça e apoia em cima dos seus braços. - Eu quero ficar sozinho, me deixa ficar sozinho por favor! - ele continuava com a cabeça baixa

Allana: Deixa eu te ajudar - ela deu dois passos em direção a ele, mas Cris fez um gesto com a mão para que ela parasse.
Cris: Não! Eu quero ficar só, me deixe sozinho! - pediu mais uma vez e a olhou, Cristiano estava chorando, Allana queria muito ir até ele mas também queria respeitar muito o seu pedido. Então ela fechou os olhos deixando suas lágrima cairem. Se virou saindo do escritório e foi para seu quarto

#cap 315

Quando saíram do restaurante Cristiano foi mudo sem dar nenhuma palavra com ela. Allana havia chego na mesa e a única coisa que ele fez foi puxa-la para longe daquele lugar, ele queria a manter bem, muito bem distante daquele velho. Daquele repugnante senhor que ousou a distratar a sua Allana.
Ronaldo tinha percebido o clima e não se ousou a se quer perguntar nada a ambos. Allana o encarava mas Cristiano fazia questão de sempre se manter olhando para o outro lado do carro. Porque por mais que a culpada que ela não fosse ele estava arrasado.
Ronaldo deixou os dois na garagem do prédio e Cristiano dessa vez saiu aéreo ele andava como se não estivesse ali de fato, o trajeto da subida foi o mesmo silêncio.
O elevador chegou e a escuridão do apartamento predomeceu.

Allana: Cris... - ela estava com voz trêmula - Você não vai falar comigo? - perguntou e ele sem dizer nada apenas seguiu para o seu escritório.
Allana respirou fundo e decidiu ir atras, ela não estava disposta a se indispor com ele porque qualquer motivo que estivesse sido. - Cristiano fale comigo - ela pediu e lhe lançou um olhar indecifrável. - O que aconteceu?
Cris : Você não sabe o que aconteceu Allana? - a voz dele tinha decepção, chateação e até mesmo um tom humilhado.
Allana: Eu... Cris: Você só quis me fazer de palhaço ne? - ele se caminha até o local aonde tinha sua garrafas whisky - O que passou pela sua cabeça quando me colocou diante de um cliente seu?
Allana: Eu te coloquei? - ela fala incrédula diante da acusação sem fundamento dele - Você me levou até lá.
Cris: E VOCÊ NÃO ME DISSE QUE JÁ TINHA SAÍDO COM AQUELE VELHO FILHA DA MAE - ele gritou e ela deu um passo para trás, jamais, pensou que ele fosse agir assim com ela.
Allana: A culpa não foi minha, eu não sabia que o Roberto era seu amigo, na época em que conhece esse foi época de trabalho. Eu não tinha a intensão de lhe envergonhar. - ela fala com a voz baixa. Estava mesmo sentindo que tinha feito aquilo.
Cris: Pra aonde você viajou com ele Allana? - a sua voz agora era mais baixa.
Allana: Eu não viajei com ele. Nunca viajei com nenhum cliente.
Cris: NÃO MINTA. - foi até ela - NÃO MINTA POIS ELE ME DISSE QUE VOCÊS VIAJARAM.

#cap 314

Paulula: Oras Cris quem não sabe que Allana é uma acompanhe de luxo, eu esmo já fui um dos clientes dela, Allana já saiu comigo várias e várias vezes. Nos até já viajamos juntos. - ele solta aquilo com uma enorme naturalidade, mas mal sabia ele que aquilo tinha destruído Cristiano.
Pois o seu problema assimilado aquilo só fazia com que ele piorasse.
Cris: Pois sabia que ela não é mais uma acompanhe de luxo. Ela agora é minha mulher. E antes que perguntei eu sim já sabia disso.
Paulula: Com tanta mulher elegante e culta por aí que se ficar doido por essa mulherzinha, francamente Cristiano. Eu pensei que você fosse um homem mais esperto! Não sabe que essas mulheres são as maiores 171. A maioria são tudo quengas! Querem só nosso dinheiro - ele fala com desdém e Cristiano fica de pé.

Cris: Só não vou dá um soco no meio dessa sua cara nojenta, em respeito à sua amizade com o meu pai, mas sabia que eu estou e sou muito feliz com Allana. Ela é uma mulher incrível, só não vou ficar perdendo meu tempo aqui dizendo a você as qualidades da minha mulher. Porque a única coisa concreta que vejo e que você está aí alho e sozinho durante esse tempo todo porque é um machista, só pensa em seu império que está construindo, nunca vai amar e nem vai ser amado na vida. Isso sim é não ser inteligente. - ele tira o dinheiro da carteira e joga em cima da mesa - E só para constar o nosso acordo está desfeito, não vou me unir a um ser como você que não respeita a minha esposa. - Assim que ele termina de falar Allana e Meire aparece de volta na mesa.
Allana: Cris? - ela sabia que algo tinha acontecido e pelo semblante dele o seu ex cliente havia revelado quem ele era.

#cap 313

Allana não demorou muito e logo voltou, o jantar ocorreu super bem, Cristiano e Palula falaram à noite inteira de negocio. É claramente os dois estavam empolgados. Os dois iriam se juntar, para que juntos investissem em uma compra de hotel no litoral no estado de São Paulo. Cristiano aparentemente dependia dele para efetuar de fato negocio, ele ele precisava de Cris para remanejar a conta.
Duas horas depois os homens colocaram as mulheres que estranhamente naquele noite estavam caladas. Allana que sempre gostou de conversar, estava quieta e se limitou apenas em reponder o que Cristiano lhe dizia.
Meire: Allana será que você poderia ir ao toalete comigo? - ela chamou de forma suave, mas a Allana a encarou de forma estranha.

Cris: Temos tempo amor, ao na sempre muito - ela estava contente era nítido aquilo em seu olhar. E antes de Allana sair ele lhe deu um beijo, muito bem discreto. E assim as mulheres saíram deixando os homens em total liberdade.

Palula: Então a Allana é sua mulher? - ele tentou não tocar naquele assunto durante a noite toda, mas diante da cena de carinho que viu não resistiu e resolveu sondar o seu amigo.
Cris: Sim! Temos alguns meses de casados - ele cruza os braços não entendendo a pergunta, afinal, a notícia do seu casamento havia se explicado. - Alguém problema?

Palula: Meu caro Cristiano, eu e você sabemos que essa menina não é sua esposa! - ele fala na lata deixando Cris branco.

Cris: Como não? - fez se de desentendido - Não lê revistas, jornais, não assiste programas de Televisão? - ele tentava deixar sua voz contida, imaginou que ele iria falar que sabia quem Allana era. Mas as suas palavras foram bem pior.

#cap 312

Assim que chegaram ao restaurante os dois desceram do carro e entraram no local de mãos dadas. O garçom quando os avistou logo veio os atender, mas Cristiano informou que o seu convidado já os esperavam, ele de longe mostrou apontando a mesa, aonde já havia um senhor acompanhado de uma mulher.

Allana: Amor você se importa de eu ir no banheiro antes, estou com um certo incômodo no sapato, e rápido não vou nem entrar. - ela explica baixinho.
Cris: Deixe-me apresentar ao senhor Palula antes e depois você vai tudo bem? - ele pedi com carinho na voz, demonstrando para ela que de fato precisava fazer muito aquilo.

Allana: Não tudo bem! Vamos lá - ela sorrir satisfeita com alagaria dele. Cristiano a conduz até a mesa, e quando chegaram, o senhor que estava de costas ficou de pé olhando para os dois.
Cris: Boa noite - ele fala com a voz grave e sendo bastante cordial, estendendo a mais para o senhor que já os aguardava.
Palula: Cristiano Araújo. - ele aperta na mais de Cris e olha sorrindo de lado, de forma quase que discreta para Allana.

Cris: Essa é minha esposa Allana, Allana Moraes. - ele os apresenta.
Palula: Oi Allana muito prazer! - ele pega na mão discretamente olhando o anel de noivado que ainda permanência em seu dedo.
Allana: Muito prazer senhor Roberto - ela sorrir simpaticamente para ele. Que solta sua mão. Direcionando um olhar Cristiano.
Cris: Vice já o conhecia Amor? - ele pergunta percebendo que ela havia o chamo pelo primeiro nome.
Allana: Sim, não! Digo, já vi várias fotos desse senhor em várias revistas. - ela estava tensa.
Cris: Humm certo. - ele fala e Paulo sorri. O clima tinha ficado suspeito.

Palula: Bom essa é a Meire, ela é uma Amiga! - a mulher que também já havia ficado de pé os comprimentam. - Vamos sentem-se.
Allana: Eu vou ao banheiro antes. - ela olha pra Cristiano que concorda.

#cap 311

Aquele dia para Allana passou rápido e como de costume chato. O fato de Cristiano ainda não ter providenciado um emprego para ela, estava a matando, Allana odiava ficar em casa feito uma dondoca sem fazer nada da vida. Eva até lhe entretia, deixava que ela lhe ajudasse na cozinha, mas Allana queria mais, queria ter algum tipo de utilidade, ficar em casa esperando o marido voltar do trabalho não era seu forte. Por isso estava disposta a falar com ele mas uma vez.
Ela sabia que Cris estava com problemas mas, não queria se abrir. E isso era a parte chata da coisa, se eles eram casados e ele sempre a obrigava a lhe dividir tudo que lhe afligia, ela se perguntava porque ele não fazia o mesmo. Porque não confiava nela para que ela tentasse lhe ajudar a resolver seja lá o que fosse que ele estivesse passando.
Mais como ela não tinha muito a fazer, já que não podia obrigá-lo a contar, ela decidiu então se preparar, para o jantar que eles iriam naquela noite. Cristiano odiava atrasos, e como ele nos últimos dias não estava uma boa pessoa ela decidiu se arrumar com bastante antecedência para que ele não tivesse que a esperar e ficasse chateado.
O look foi escolhido como sempre, muito bem elegante e discreto, ela sabia que seria um jantar de negócios e não queria fazer feio diante do seu marido. Ela naquela noite só queria o agradar. Quem sabe assim ele não melhorasse e se desestressasse um pouco.
Como combinado foi as 18hrs em ponto Cris passou para pega-lá, e para sua felicidade ele estava com um humor melhor, muito melhor por sinal, ele brincava com Ronaldo e ia o tempo inteiro elogiando ela, dizendo o quanto ela estava bonita e o quanto lhe fazia feliz. Allana ate certo mordo relaxou, e começou a pensar que de fato o problema do seu marido era mesmo coisas do trabalho e aquela poderia ter sido um dia lucrativo.
Ronaldo: Tá vendo Allana! Depois fala de mim - ele falava sobre os elogios de Cristiano para Allana.
Cris: Me deixe seu careca, eu tenho mesmo e que elogiar a minha mulher. - ele entrelaça os dedos nos dela.
Ronaldo: Ok ok, não está mais aqui quem falou! - sorria e Cris também, naquela noite o coração de Allana parecia ter começado a ganhar sossego.

#cap 310

Depois de terem passado dois dias por conta do feriado na casa da irmã era a hora de voltar. Cristiano Allana voltaram para casa, no final do dia de domingo. O clima dos dois estava ótimo, apenas Allana continuava desconfiada daquele súbito mal estar de Cristiano, porem como ele havia pedido ela não comentou mais nada fingiu que realmente aquilo não tinha acontecido.

Durante a semana as coisas e atitudes estranhas continuavam a acontecer com Cristiano, ele sempre chegava em casa cansado, estressado, pouquíssimas vezes conversava com Allana, era necessário que ela sempre o chamasse ou puxasse assunto para que ele respondesse. E foi em um desses cafés da manhã depois de uma noite mal dormida que ela tentava mais uma vez anima-lo.

Allana: Não é amor? - ela perguntou referente a um assunto, mas ele não lhe respondeu - Cris... - ele continuava comendo e bastante aéreo. - Cristiano você cansou de mim é isso? - ela fala depois de lhe perguntar uma coisa pela terceira vez e ele não lhe dá ouvido. - Cristiano - gritou!
Cris: Oi?? Allana: Esquece, deixa pra lá - ela se levanta da mesa bastante chateada e vai em direção ao imenso vidro da sala.
Eva: Faz tempo que ela fala com o senhor que não a respondi - ela sussurra para ele que se levantava e vai até sua amada.
Cris: Amor.... - envolve seus braços ao redor do corpo dela.
Allana: O que está havendo com você a dias está assim, estranho! - ela se vira - Me fala amor, fala pra mim o que você tem. - ela segura o rosto dele entre suas mãos - Deixa eu te ajudar!
Cris: Não é nada pequena, eu já disse estou bem! - ele beija a testa de Allana - Eu estou apenas com alguns problemas na empresa só isso.
Allana: E eu posso te ajudar, quer que eu o ajude?

Cris: Não, está tudo bem. ok? - ele olha no relógio - Eu vou precisar ir agora, tenho uma reunião antes do almoço, não sei se venho em casa mas as 18hrs eu venho lhe buscar, temos um jantar para ir? - Allana confirma com a cabeça, sabendo que de nada adiantaria insistir, ele não iria falar.

Most Popular Instagram Hashtags