desalles desalles

1,868 posts   86,902 followers   623 followings

Belmiro Freitas de Salles PhD.  🎓Graduado EEFD/UFRJ 📕Especialista Musculação UGF 🔬Mestre UFRJ 📈Doutor UERJ 📊PĂłs-doutorado UFRJ 📚Pesquisador (82 artigos) đŸ‹đŸœTreinador 💊MaxTitanium

E aĂ­ galera? Tranquilo?
Em qual cidade vocĂȘs gostariam de receber esse curso (@desalles e @raissarafaelli2) no ano que vem?
Deixe sua sugestĂŁo nos comentĂĄrios!

TREINAMENTO EXCÊNTRICO: SUPRAMÁXIMO VS. SUBMÁXIMO
@desalles
.
Como dito anteriormente, o mĂ©todo excĂȘntrico se caracteriza pela ĂȘnfase na fase excĂȘntrica do movimento, reduzindo ou anulando a sobrecarga durante a fase concĂȘntrica.
.
Os mĂșsculos suportam maiores intensidades de carga na fase excĂȘntrica do que na concĂȘntrica (em mĂ©dia 30-40%) e acredita-se que priorizando esta fase, maiores ganhos em força, potĂȘncia e hipertrofia podem ocorrer.
.
Em estudo publicado na EJAP, duas modalidades de treinamento excĂȘntrico foram comparadas: excĂȘntrico supramĂĄximo vs. excĂȘntrico submĂĄximo (Krentz et al., 2017).
.
Os participantes foram randomizados em trĂȘs grupos: SupramĂĄximo com 110% de 1RM (SUPRA); SubmĂĄximo com 80% de 1RM (SUB) e controle (GC).
.
O treinamento excĂȘntrico unilateral dos flexores do cotovelo com halter progrediu de 3 para 6 sĂ©ries ao longo de 8 semanas, ambos protocolos anularam a fase concĂȘntrica dos movimentos e foram conduzidos atĂ© a falha muscular excĂȘntrica em todas as sĂ©ries.
.
Os grupos de treinamento excĂȘntrico SUPRA e SUB apresentaram aumentos da espessura muscular dos flexores do cotovelo significativamente maiores que o GC, enquanto apenas o SUB apresentou aumento da força muscular significativamente maior que o GC.
.
É importante ressaltar que a percepção de esforço foi significativamente menor para o SUB em relação ao SUPRA.
.
Estes achados sugerem que o treinamento excĂȘntrico submĂĄximo pode ser uma estratĂ©gia mais interessante para indivĂ­duos inexperientes no treinamento excĂȘntrico, pois resulta em aumentos similares de força e hipertrofia, com maior segurança, menor nĂ­vel de esforço e fadiga do que o treinamento excĂȘntrico supramĂĄximo.
.
Lembrando que o treinamento excĂȘntrico submĂĄximo na prĂĄtica em academias pode ser realizado com anulação da fase concĂȘntrica, como descrito no estudo, porĂ©m tambĂ©m pode ser realizado atravĂ©s do mĂ©todo REPETIÇÕES FORÇADAS atĂ© o alcance da falha excĂȘntrica ou “falha total”.
.
ReferĂȘncia:
Krentz, JR; Chilibeck, PD; Farthing, JP. The effects of supramaximal versus submaximal intensity eccentric training when performed until volitional fatigue. Eur. J. Appl. Physiol., 2017 vol. 117(10) pp. 2099-2108

Ontem tive o grande prazer de receber o meu amigo professor doutor @andreiglopes no meu curso aqui em JoĂŁo Pessoa.
AlĂ©m disso, fui presenteado com a sua nova obra publicada em co-autoria com o mestre @waldemarguimaraes “Fecha a Carinha e Treina” que aborda a musculação infantil.
Tenho certeza que o conteĂșdo ficou 🔝!
Meu amigo Andrei, muito obrigado pela livro e pela participação, espero que tenha gostado.
Assim que tiver lido o livro te falo.
Grande abraço!

Fechando o ano com chave de ouro aqui em João Pessoa - Paraíba. Curso lotado para mais de 220 pessoas (enquanto coube cadeira de plástico no auditório com limite para 200 pessoas entrou gente 😂😂😂😂).
Gostaria de agradecer a todos os participantes pelo carinho e disposição para me aguentarem durante 8h ininterruptas. Galera tirou onda na pråtica, foi muito show!
Gostaria de agradecer também ao @cref10pb pela força e divulgação.
NĂŁo posso deixar de agradecer a @brave_eventos pela impecĂĄvel parceria ao longo deste ano. Foram 5 eventos de extremo sucesso, 4 com lotação mĂĄxima, praticamente irretocĂĄveis. ParabĂ©ns pela excelĂȘncia no que se propĂ”e a fazer.
Abraços a todos e atĂ© Janeiro em Recife e Caruaru com a @ggseventos e o @institutoinades đŸ’ȘđŸŒđŸ’ȘđŸŒđŸ’ȘđŸŒ
#MaxTitanium #QualÉaSuaMeta #VemPraMax

#TBT TREINAMENTO EXCÊNTRICO NA FORÇA, POTÊNCIA E HIPERTROFIA
Por @desalles
.
O mĂ©todo excĂȘntrico se caracteriza pela ĂȘnfase na fase excĂȘntrica do movimento, reduzindo ou anulando a sobrecarga durante a fase concĂȘntrica.
.
Os mĂșsculos suportam maiores cargas na fase excĂȘntrica do que na concĂȘntrica (em mĂ©dia 30-40%) e acredita-se que priorizando esta fase, maiores ganhos em força, potĂȘncia e hipertrofia podem ocorrer.
.
Existem 4 formas principais de realizar este tipo de treinamento nas academias: em equipamentos especĂ­ficos para este fim que sĂŁo extremamente raros; com auxĂ­lio de um treinador durante a fase concĂȘntrica quando utilizadas cargas supramĂĄximas; com auxĂ­lio de um treinador aumentando a sobrecarga durante a fase excĂȘntrica (imagem); ou individualmente, utilizando exercĂ­cios que permitem a realização da fase concĂȘntrica de forma bilateral e excĂȘntrica unilateral.
.
Douglas et al. (2017), em uma revisĂŁo sistemĂĄtica de 40 estudos originais, sugerem que o treinamento ou mĂ©todo excĂȘntrico Ă© especialmente benĂ©fico quando se tem como objetivo a melhora do desempenho, da força e da potĂȘncia.
.
Em relação aos ganhos hipertrĂłficos, Schoenfeld et al. (2017), em meta-anĂĄlise de 15 estudos, sugerem uma pequena vantagem para as açÔes musculares excĂȘntricas em relação Ă s concĂȘntricas quando se fala em hipertrofia e ressaltam que Ă© importante incluir açÔes excĂȘntricas e concĂȘntricas em programas voltados para este fim, pois ambas geram efeitos positivos sobre os ganhos.
.
O mĂ©todo ou treinamento excĂȘntrico parece uma excelente ferramenta em programas de treinamento com objetivos diversos. Entretanto, temos que ter cuidado ao realizĂĄ-lo, o que nas academias deve ser feito por indivĂ­duos treinados, com auxĂ­lio adequado e sobre orientação profissional.
.
ReferĂȘncias:
Douglas et al. Chronic Adaptations to Eccentric Training: A Systematic Review. Sports Med, 2017 vol. 47(5) pp. 917-941.
.
Schoenfeld et al. Hypertrophic Effects of Concentric vs. Eccentric Muscle Actions: A Systematic Review and Meta-analysis. J Strength Cond Res, 2017 vol. 31(9) pp. 2599-2608.
#EccentricTraining

Rest-pause de séries até a falha para 50 repetiçÔes totais com minha aluna @raissarafaelli2
Observação importante: a ajuda durante as repetiçÔes forçadas na cadeira extensora Ă© preferencialmente dada no tornozelo, porĂ©m nesta academia eu obstruiria uma das principais passagens. Quando Ă© assim, devemos adaptar o mĂ©todo. 😜
#StrengthMethods #RestPause

Uma grande honra fazer parte dessa banca de qualificação. Excelente trabalho, agora Ă© sĂł ajustar para a defesa. đŸ’ȘđŸŒđŸ’ȘđŸŒđŸ’ȘđŸŒ
.
#Repost @pedro_r_menezes
・・・
Hoje foi dia de escutar e receber conselhos para mudanças no documento final (TESE) do doutorado de ninguĂ©m menos que @ingridbfdias @desalles, Roberto SimĂŁo, @gilmarsenna e Rhodes! Que experiĂȘncia! Obrigado professores! Uma honra falar para vocĂȘs doutores! Obrigado Dr. @carlosherdy por sua participação e companheirismo no trabalho! Vamos juntos para os ajustes finais! Obrigado @prof_raphaelsoares pelas fotos e participação! Vamos nessa!

FORÇA VS. HIPERTROFIA MUSCULAR 2
Por @desalles
.
Os mĂșsculos do corpo humano sĂŁo compostos por diferentes tipos de fibras: as fibras de baixo limiar, tambĂ©m conhecidas como fibras lentas, vermelhas ou do tipo I, e as fibras de alto limiar, tambĂ©m conhecidas como fibras rĂĄpidas, brancas ou do tipo II (que se subdividem em subtipos em IIA, IIX e hĂ­bridas).
.
As fibras lentas tem alta capacidade oxidativa e por isso sĂŁo utilizadas em atividades de resistĂȘncia, enquanto as fibras rĂĄpidas sĂŁo mais fortes e menos resistentes, sendo utilizadas para tarefas de força e velocidade.
.
De forma geral, os mĂșsculos do corpo humano apresentam fibras lentas em predominĂąncia.
.
Apesar de menos suscetĂ­veis a hipertrofia, pesquisas recentes sugerem que estĂ­mulos de intensidade leve a moderada, elevados tempos sob tensĂŁo, altos volumes de treinamento e/ou uso de recursos ergogĂȘnicos podem repercutir em elevados nĂ­veis de hipertrofia deste tipo de fibra.
.
Um estudo de Meijer et al. (2015) que teve como objetivo comparar as propriedades contrĂĄteis de fibras musculares de pessoas normais, atletas de potĂȘncia e bodybuilders, de certa forma confirma essa hipĂłtese.
.
Apesar de não ser o objetivo principal do estudo, os autores mostram que, para todos os tipos e subtipos de fibras, a årea de secção transversa (CSA) foi significativamente maior nos bodybuilders, inclusive as fibras lentas/tipo I que apresentaram CSA 50-100% maior do que dos demais grupos (gråfico 1).
.
Além de fatores neurais, esses fatores morfológicos explicam em parte porque a força não apresenta, necessariamente, uma relação linear de proporção com o tamanho muscular. Ou seja, um indivíduo com maior tamanho muscular nem sempre apresentarå maiores escores de força que um indivíduo com menor tamanho muscular.
.
ReferĂȘncia:
Meijer et al. Single muscle fibre contractile properties differ between body-builders, power athletes and control subjects. Exp. Physiol., 2015 vol. 100(11) pp. 1331-41
#musclefiber #strengthtraining #bodybuilder

A Top Whey 3W de limĂŁo voltou! agora fiquei na dĂșvida qual Ă© o melhor sabor... AtĂ© lançarem a de cafĂ© com leite, a de 🍋 era a minha predileta. Agora acho que vou continuar com a de cafe com leite pela manhĂŁ e a de limĂŁo, mais refrescante e com maior teor de proteĂ­na, vou deixar para o pĂłs-treino. E vocĂȘ, JĂĄ experimentou?
#TopWhey3W #7xmelhornacional #MaxTitanium #Suplementação #QualÉaSuaMeta #VemPraMax

Post extremamente interessante da melhor farmåcia de manipulação do Brasil. Vale a pena conferir!
.
#Repost @daypharma
.
Eugen Sandow nasceu numa Ă©poca onde nĂŁo existiam academias, nem suplementos alimentares e tĂŁo pouco informaçÔes de como desenvolver seu fĂ­sico. Era filho de pai alemĂŁo e mĂŁe russa e nasceu no que ainda era a PrĂșssia. NĂŁo queria virar militar, entĂŁo viajou por toda Europa como um atleta de circo.
.
Em 1889 viajou para Londres para participar de uma competição de Strongman, vencendo o atual campeão. Desde então, tomou gosto pelo "lifestyle" e não parou. .
Em 1901 ocorreu a primeira competição oficial já registrada de fisiculturismo. O nome era “The Great Competition”.
.
Ela foi idealizada e realizada por Sandow, justamente para escolher o melhor físico de acordo com os critérios estabelecidos.
.
Um produtor norte-americano, que estava ajudando Sandow, percebeu que o pĂșblico queria mesmo era ver os mĂșsculos dele. EntĂŁo, sugeriu que ele fizesse algumas posiçÔes, ressaltando seus proeminentes mĂșsculos. Nascia neste momento a primeira exibição de um bodybuilder.
.
Para quem não sabe no troféu do Mr. Olympia, o homem que estå segurando uma barra de ferro, é nada menos que Sandow!

PenĂșltimo final de semana de trabalho do ano com direito a dois cursos! Ontem teve a clĂ­nica prĂĄtica em SĂŁo Paulo junto com a @brave_eventos e hoje curso na @ciaathleticarj ao lado dos meus amigos @jonatoprestes e @claudiomelibeu.
Gostaria de agradecer a todos pela presença e participação. Estar lĂĄ em um domingo de dezembro jĂĄ faz de vocĂȘs profissionais diferenciados.
Muito obrigado também as equipes das academias @emotionacademia e @ciaathleticarj por nos receber tão bem, e ao meu amigo @danilocarvalhoxtrainer pela força, foi show! Espero que todos tenham gostado. Até breve.

#TBT Banca de Mestrado de @andrea_jansen (2013) ao lado dos meus amigos Professor Doutor @jeffersondasilvanovaes, que foi meu orientador na graduação (EEFD/UFRJ), e Professor Doutor Roberto Simão, meu orientador na Especialização (UGF), Mestrado e Pós-Doutorado (UFRJ).
#Mestrado #EEFD #UFRJ #ProfissĂŁoProfessor

Most Popular Instagram Hashtags