cecilia.dassi cecilia.dassi

180 posts   77,238 followers   354 followings

Cecilia Dassi  Psicóloga CRP 05/45580 Te ajudando a ficar cada vez mais confortável sendo você. ❤️

Peguei essa imagem na pagina @sentimentosdasociedade... eu poderia escrever umas 100 paginas mas decidi ouvir vocês primeiro. Entre em contato com essa imagem. Observe como ela te toca. Se conecte com o que surgiu dentro de você. Agora, se você sentir que pode ser potente pra você, compartilhe comigo?

Eu amo rock. Quem me acompanha no stories já ouviu um pouco do repertorio do meu carro. É rock. E quase sempre que digo isso acontece uma das duas coisas:
a) a pessoa não acredita, acha que ouço Restart e saio por aí dizendo que sou rockeira
b) a pessoa fica muito muito surpresa e diz essa frase aí da imagem.
Não fico ofendida, obviamente, mas sempre fico me perguntando que estereótipo é esse que temos do rockeiro.
Certa vez em um show do CJ Ramone levei "uma bronca". Uma moça me cutucou e gritou no meu ouvido "esse lugar não combina com você, o que você ta fazendo aqui??".
Estava ouvindo ao vivo músicas que amo. Estava pulando (longe da rodinha porque sou fresca e não curto empurra empurra ❤️) e me divertindo.
Por que aquele lugar não combinava comigo? Por que não "tenho cara" de quem gosta de rock? Como é a cara de quem gosta de rock, afinal?
Muitas vezes nos colocamos (e consequentemente colocamos os outros) dentro de caixinhas.
É estudiosa e dedicada? Deve ser chata e ouvir só musica clássica.
É introspectivo e cheio de tatuagens? Deve ser raivoso, odiar o mundo e ouvir rock.
Joga jogos de tiro no computador? Cuidado, assassino em potencial.
Ouve "rock pesado" (hahahaha adoro essa expressão ❤️)? Deve ser satanista, usar drogas e ter um boneco de voodoo no quarto.
Não, gentes. Não é assim, não. A vida não é preta e branca, pessoas são seres muito complexos pra gente tentar encaixa-las em caixinhas assim.
Você pode ter muitos nuances. Os outros também. Criar alguns pré-conceitos as vezes pode até ser natural mas tenha sempre em mente que você pode se surpreender. Com os outros e, especialmente, com você mesmo.
Feliz dia mundial do rock!
Feliz dia mundial dos rockeiros, que podem ter qualquer cara. 😊

"Ai Cecilia por que você fala tanto sobre comportamento alimentar?"
Vejam, entre uma relação de saúde e paz com a comida e uma relação totalmente patológica em que há um transtorno alimentar instalado temos UM UNIVERSO de "pequenas" ações, sentimentos, crenças, angustias, incômodos e problemas. O transtorno não se instala em tantos casos mas a MAIORIA da população está no meio do caminho, no que hoje chamamos de "comer transtornado". Fazer dieta toda hora, viver em efeito sanfona, viver cheios de restrições sem ter uma doença especifica, comer com culpa (e acabar comendo ainda mais).... tudo isso faz parte da vida de TANTA gente como se fosse assim mesmo. Como se TIVESSE que ser assim. Começar a pós, com tantos colegas nutricionistas, me fez entender o QUANTO os nutricionistas não são preparados na faculdade para lidar com o ser humano na sua totalidade e na sua complexidade e, por conta desse despreparo, acabam adoecendo ainda mais quem os procura. Por isso acho TÃO importante o trabalho que o Rafael @comportamentoalimentar vem fazendo e por isso venho lembrar meus colegas do Rio que ainda podem se inscrever! Se você não é do Rio, entra lá no site do @ipgsoficial pra ver a próxima turma que vai ter pertinho de você! E se você é profissional de saúde e não pode fazer a pós, não deixe de pesquisar sobre o assunto pra ter certeza de que ao menos não está, mesmo sem querer, contribuindo para aproximar alguém cada vez mais de um transtorno alimentar.
#dieta #tbt #comer #saúde #foco #força #fé #seeuconseguivocêtambémconsegue #fitness #parceria

A cada dia uma dieta nova surge e, ainda assim, a cada dia os índices de obesidade e de transtornos alimentares só aumentam.
O comportamento alimentar envolve um sistema muito complexo de emoções, sentimentos, lembranças, afetos, carências, necessidades, projeções, autoimagem, filtragem do mundo, habilidade de presença, contato consigo mesmo... um profissional que trabalhe com saúde precisa conhecer os sinais de um transtorno alimentar em desenvolvimento, precisa saber como conduzir esses casos e, mais importante ainda, precisa saber como NÃO INCENTIVAR TRANSTORNOS ALIMENTARES. Como não dar o pontapé inicial para um comer transtornado, para um transtorno dismórfico, para uma compulsão, para uma purgação...
Neste sábado inicio minha pós graduação em Comportamento Alimentar pelo @ipgsoficial .
O coordenador da pós é o Rafael, do @comportamentoalimentar , cujo trabalho venho acompanhando já há bastante tempo. Escolhi a dedo essa formação porque vejo que é absolutamente coerente com o que acredito na teoria e na prática clínica.
Profissionais de saúde (fisioterapeutas, médicos, nutricionistas, educadores físicos e afins): busquem informação. Os estudos nos mostram que comentários gordofóbicos não ajudam no tratamento da obesidade, PELO CONTRÁRIO. Cuidado para, mesmo com boas intenções, não estarem adoecendo mais seus alunos/pacientes. #ipgs #comportamentoalimentar #dietas #transtornosalimentares #parceria

Você sempre tem o poder de ajudar alguém a se sentir melhor. Sempre tem o poder de não fazer nada. E sempre tem o poder de ajudar alguém a se sentir PIOR. Mesmo que não seja a sua intenção, mesmo que você só queira fazer uma piada, você pode estar mexendo em uma ferida muito dolorida de alguém. Você é livre. Use sua liberdade com sabedoria (e, de preferência, com empatia também). ❤️ Regrann from @instapsiquiatria - Só quem sofre com um problema mental sabe a dor e o esforço para superar. Seja legal com as pessoas.

Você não está sozinho no mundo.
Nossas atitudes têm consequências.
Mesmo que saiamos ilesos, devemos olhar à nossa volta, observar os impactos que podemos ter causado e procurar nos responsabilizar por eles. Culpa não serve pra nada, só nos preenche com uma sensação de que estamos sofrendo "também", assim como a suposta vitima do nosso erro, como se isso fosse reduzir o sofrimento da outra pessoa e como se isso nos tornasse pessoas melhores. Não torna. Até porque errar não te torna uma pessoa ruim, quem ta vivo erra mesmo, faz parte. O que nos faz mais nobres é o ato de nos apropriarmos da nossa parte de responsabilidade, fazendo o possível pra reparar o que pode ser reparado e pra aprender com a experiência, pra não repetir o mesmo erro.
Suas atitudes impactam pessoas. Olhe à sua volta, perceba que você não é o único que tem necessidades, frustrações, pressas, medos, pressões, angústias... cada um de nós está enfrentando nossas próprias batalhas. Sejamos responsáveis (e gentis) uns com os outros.

9 VERDADES SOBRE TRANSTORNOS ALIMENTARES:

1. A pessoa que está sofrendo de um TA NÃO NECESSARIAMENTE vai ser magra, gorda ou parecer "doente". Não há regra.
2. A família não deve se sentir culpada. Pelo contrário, ela pode ser a principal aliada no tratamento se decidir buscar informação e aprender como ajudar.
3. O diagnóstico afeta muito a dinâmica pessoal e familiar.
4. Desenvolver um TA NÃO É UMA ESCOLHA. O TA é um distúrbio com bases biológicas.
5. TAs podem afetar pessoas de QUALQUER sexo, orientação sexual, idade, forma física, aparência, grau de instrução e classe social.
6. Pessoas que sofrem de TA têm maior risco de desenvolver sérias complicações médicas e de cometer suicídio.
7. TAs são multifatoriais, influenciados pela genética e pelos ensinamentos/exemplos/experiências vividos.
8. A genética, isoladamente, não determina se alguém irá desenvolver um TA.
9. É PLENAMENTE POSSÍVEL SE RECUPERAR COMPLETAMENTE DE UM TA. Para isso, a detecção precoce e a intervenção terapêutica fazem toda diferença.
Eu acrescentaria mais uma verdade que considero MUITO importante:
10. VOCÊ PODE SER UM PROFISSIONAL DE SAÚDE INCRÍVEL MESMO LUTANDO CONTRA UM TRANSTORNO ALIMENTAR. Nutricionista, endócrino, educador físico, fisioterapeuta, psiquiatra... na verdade isso pode até mesmo te tornar um profissional MELHOR, mais empático, denso e compreensivo. Porém, isso só vale para quando você ESTÁ EM TRATAMENTO. Quando você tem consciência do seu transtorno, dos seus sintomas, das suas feridas, das suas dores e dificuldades. Aí sim essa dor pode se tornar potência. MAS SE VOCÊ NÃO TEM CONSCIÊNCIA DE QUE ESTÁ ADOECIDO, VOCÊ VAI ADOECER OUTRAS PESSOAS. Sério, seja responsável. Com você mesmo e com as pessoas que confiam no seu trabalho. 💙

#wedoacttogether #eatingdisordersday #TA #transtornoalimentar #transtornosalimentares #worldeatingdisordersday #wedoact2breakstigma

Tem vídeo novo no canal, com participações especialississississimas do @paizinhovirgulaoficial , Dante e Gael.
MUITO AMOR DEMAIS!

Viemos juntas pro Rio quando eu tinha 7 anos. Ela, 29. Passou meses longe do meu irmão, na época com 4 aninhos. Depois meu irmão também veio e ela criou dois filhos numa cidade em que não conhecia ninguém. Éramos nós. Não foi fácil, (hoje) eu sei que não. Mas ela estava sempre lá, forte e fazendo o melhor que podia. Me dando amor. Fazendo sempre o que acreditava ser melhor pra mim.
Minha parceira. Que fazia chazinho e sanduíche pra eu levar pra escola. Que me protegia quando algum diretor gritava comigo no set. Que brigava pelos meus direitos. Que escondia bilhetinhos na mochila dizendo que me amava e desejando bom dia. Que acordava cedo à beça todo dia pra nos levar pra escola e que me ligava chorando quando eu esquecia o lanche no carro. Que me ensinou a ser grata por acordar sem dores e poder enxergar a beleza do nascer do sol. Que ficava horas na escola quando eu passei pelos episódios de ansiedade de separação, só pra eu poder ver que ela tava ali quando me batia o desespero. Que fazia almoço pra eu comer no carro enquanto ia da escola pro trabalho. Que preparou tantas vezes meu prato favorito nas horas em que eu mais precisava de acolhimento. Que tantas vezes soube a hora de calar e só me abraçar.
Mãe, obrigada por ter me escolhido pra cumprir sua missão. Peço desculpas pelos meus erros e te perdôo pelos seus. Eu te amo muito.

Não acho que haja presente mais poderoso pra uma mãe do que aliviar a culpa. O seu filho precisa apenas que você o ame e demonstre isso com sua presença e cuidado. Que você demonstre que está tentando fazer seu melhor. Só isso. O seu melhor SEMPRE VAI incluir erros. SEMPRE. E isso não é apenas inevitável, é NECESSÁRIO. Seu filho precisa entender que o mundo não é perfeito sempre. Que as pessoas erram. Isso vai preparando-o para as frustrações que a vida vai impor e vai permitindo que ele também aceite seus próprios erros e imperfeições. Ele vai aprendendo que o amor não é condicional à perfeição, à disponibilidade integral, ao acolhimento infinito, à compreensão e paciência eterna. A paciência às vezes acaba, a compreensão tem limites, a disponibilidade não tem como ser constante porque as mães também tem suas necessidades que precisam ser atendidas (como sempre todos os "outros" na vida dele também terão). Ser imperfeito, pedir desculpas, fazer diferente da vez seguinte, se descontrolar às vezes, fazer diferente do que mandam "os manuais", não é só algo que NÃO TEM COMO ser evitado: é algo que NÃO DEVE ser evitado. Frustrações e decepções são necessárias para o desenvolvimento saudável e uma mãe que dá batata frita, desfralda cedo ou que grita de vez em quando mas fica em paz com tudo isso tende a criar filhos bem mais fortes do que uma mãe que se sente constantemente refém dos filhos, eternamente soterrada pela culpa e pelo desespero por tentar ser perfeita.
Faça o seu melhor, acolha suas próprias limitações, se orgulhe de cada desafio ultrapassado e tenha uma maternidade (mais) feliz (porque plenamente e integralmente feliz não tem como ser mesmo. E tudo bem). ❤️

Quando você posta foto após um exercício físico e diz "o de hoje tá pago", tá pago O QUÊ? E pra quem? Que pagamento é esse? Não é uma pergunta retórica, realmente adoraria entender.
#tapago #tapago💪 #odehojetapago #focoforçafé #focoforçaefé

Claro que um hotel 5⭐ presente em 20 países é super legal e emprega muitas pessoas, claro que um restaurante de um chef Internacional emprega pessoas e movimenta a economia, mas é TÃO gostoso e mágico saber que seu dinheiro está indo DIRETAMENTE pra uma família super trabalhadora, esforçada e caprichosa. É tão bom estar com essas pessoas, trocar experiências, conhecer sua história, ver pessoas que vivem de um jeito tão diferente, em dinâmicas tão diferentes das que vivemos aqui, nas grandes cidades. Empreendedores batalhadores, donos do seu próprio negócio, você pode elogiar ou reclamar diretamente com o responsável. A pousada onde eu e meu pai dormimos em Cambará do Sul, pra visitar os cânions de Itaimbezinho e Fortaleza, se chama Refúgio da Floresta. É muuuuuuuito isolada (mesmo) e proporcionalmente linda. Os donos são um casal e a filhinha, Giovana, que tem 3 anos mas parece ter 6 de TÃO esperta e falante. Vive em contato com a natureza, com os animais, linda demais. O restaurante onde almoçamos sábado se chama Restaurante da Dinda, em São Francisco de Paula. O proprietário, um senhor muito simpático, trabalha com todos os filhos e ficou radiante quando fomos elogiar a comida e contamos que encontramos ótimas recomendações dele no Google. Ontem almoçamos em um restaurante cujo nome não lembro mas fica na beira da ERS-020 entre Tainhas e Cambara do Sul. Administrado pelo casal, a mãe e o Erick, de 7 anos, que fez esse desenho lindo pra mim e ficou super orgulhoso porque "vendeu" uma cocada e um biscoito amanteigado pra mim. ❤️ A livraria Miragem (que vocês me indicaram, muito obrigada, amei) tem uma proprietária escritora que tem 34 cachorrinhos adotados e arrecada dinheiro para animais de rua, além de fazer um trabalho de formiguinha instruindo os clientes sobre a cultura local, as tradições gaúchas, a historia da serra, e etc.
Viajar não precisa ser algo super caro, luxuoso, glamuroso e pros lugares da moda (geralmente em outros países). Nosso país é DESLUMBRANTE e tem todo tipo de clima e paisagem. Você pode incentivar a economia local e ajudar pequenos empresários tendo experiências de vida incríveis, transformadoras e inesquecíveis. ❤️

Most Popular Instagram Hashtags