born.toread born.toread

309 posts   1281 followers   401 followings

Karla Lima | 22 | PB |  Desde: 8|6|016 Lidos: 99/150 🐦 @BornToReadb

https://goo.gl/fPDmN5

Aquele livro novo que chega antes do previsto só pra alegrar o teu dia!

Segundo livro da Clarice na coleção. Agora é questão de honra ler alguma coisa dessa mulher! hahahah

#ClariceLispector #Rocco #AHoraDaEstrela

- Horror via IPod (3/12/2007) -

Um ensaio sobre como mesmo para o amor à música existe limite. Ruy Castro é exímio em nos fazer ver as coisas por outro ângulo. Gestos que num primeiro momento poderiam parecer ótimos e celebres, quando vistos do ponto de vista apontado pelo autor, parecem simplórios e sem sentido. Afinal, mesmo amando música não significa que se ame todo tipo desta, muito menos que se queira ouví-la repetidamente pelo tempo que durar.

Usando a notícia de um senhor em coma cujos netos resolveram colocar fones em seu ouvido para que ouvisse repetidamente as músicas previamente armazenadas em um IPod, Ruy nos questiona se os netos tiveram o bom senso de colocar as músicas preferidas do avô ou se o estão fazendo ouvir as músicas que preferem.
E eu respondo: "Boa pergunta!" "Eu me pergunto se mesmo a melhor música do mundo, ou aquela que a pessoa mais se identifica, é agradável de se ouvir sem parar, pela eternidade, e mais ainda quando o sujeito está incapacitado de se desligar ou de manifestar de alguma forma que gostar de passar o resto de seus dias em silêncio." #Ensaios #LetraEMúsica #ACançãoEterna #RuyCastro #CosacNaify #Livro #Book

Tenho certeza que a maioria das pessoas que está lendo isso já se sentiu pressionada a ler ou se sentiu culpada por não ler. É sobre a pressão e a culpa que eu queria falar com vocês hoje.

Antes de mais nada, o meu sumiço aqui do IG se deve sim à pressão, mas não pressão para ler, uma pressão de outro tipo. Leitura pra mim é algo prazeroso que faz parte de todos os meus dias e não existe nada que me faça sentir pressionada a ler e nem culpada por não ter conseguido ler. Mas ultimamente estava me sentindo pressionada a produzir conteúdo, a fazer posts, etc. Mas por que eu estava me sentindo assim se isso aqui não é trabalho? É apenas um hobby.

Ultimamente eu venho percebendo uma crescente preocupação com visualizações, curtidas, alcance, impressões dentro do "Bookstagram" e eu não acho que isso seja saudável por que paralelamente eu acabo vendo também pessoas que fazem vários stories ao longo do dia, todos os dias, para atualizar leituras. E eu comecei a me perguntar quando começamos a dever, uns para os outros, uma constante satisfação sobre o que lemos ou sobre não termos podido ler? Quando foi que o meio de "socializar" o hábito de leitura, que antes era solitário, se transformou numa Declaração de Imposto de Renda? Quando se transformou numa obrigação periódica?
E o mais importante, quando é que vamos notar que isso apenas tem feito de nós pessoas mais ansiosas? Espero que entendam o que quis dizer e que não me interpretem mal, mas qualquer coisa na dosagem errada vira veneno.
Alguns sentem "saudade daquele alcance", eu sinto saudade das boas indicações de livros!

Elogio da Loucura - Erasmo de Roterdã: 🔎📚📖 O autor quase conseguiu me convencer de que tudo o que somos é graças à loucura. 🔎📚📖 Com uma retórica eloquente, a Loucura tenta nos convencer de que ela mesma é a causa de tudo e, para tanto, busca se basear em mitos, em filósofos, livros e personagens como razões que deveriam afirmar que o que ela diz é a mais pura verdade.
Segundo a nossa ilustre narradora, desde o movimento mais cotidiano de nossas rotinas até o evento mais temerário já noticiado na face da Terra aconteceram por sua influência. 🔎📖📚 " Em mim não há lugar para o artifício, e não simulo uma coisa na cara enquanto oculto outra no coração. Em tudo sou sempre a mais semelhante a mim mesma, a tal ponto que não conseguem me disfarçar nem sequer aqueles que mais reivindicam para si a máscara e o título da sabedoria, e passeiam como monos vestidos de seda ou asnos em pele de leão." 🔎📚📖 Uma curiosidade sobre o título do livro vem da Amizade entre Erasmo e Thomas More, autor do livro A Utopia. Durante uma viagem de volta da Itália para a Inglaterra, para não passar o tempo em completa ociosidade, Erasmo decidiu brincar com o trocadilho entre More, sobrenome do amigo, e Moria, Loucura em grego. Tendo, inclusive, dedicado e esclarecido esse ponto ao amigo, em carta onde lhe conta os pormenores dessa inventa que o levou a escrever O Elogio da Loucura ou Moriae Encomium, em grego. A carta está inclusa nessa edição, da @editorahedra , que eu li.

#ErasmodeRoterdã #ElogiodaLoucura #198Livros #LendoOMundo #EuAmoLer #Livros #Books

"Havia de ser quase um sonho ter, por toda a vida, aquela carinhosa inteligência a acompanhá-lo. E seduzia-o mais que tudo a novidade, o gosto de desconhecido que lhe traria a conquista de Conceição, sempre considerada superior no meio das outras, e que se destacava entre elas como um lustro de seda dentro de um confuso montão de trapos de chita.

No entanto, agora, Conceição estava bem longe.
Separava-os a agressiva miséria de um ano de seca; era preciso lutar tanto, e tanto esperar para ter qualquer coisa de estável a lhe oferecer!

Teve um súbito desejo de emigrar, de fugir, de viver numa terra melhor, onde a vida fosse mais fácil e os desejos não custassem sangue.
Mas logo lhe veio a lembrança dos pais, tão velhinhos, que tudo esperavam dele; evocou o que seria o desamparo da fazendo, vazia de seu esforço; o gado abandonado, tudo paralisado e morto; e pensou no seu isolamento na terra longínqua, no vácuo doloroso de afeicões em que se iria debater o sei coração exilado.
O desejo esboçado extinguiu-se; a cabeça desolada novamente se abateu na ombreira; e o coração, envergonhado, entregou-se a um momento de desesperança e fraqueza. "

#OQuinze #RaqueldeQueiroz #LiteraturaBrasileira #MulheresNasLetras #LeiaMaisMulheres

#PoemadeSegunda

A Imagem Divina "Por Clemência, Piedade, Paz e Amor
Todos nós rezamos na aflição;
E para tais virtudes deliciosas
Se volta a nossa gratidão.
Pois Clemência, Piedade, Paz e Amor
É Deus, nosso pai adorado;
E Clemência, Piedade, Paz e Amor
O Homem, Seu filho e Seu cuidado
Pois a Clemência tem um peito humano,
E o Amor tem forma celeste,
E um rosto humano tem a Piedade,
E a Paz exibe humana veste.

Assim todo homem, pelo mundo afora,
Que reza sua humana dor,
Pede só à divina forma humana
Clemência, Piedade, Paz e Amor.

E amar a forma humana devem todos,
Sejam pagãos, turcos, judeus;
Onde habitam Clemência, Amor, Piedade,
Ali também habita Deus." - Canções da Inocência - William Blake

#Poesia #WilliamBlake #CançõesdaInocência #poemas #KeepReading

Hoje eu vou responder a #TAGdos50% :

1. Melhor livro que leu até agora: Perguntinha difícil. Pensei em vários livros mas o melhor foi Ulysses.

2. Melhor continuação que li até agora:
Na verdade foi uma releitura, A Rainha do Castelo de Ar, terceiro livro da trilogia Millennium.
3. Lançamento do primeiro semestre que ainda não leu, mas quer muito:
Os Despossuídos, Ursula K. Leguin 😍

4. Mais aguardado do segundo semestre:
Nenhum

5. Me decepcionou esse ano:
Big Sur, Jack Kerouak. Foi meu primeiro contato com o autor e mesmo sem expectativa ele ainda me decepcionou.

6. Me surpreendeu esse ano:
E O Vento Levou, da Margareth Mitchell. Eu sempre pensei nele como um romanção e descobri que ele é sim um romanção, mas histórico, muito bem escrito e cintextualizado.

7. Novo autor favorito que foi lançado/ conheceu esse ano:
O mais novo queridinho é o Raduan Nassar, tive o primeiro e único contato com a obra dele esse ano e já amo de paixão.
8. Sua quedinha por personagem fictício mais recente:
Alexander Supertramp / Chris McCandless, do livro na Natureza Selvagem 😍❤ 9.Seu personagem favorito mais recente:
Rhett Buttler de E o vento levou.❤😍❤ 10. Um livro que te fez chorar no primeiro semestre:
Novamente, E o Vento Levou! Chorei desconsoladamente quando terminei de ler.

11. Livro que te deixou feliz no primeiro semestre:
Um livro que me deixou muito feliz por, enfim, tê-lo lido, além de ser muito engraçado também, foi Os Três Mosqueteiros.
12. Melhor Adaptação:
Eu, enfim, assisti a série Game Of Thrones e fiquei impressionada com a adaptação 👏👏 13. Resenha favorita desse ano, escrita ou em video:
Eu fiquei muito satisfeita com o comentário sobre o Ulysses que fiz lá no blog.

14. Livro mais bonito que comprou ou recebeu esse ano:
O Box com quatro livros do Mário de Andrade é com certeza a resposta a essa pergunta. A edição é simples, mas perfeita. E também A Antologia Poética da Florbela Espanca.

15: Quais livros quer ou precisa ler esse ano:
A lista é bem extensa, mas se vocês tiverem curiosidade é só dar uma olhada lá no blog que vocês vão encontrar as TBRs dos projetos que estou participando esse ano.

Eu ando meio em falta com os comentários sobre os livros concluídos e por isso vim falar com vocês sobre quatro livros que eu concluí esse mês:

1. A Sociedade do Anel: Primeiro volume de O Senhor dos Anéis, uma releitura. Eu estava um pouco receosa com o começo dessa releitura, afinal eu li a trilogia a 9 anos atrás. Até agora tem me surpreendido ainda mais já que, com o amadurecimento, a minha percepção de alguns aspectos do livro mudou bastante e a minha paciência com a mania do Tolkien de ser detalhista e de fazer os personagens andarem, andarem, andarem (e ainda dar ao leitor a impressão de não saírem do lugar). 2. Memórias de Adriano: É mais um livro de ficção histórica, baseado na vida do Imperador Adriano. O livro é incrível e eu não resisti à vontade de macá-lo quase por completo. É escrito como se o próprio Adriano estivesse escrevendo cartas endereçadas a um amigo com quem ele compartilha detalhes de sua história e de seus pensamentos.
3. Um Outro Amor: Segundo Volume da Série Minha Luta e eu continuo me surpreendendo com a sensibilidade do autor, ao mesmo tempo em que ele demonstra uma enorme falta de traquejo social com a qual me identifico muito. Nesse livro conhecemos aspectos da constatação do fim de um relacionamento e o começo de um novo, a construção de uma vida em comum e de uma família, a família do autor, que é bastante explícito sobre os sentimentos que nutre para com a escrita e com a família.
4. A Senhora da Magia: Primeiro volume de As Brumas de Avalon, e meu segundo contato com os recontos da Marion Zimmer Braddley. Gostei muito da forma como ela valoriza o papel da mulher dentro do mito arturiano, mas também me senti confusa e repelida por alguns aspectos.

#Lidos #KeepReading #Comentários #Livros #EuAmoLer #OSenhordosAneis #ASociedadedoAnel #MemóriasdeAdriano #UmOutroAmor #MinhaLuta #SenhoradaMagia #AsBrumasdeAvalon

Como diriam os Starks, de Winterfell: "O Inverno está chegando". Pensando nisso, eu fiz a minha listinha de 4 livros que eu, com certeza, lerei nesse inverno.

A começar por As Benevolentes, de Jonathan Littell, um livro com uma sinopse interessante e um tema já bastante conhecido, os horrores da Segunda Guerra Mundia, com uma abordagem diferente.

Em seguida temos Medeia, livro onde Eurípedes desenvolve o Mito da vingança de Medeia contra Jasão.

O próximo livro é Os Sofrimentos do Jovem Werther, meu primeiro Goethe, que conta as desventuras e sofrimentes, através de epístolas, de um jovem que se apaixona por uma jovem comprometida (estamos cheios de tragédias para este inverno, não?) Por último, mas não menos importante, temos Virginia Woolf, fluxo de consciência, Mrs Dalloway. Mais um dia na vida de alguém pra esse ano (hahahaha). E vocês, já têm a sua TBR de inverno ou tem algum livro pra indicar?

#TBRdeInverno #TheWinterIsComming #GameOFThrones #AsBenevolentes #OsSofrimentosdoJovemWerther
#Medeia #MrsDalloway #Goethe #Eurípedes #VirgíniaWoolf #JonathanLittell

Roseira Brava

Há nos teus olhos de oiro um tal fugor
E no teu riso tanta claridade,
Que o lembrar-me de ti é ter saudades
Duma roseira brava toda em flor

Tuas mãos foram feitas para a dor,
Para os gestos de doçura e piedade;
E os teus beijos de sonho e de ansiedade
São como a alma a arder do próprio amor!

Nasci envolta em trajes de mendiga;
E, ao dares-me o teu amor de maravilha,
Deste-me o manto de oiro de rainha!

Tua irmã... teu amor... e tua amiga...
E também, toda em flor, a tua filha,
Minha roseira brava que é só minha!... - Reliquiae - Florbela Espanca
#PoesiadeSegunda #Poemas #FlorbelaEspanca #MartimClaret #Reliquiae #RoseiraBrava #Poema #LiteraturaPortuguesa

Uma mistura de provas irrefutáveis, com negligencia policial, possível tentativa de incriminar O. J. por parte do Departamento de Polícia de Los Angeles, um circo gerado pela cobertura midiática excessiva e um caso sólido que parte da premissa de culpa do acusado passa a ser questionando.
Afinal de contas, quanto a fama e a notoriedade influencia em casos judiciais? Quanto a interferência da mídia e a opinião do público em geral influencia durante casos como o de O. J. Simpson?
Foi esse questionamento que me levou a ler O Povo Contra O. J. Simpson. O livro é muito bem escrito e a sequência em que os fatos são apresentados conduzem o leitor entre a intrínseca relação que envolveu a defesa, a acusação e a mídia do caso. É um relato muito bem montado e me ajudou bastante a desenvolver uma opinião sobre as problemáticas. E, mesmo sendo casos totalmente diferentes, eu não pude deixar de fazer um paralelo com a atual situação política do Brasil e o quanto a mídia tem influenciado a massa que costuma consumir apenas as informações já mastigadas pelos meios de "comunicação" que veiculam as notícias de forma que correspondam a seus próprios ideais políticos.
No final das contas, foi uma leitura lenta mas muito proveitosa e que gerou uma pá de outros questionamentos que por enquanto não tem respostas.
#opovocontraojsimpsom #darksidebooks #crimescene #euamoler #leituraconcluida

#Poesia vamo acordar assim ❤ Bom dia!

Most Popular Instagram Hashtags