afonsonoiteluar afonsonoiteluar

73 posts   27672 followers   0 followings

Afonso Noite-Luar  Snapchat: afonsonoiteluar O meu livro «Nada Menos Que Tudo» já está em pré-venda na fnac e na wook, só até 7 de junho.

http://facebook.com/afonsonoiteluar

Vem-te agora mesmo enquanto te beijo, chupo e lambo. Vem-te, não guardes para ti. Deixa-te levar, liberta-te, é para isso mesmo que estou aqui. Não me faças sentir um inútil porque eu sei que é a tua mente que te está a controlar. Vem-te sem medo enquanto gemes. Vem-te com alma enquanto me puxas os cabelos. Vem-te na minha cara enquanto me prendes a cabeça entre as tuas coxas. Vem-te! Vem-te! Vem-te! Faz deste o teu lema, faz disto a tua vida e deixa-me fazer parte dela. Sou eu que te conheço, sou eu que te desperto. Não te sufoques dentro desse corpo que as minhas mãos e boca conhecem tão bem. Desliga a tua mente, não precisas dela para nada agora. Concentra-te na ponta da minha língua a vasculhar-te por dentro, na ponta do meu nariz a estimular-te o sexo e os meus lábios a envolvê-lo, e vem-te sem vergonha como se não estivesse aqui mais ninguém além de ti.
in «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado.

o dia de hoje vai ser assim. prometo rezar uma avé maria por todas aquelas que se irão arrepender de não ter um destes assinado. é só até dia 7 de junho, o tempo está a contar... tic tac tic tac...

um dos meus 100 mandamentos que podes ler em «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado.

...sabes o que me apetece agora? Agora mesmo, a meio da noite? É aparecer no teu quarto, onde o teu corpo (deus! O teu corpo!) descansa sozinho, como se meio mundo não o quisesse devorar. Tirar a roupa e enfiar-me debaixo dos teus lençóis. Beijar-te a barriga descoberta, trepar em beijos pelo teu corpo acima e terminar com os meus lábios molhados nos teus. E depois despir-te a ti, beijar-te os seios com delicadeza, e toda a língua, enquanto a minha mão esquerda se infiltra pelo teu cabelo adentro e a direita acaricia-te o sexo como se fosse uma flor. E é. Uma mão minha que não te dê prazer é uma mão inútil, e nenhuma delas fica quieta quando se trata de te satisfazer. Depois metia-me... in «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado.

O «nós» acontece quando nos entregamos por completo, quando ignoramos o tempo, o mundo e as pessoas. Só se ignora quando não se pensa, e não há melhor forma de não pensar do que não ter tempo para o fazer. A vida ganha uma dimensão absurda, uma cor vibrante, uma velocidade alucinante. É assim que me quero, a quero e te quero. «Sempre seguido», «uma trás da outra», «modo coelho», aqui estão algumas expressões com que te deves ambientar se quiseres ficar na minha vida. Calma? Não se pode falar nisso quando o tema é sexo. Tudo menos isso. Se for para ter calma mais vale dormir um bom sono. A calma vem depois. Sexo é tempestade, terramoto, furacão, alucinação, delírio. Tudo o que não seja isto com toda a certeza também não é sexo.

in «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado.

...quero amar-te aqui, debaixo dos lençóis, debaixo do meu corpo. Quero amar-te aqui, ao longo do teu pescoço, ao fundo das tuas costas, entre as tuas pernas e, mais importante que tudo isso, entre os teus braços. Anda cá, anda que é aqui que te sentes mulher, é aqui que vale a pena ser mulher, e é aqui que te darei a certeza que ser mulher é a melhor coisa do mundo. E eu, o teu homem, aquele te pertence, aquele que te idolatra e se ajoelha perante o ser maravilhoso que és, estarei aqui à tua espera, com a certeza profunda que o desejo que me inunda… é fazer-te feliz... in «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado.

Sê paciente e altruísta no sexo. O prazer dela deve ser sempre a tua prioridade. Se queres objetividade e rapidez usa a mão, nunca uma mulher. Não poupes nos beijos. Dedica-te a ela. Toda. Lembra-te que o corpo dela é todo importante, não apenas as partes mais óbvias. Leva o tempo que precisares para lhe aqueceres o motor. Nem que para isso tenhas de deslocar o maxilar de tanto a lamberes e chupares. E se tens nojo então vai chupar um gelado e deixa isso para quem percebe. Quando decidires penetrá-la, e fá-lo-ás sempre no momento certo... dela, nunca no teu, assegura-te que não abrandas até ao fim. Não importa se só aguentas cinco minutos, mas esses cinco minutos têm de valer pela meia hora que estarias a foder a meio gás. Perguntes a quem perguntares, nenhuma mulher te vai dizer que prefere meia ou uma hora devagarinho do que cinco ou dez minutos de prego a fundo. Ah, e quando finalmente te vieres, nada de te deitares para o lado e adormecer ou subir as calças e ir embora.
já está em pré-venda o meu livro «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado. (este excerto não faz parte da obra)

...tens jeito de princesa. Uma bonequinha que não faz mal a ninguém. Tão certinha. Tão perfeitinha. E isso só me deixa ainda mais louco. Com ainda mais vontade de te rasgar essa roupa cara e pôr-te de joelhos diante de mim como se eu fosse o teu dono (e seria, nesse momento te garanto que seria) e olhar-te nos olhos enquanto me chupavas. Ver-me a entrar e a sair dessa tua boca molhada e deliciosa. Tão certinha que és... Dava-me ainda mais gozo pegar-te pelo braço, ajeitar-te no sofá de costas para mim, e fazer-te sentir o meu pau a rasgar-te o sexo milímetro a milímetro. E tu a pedir-me mais da forma mais malcriada possível. A implorar-me que te tirasse a etiqueta, a honra e os princípios. Perdias por completo toda a tua identidade. Deixavas de te reconhecer e ainda me... in «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado.

in «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado.

«É agora», pensei em forma de impulso. Atirei o saco do ginásio ao chão, encostei-a contra a parede do elevador e beijei-a fulgurantemente. Continuou a segurar o saco de compras durante uma fração de segundo, mas assim que se apercebeu do que estava a acontecer deixou-o cair e atirou as mãos ao meu corpo. Com as minhas percorri por completo o dela. Ia ser tudo. Tinha de ser. Desci-lhe as cuecas por debaixo da saia que trazia, desci a minha roupa, virei-a de costas para mim, senti-lhe a humidade do sexo com a ponta dos dedos e penetrei-a sem medo. Estava anestesiada pela loucura do momento (toda a dor era prazer). Virei-a depois de frente para mim, levantei-a mantendo as costas dela encostadas ao elevador e voltei a penetrá-la, desta vez em modo suspenso, fazendo toda a estrutura abanar.

in «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado.

Estávamos a conversar dentro do carro há já algum tempo e a conversa aquecia a cada frase. Apercebi-me que não havia movimento próximo de nós, eu não aguentei mais e tive de lhe dizer «sai». «O quê?», perguntou ela surpreendida. Olhei-lhe seriamente nos olhos e voltei a repetir, desta vez com mais autoridade, «sai». Baralhada atendeu à minha ordem, saiu do carro e eu fiz o mesmo. Dei a volta pela frente sem tirar os olhos dela e quando começou a caminhar na minha direção para pedir explicações encostei-a contra a lateral do carro e beijei-a violentamente. Sem tirar a minha boca da dela abri-lhe a camisa sem me preocupar com os estragos e beijei-a com muita língua no pescoço e no peito. Sem demora tirei-lhe o soutien e deliciei-me com os seus seios. Peguei nela pelo fundo das costas, levei-a para a frente do carro e fi-la deitar-se de costas sobre o capô. Despi-lhe a roupa que faltava e abocanhei-lhe o sexo fazendo-a contorcer a chapa com as convulsões de prazer. Virei-a ao contrário, pondo-a de joelhos sobre o capô, desci a minha roupa e com o seu rabo imponente à altura perfeita da minha cintura penetrei-a intensamente. Os sons dos nossos corpos a embater um no outro, misturados com os gemidos que não conseguíamos conter, intimidavam de tal forma a natureza que nos rodeava que ela fez silêncio para nos poder ouvir.
já está em pré-venda o meu livro «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado. (este excerto não faz parte da obra)

in «Nada Menos Que Tudo». garante já o teu exemplar na fnac, wook ou bertrand online, até 7 de junho, e recebe o livro autografado.

Most Popular Instagram Hashtags