costaleo Nesse final de semana, Feijão - em várias fotos aqui na galeria - reinou absoluto nas fotos que fiz. Além de ter um sorriso lindo e uma energia bacana, Feijão é talentoso no remo, no nado, e como vocês podem ver, no futebol. Feijão é morador da Gamboa, filho de Robson, faz doze anos dia 31 e não se faz de rogado na hora de fazer um malabarismo qualquer para ser fotografado. Fico muito grato, Feijão! 1h

» LOG IN to write comment.

costaleo "Amar não é verbo, é luz lembrada" - Guimarães Rosa

Praia do Solar do Unhão
#salvadormeuamor
5h

» LOG IN to write comment.

costaleo “Descolonizar, é olhar o mundo com os próprios olhos; pensá-lo de um ponto de vista próprio.O centro do mundo está em todo lugar. O mundo é o que se vê de onde se está”.
(Do documentário "O mundo global visto do lado de cá - encontro com Milton Santos", de Silvio Tendler

Comunidade Solar do Unhão
15h

» LOG IN to write comment.

costaleo Olha Feijão aí de novo. 1d

» LOG IN to write comment.

  •   juuliobarros of course, it's time! I'm traveling, when I return we will leave1d
  •   malaquiasgui Adorei essa foto 1d
  •   juuliobarros E você também @malaquiasgui sumidaço!!! 1d
  •   kraudiao Um passo e a decisão. Um instante reflito. A dúvida é sensata. Os pés quero molhar não. Um passo decido. Pra frente é q se anda. O caminho tá resolvido. A chuva é passageira. A decisão definitiva. Um passo adiante eis a questão. A imagem não nega, estou na reflexão. Mas decidido meu presente. O futuro tá garantido. Se já tive os pés encharcados. Foi por uma boa causa. Pouco importa agora. Fica o aprendizado da lição. Lembrança de outro dia chuvoso. Memórias divertidas do passado. 1d
  •   kraudiao @costaleo não resistir a intervenção poética q falamos no almoço hoje. Show de bola esta imagem...qual o primeiro passo? Poderia ser o título dela...rs 1d
  •   kraudiao Abç 1d
  •   costaleo Gosto do brainstorming, @kraudiao ! Você acertou muita coisa. Ah sim, tirei hj naquela hora do almoço! 1d
  •   kraudiao Massa..desconfie...rs!! 1d

» LOG IN to write comment.

costaleo "Pega, mata e come"
Tratando o peixe.
Comunidade Solar do Unhão
2d

» LOG IN to write comment.

» LOG IN to write comment.

costaleo Babinha nos Arcos da Contorno.
Série: Linhas, chutes e simetria
Foto 1/3

Ao fundo a arte do @ilovemusas
3d

» LOG IN to write comment.

costaleo Babinha nos Arcos da Contorno.
Série: Linhas, chutes e simetria
Foto 2/3
3d

» LOG IN to write comment.

costaleo Babinha nos Arcos da Contorno.
Série: Linhas, chutes e simetria
Foto 3/3
3d

» LOG IN to write comment.

costaleo Aqui na Bahia ele se põe no mar e não se faz de rogado. Se visto de espreita, por entre folhas de bananeira, então, é como se brilhasse um tanto mais, como que vestido de tropicalidade.

#salvadormeuamor #street_photo_club
3d

» LOG IN to write comment.

costaleo Jogo das pedrinhas.
Na foto: Feijão
Praia do Solar do Unhão
3d

» LOG IN to write comment.

costaleo Ontem assisti a um documentário que há muito tempo está na minha lista de filmes a assistir, mas que de alguma forma eu postergava... Era como se precisasse vê-lo no momento certo, e esse momento chegou, apesar de saber que precisarei revê-lo muitas vezes para captar-lhe a essência profunda e verdadeira. A citação que segue diz muito do olhar que quero desenvolver com a minha fotografia. O documentário está disponível no YouTube. E não esquecer que estamos falando de um dos maiores geógrafos que já viveu. Milton Santos era baiano, negro, e infelizmente ainda desconhecido de muitos. Vale a pena conhecê-lo melhor. “Descolonizar, é olhar o mundo com os próprios olhos; pensá-lo de um ponto de vista próprio.O centro do mundo está em todo lugar. O mundo é o que se vê de onde se está”.
(Do documentário "O mundo global visto do lado de cá - encontro com Milton Santos", de Silvio Tendler)
4d

» LOG IN to write comment.

Normal Leo Costa
costaleo Para se bater um bom baba, ou uma boa foto, é preciso se ligar no movimento. Se o corpo vai junto com ele, o que vai é o essencial. Na nossa memória, que é o resumo do que permanece, fica, paradoxalmente, o movimento, que apesar de expressar dinamismo, é um guia imóvel, aparentemente estático, mas em essência móvel e inconstante, igualzinho a uma foto de crianças lutando pela posse da bola. 4d

» LOG IN to write comment.

costaleo ”Não venda fiado a D. Nilza, só autorização (sic) do marido e dos filhos" é o que se lê na fachada da própria Dona Nilza, que além de provavelmente ser uma utilizadora compulsiva dos caderninhos de pendurar a conta (rsss), empreende vendendo bananas orgânicas na janela.
Essa é mais uma cena no mínimo curiosa (que graças ao olho bom do meu pai, eu conheci) de Baixio, o vilarejo da minha infância, das caretas de lama, de D. Railda e agora dessa senhora, que respondeu, quando eu perguntei sobre o recado tão explícito na sua própria fachada, que não dava muita importância à chateação do marido e dos filhos, afinal o dinheiro era dela e por isso ela "fazia o que quisesse com ele."
5d

» LOG IN to write comment.

costaleo Blerta, sangue albanês dos bons na Bahia. 5d

» LOG IN to write comment.

costaleo De onde viemos e para onde vamos.

Bairro de Santo Antônio., Salvador, BA
Desfile do 2 de julho.
6d

» LOG IN to write comment.

costaleo Desde pequeno conheço Railda, e desde aquele tempo a imagem dessa mulher varrendo vorazmente áreas enormes do pequeno vilarejo de Baixio, onde passei minha infância, permanece na minha memória como algo insólito e cercado de mistério. Railda é uma senhora que praticamente não fala. Ao invés de falar, ela varre, preferencialmente com uma daquelas vassouras improvisadas com galhas de coqueiro. Dê a ela um quilômetro quadrado e ela se ocupará de deixar o local limpo em algumas horas de trabalho. Tudo isso sem aceitar um centavo sequer como pagamento. Veste roupas que são verdadeiros trapos e quando alguém lhe oferece algo para vestir, ela devolve ao bom samaritano as mesmas roupas, só que lavadas (!) Curioso a respeito da rotina de Railda, perguntei a uma moradora do local onde ela dormia. "Na rua", ela respondeu. "Ninguém tem coragem de acolhê-la em suas casas. Ela dorme sentada, coberta com uma lençol branco e uma vela acesa na mão. Temos medo de incêndio." Macondo é aqui.
(Mais um registro em @arcoirispb)
6d

» LOG IN to write comment.

costaleo Série: @janpedroo
Foto 3. Final.
7d

» LOG IN to write comment.

costaleo Foto 2
@janpedroo
1w

» LOG IN to write comment.